A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

MINICURSO DE HISTÓRIA ANTIGA Disponível em: historiativanet.wordpress.com.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "MINICURSO DE HISTÓRIA ANTIGA Disponível em: historiativanet.wordpress.com."— Transcrição da apresentação:

1 MINICURSO DE HISTÓRIA ANTIGA Disponível em: historiativanet.wordpress.com

2 Desvendando o mundo grego

3 A Civilização grega Os gregos formavam uma civilização unida, não por um governo e sim pela língua Os territórios gregos eram mais extensos do que os limites do atual país Grécia

4 Formação da civilização grega Primeiros resquícios arqueológicos dos cretenses datam de a.c. Aqueus, eólios e jônios foram as primeiras tribos a viverem na região. Os Dórios foram os últimos a invadir a região e eram marcados pelo militarismo e violência Influência indo europeia Lenda do rei Helene Heleno = grego

5 Periodização da História Grega Civilização creto- micênica Guerra de Tróia Linear B – escrita cretense Foram destruídos pelos dórios que introduziram a metalurgia do ferro Desmantelamento da civilização, desaparecimento temporário da escrita. O conhecimento sobre o período relaciona-se aos poemas escritos pelo lendário Homero (Ilíada e Odisséia) Período Obscuro Período Micênico (1950 a 1100 a.c.) Período Homérico (1100 a 800 a.c.)

6 As epopeias homéricas Retrata os últimos anos da Guerra de Tróia Aquiles (grego) x Heitor (troiano) Intervenção da deusa Atenas Calcanhar de Aquiles Cavalo de Tróia Odisseu = Ulisses Retorno de Tróia pra a ilha de Ítaca Canto das sereias Desafios que levaram sua viagem a durar mais de 10 anos!!! IlíadaOdisseia

7 Periodização da História Grega Formação da pólis (cidades-estados), ou seja, descentralização política Utilização de moedas, o que proporcionou a intensificação do comércio Grande avanço cultural e político Período Arcaico (800 a 500 a.c.)A evolução social do período

8 ATENAS Desenvolveu-se na Ática, região montanhosa, no séc. X a.C, devido à falta de terras férteis, votaram-se para a pesca, navegação e comércio marítimo. Centro da cultura grega Aeropago era o lugar onde era realizada assembleias políticas Eclésia era a assembleia popular Democracia ateniense A democracia nos tempos de Perícles

9

10 Legisladores Drácon- organizou e registrou por escrito as leis baseadas em tradições orais. Extremamente severo, refletia uma sociedade desigual. Clístenes- criação da demos, que eram unidades eleitorais. Sólon- acabou com hipotecas por dívida. Dividiu a sociedade de acordo com o poder e a riqueza. As reformas de Sólon geraram grande instabilidade que levaram a formação de um governo tirano.

11 Esparta Fundada no Séc. IX a.C pelos Dórios Caráter militarista Espartanos eram uma minoria que possuía direitos políticos, ou seja, eram detentores de cidadania. Os periecos eram os habitantes ao redor das cidades, não possuíam direitos. Os hilotas eram servos pertecentes à cidade- estado Gerúsia era o governo de Esparta formado por membros das famílias mais poderosas

12 PERÍODO CLÁSSICO ( A.C.) Avanço do Império Persa sobre os gregos Estão relacionadas com o avanço do Império Persa sobre os gregos. Espartanos e atenienses, apesar de suas diferenças lutaram juntos contra as forças persas, vencendo a guerra Confederação dos Delos ( dominação ateniense) Confederação do Peloponeso ( dominação espartana) Guerras Médicas

13 Ciência e filosofia grega Razão=logos=discurso=palavra Busca pela regularidade e unidade em meio ao caos Leis de funcionamento do universo Homem composto por razão e espírito Escola de Mileto – inicio da filosofia grega A autenticidade forjada da cultura grega Os sofistas eram viajantes que divulgavam suas ideias Um dos sofistas mais importante foi Protágoras Destaque para Sócrates, Platão e Aristóteles A Caverna de Platão

