A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

* Álvaro de Campos * Álvaro de Campos (1890 - 1935) é um dos mais conhecidos heterónimos de Fernando Pessoa. * Foi descrito biograficamente por Pessoa:

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "* Álvaro de Campos * Álvaro de Campos (1890 - 1935) é um dos mais conhecidos heterónimos de Fernando Pessoa. * Foi descrito biograficamente por Pessoa:"— Transcrição da apresentação:

1

2 * Álvaro de Campos * Álvaro de Campos ( ) é um dos mais conhecidos heterónimos de Fernando Pessoa. * Foi descrito biograficamente por Pessoa: * "Nasceu em Tavira, teve uma educação vulgar de Liceu; depois foi mandado para a Escócia estudar engenharia, primeiro mecânica e depois naval. Numas férias fez a viagem ao Oriente de onde resultou o Opiário. Agora está aqui em Lisboa em inactividade."

3 * Apontamento A minha alma partiu-se como um vaso vazio. Caiu pela escada excessivamente abaixo. Caiu das mãos da criada descuidada. Caiu, fez-se em mais pedaços do que havia loiça no vaso. Asneira? Impossível? Sei lá! Tenho mais sensações do que tinha quando me sentia eu. Sou um espalhamento de cacos sobre um capacho por sacudir. Fiz barulho na queda como um vaso que se partia. Os deuses que há debruçam-se do parapeito da escada. E fitam os cacos que a criada deles fez de mim. Não se zanguem com ela. São tolerantes com ela. O que era eu um vaso vazio? Olham os cacos absurdamente conscientes, Mas conscientes de si mesmos, não conscientes deles. Olham e sorriem. Sorriem tolerantes à criada involuntária. Alastra a grande escadaria atapetada de estrelas. Um caco brilha, virado do exterior lustroso, entre os astros. A minha obra? A minha alma principal? A minha vida? Um caco. E os deuses olham-no especialmente, pois não sabem por que ficou ali. Álvaro de Campos, 1929

4 * Campos revela a natureza múltipla da sua alma. * Campos não tem por hábito ser tão racional como Pessoa, porque é por natureza emocional, dramático. * E neste poema Campos diz-nos (ou talvez seja Pessoa através de Campos) que se sente múltiplo * "A minha alma partiu-se como um vaso vazio. / Caiu pela escada excessivamente abaixo". A alma partida é a desmultiplicação do eu de Pessoa em vários eus (os heterónimos). * Mas é uma desmultiplicação que não resultou: "partiu-se como um vaso vazio"; e o processo dessa desmultiplicação foi demasiado doloroso e irreversível * (a alma "caiu pela escada excessivamente abaixo"). essa multiplicidade o faz sentir perdido * ele próprio sentia que o tinham literalmente deixado cair pelas escadas, ele e a sua alma, para se partir em demasiados pedaços, tornando impossível que alguém (ou algo) os reunisse novamente na unidade tão desejada


Carregar ppt "* Álvaro de Campos * Álvaro de Campos (1890 - 1935) é um dos mais conhecidos heterónimos de Fernando Pessoa. * Foi descrito biograficamente por Pessoa:"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google