14 Arte Grega Preocupação com as formas e o detalhamento As esculturas retratavam o homem com realismo Desenvolvimento da tragédia e da comédia Retratavam fatos cotidianos e mitológicos Arquitetura e EsculturaTeatro Grego

15 Religiosidade Grega Politeístas Culto doméstico e público Importância dos mitos Origem do universo: do Caos saem Urano e Gaia. Um dos filhos é Cronos (tempo) Zeus Poseidon (mares) Hades( mundo inferior) Afrodite (amor e fertilidade) Apolo(artes) Hefesto (fogo) Ares (guerra) Hermes (fertilidade e comércio) Dionísio (vinho) Atena (razão)

16 Jogos Olímpicos Competiam homens livres, excluídos os estrangeiros e as mulheres Os jogos eram realizados de quatro em quatro anos em homenagem a Zeus Os jogos antigos desapareceram com Teodósio primeiro, que foi responsável pela oficialização da religião cristã. Os jogos foram condenados por serem realizados para homenagear deuses pagãos.

17 A Sexualidade na Grécia e em Roma Os casamentos da elite eram arranjados Após a morte de suas esposas os homens podiam casar outras vezes, assim como as mulheres Amor nobre- homens amavam a virtude de outros homens e isso era representado através do ato sexual A iniciação sexual acontecia entre homens e tinha o caráter pedagógico, ficando conhecido como pederastia A sexualidade era tratada de forma natural e era aceito homens que tinham relação com homens e mulheres As mulheres expressavam seu sentimento de uma forma menos reclusa que as gregas Em ambas culturas era condenado os homens que se vestiam e portavam-se como mulheres. GréciaRoma

18 Guerra do Peloponeso ( a.c.) Conflito entre Atenas e Esparta. Os espartanos vencem o conflito, mas governam por pouco tempo, devido ao crescimento da cidade de Tebas. As guerras constantes enfraqueceram os gregos, sendo que em meados do século IV a.c. nenhuma cidade-estado tinha condições de se sobrepor ás outras.

19 PERÍODO HELENÍSTICO ( A.C.) Crescimento da Macêdonia sobre a Grécia. Expansão sob o mundo grego de Felipe da Macedônia. Alexandre, o Grande, filho de Felipe conquistou o Império Persa e dominou vastos territórios, do Egito até a India. Alexandria Helenismo difusão da cultura grega

20 Desvendando o mundo romano

21 Formação da civilização romana Lenda de Rômulo e Remo Importância dos etruscos na formação da cidade de Roma Influência grega ao sul: Magna Grécia

22 Periodização da História Romana Divisão social : patrícios e plebeus e escravos Os clientes eram uma categoria social formada por agregados de famílias patrícias As famílias, ou gens, eram chefiadas por um pater Senado era formado por um grupo de anciãos Como forma de fortalecer a monarquia o rei Sérvio Túlio fez reformas que ampliava o poder e a participação de plebeus, o que gerou grande insatisfação dos patrícios, destronando seu sucessor Tarquínio Soberbo e colocando fim à monarquia Monarquia Romana ( a.c.)As Reformas Servianas

23 Periodização da História Romana Durante o período republicano, o senado Romano ganhou grande poder político. Os senadores, de origem patrícia, cuidavam das finanças públicas, da administração e da política externa. As atividades executivas eram exercidas pelos cônsules e pelos tribunos da plebe. Os principais cargos eram ocupados por patrícios As principais magistraturas: Consulado, Tribunos da Plebe, Questor (impostos), Pretor (justiça civil), Censor e Edil (abastecimento, festas, obras) O legislativo estava dividido em : Assembleia Centuriana, Assembleia Tribucínia e Assembleia da Plebe República Romana (509 a 27 a.c.)Sistema político

24 Guerras Púnicas (264 a 146 a.c.) Desenvolvimento militar romano levou a uma política expansionista Durante o período republicano eles dominaram toda a península itálica, avançando sobre uma rica região do norte da África, Cartago, responsável pelo controle marítimo do Mar Mediterrâneo A destruição de Cartago se deu pela mão do general Cipião Emílio O expansionismo romano foi intensificado e eles conquistaram a Macedônia, a Grécia, o Egito e o Oriente Médio, além da Europa Ocidental e a Gália Aumento da escravidão

25 Regime de Triunviratos Período em que o poder estava dividido entre três generais. Primeiro Triunvirato: César, Pompeu e Crasso. Após a morte de Crasso, César, através de um golpe isola-se no poder até 44 a.c. quando é morto Segundo Triunvirato: Caio Otávio, Marco Antônio e Lépido. Em 31 a.c., Caio Otávio deu um golpe e se tornou o primeiro imperador de Roma.

26 Império romano ( a.c.) O império romano passou a ser muito mais comercial do que agrário. Povos conquistados foram escravizados ou passaram a pagar impostos para o império. As províncias (regiões controladas por Roma) renderam grandes. A capital do Império Romano enriqueceu e a vida dos romanos mudou. Dinastias de Ouro Caio Augustos : Pão e Circo e Pax Romana Destruição de Pompéia e Herculano devido ao Vesúvio Dinastia dos Severos ( 193 a 235 d.c.) – declínio cultural e crises políticas Alto Império

27

28 Direito Romano Lei das Doze Tábuas – preocupação grega de tornar pública ás leis escritas Criação de Códigos é o inicio da criação da base do Direito Romano O Direito Romano organizou-se nos séculos 1 e 2 d.c.

29 Religiosidade Romana Panteão era o conjunto de deuses romanos A construção da religiosidade foi influenciada pelos gregos e outros povos A flexibilidade religiosa, a facilidade de incorporar novas influências foi um fator importante em sua capacidade de dominar povos tão diferentes Durante o Império existia uma espécie de culto cívico, através do qual os imperadores eram adorados como deuses.

30 O Cristianismo Ascensão do monoteísmo Expansão Romana Os cristãos eram perseguidos no império por não reconhecerem a divindade do Imperador Os primeiros cristãos pregavam a vida humilde a aceitação das adversidades A institucionalização da religião após Constantino levou á fusão da religião e do Estado, que encontrava- se em decadência.

31 DECLÍNIO DO IMPÉRIO ROMANO Elevado custo de manutenção do império Cobrança de impostos muito altos geram revoltas Crise do escravismo Queda da produção agrícola Desvalorização do dinheiro vigente Crise econômica que levou à falência do Império Invasões Bárbaras Êxodo urbano Sistema de colonato O cristianismo crescia à medida que o império declinava Baixo Império

32 Declínio do Império Romano Tetrarquia- o poder estava dividido em quatro partes Alistamento militar obrigatório Incentivou o colonato Ampliação da perseguição aos cristãos Divisão do império em uma porção ocidental e oriental Uma outra capital, além de Roma, foi criada na parte oriental do império recebendo o nome de Bizâncio. Unificou o poder depois de tempos de disputa(324 d.c.) Em sua homenagem a capital do lado oriental passou a se chamar Constantinopla Édito de Milão (313 d.c.) liberdade de culto Dioclesiano (284 a 305 d.c.)Constantino (307 a 337 d.c.)

33 Fim do Império Romano do Ocidente O cristianismo passou a ser a religião oficial em (380 a.c.) Divisão do Império em Ocidental e Oriental (com capital em Constantinopla) Intensificação das invasões bárbaras Em 476 d.c, os herúlos (uma tribo bárbara) invadiram em saquearam Roma e Rômulo Augusto é deposto por Odoacro. O Império Romano Ocidental acabou, no entanto, o Império Romano Oriental resistiu até Teodósio (379 a 395 d.c.)Rômulo Augusto


Carregar ppt "MINICURSO DE HISTÓRIA ANTIGA Disponível em: historiativanet.wordpress.com."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google