A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Redes de Computadores II Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ Rodrigo Augusto Gomes – 104019905 Otto Carlos Muniz Bandeira Duarte Luis Henrique.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Redes de Computadores II Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ Rodrigo Augusto Gomes – 104019905 Otto Carlos Muniz Bandeira Duarte Luis Henrique."— Transcrição da apresentação:

1

2 Redes de Computadores II Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ Rodrigo Augusto Gomes – Otto Carlos Muniz Bandeira Duarte Luis Henrique Maciel Kosmalski Costa

3 Índice Introdução Segurança em Grades Computacionais: O Problema Requisitos de Segurança Necessários Política de Segurança em Grades Computacionais Arquitetura de Segurança em Grades Computacionais Protocolo de Criação de Proxy de Usuário Protocolo de Alocação de Recursos Alocação de Recursos a partir de Protocolo de Processo Protocolo de Registro de Mapeamento Conclusão Bibliografia Perguntas

4 Introdução Grades Computacionais: o que são? Recursos Usuários Segurança Recursos múltiplos, centenas de processo e domínios Característica CRÍTICA: Caráter Dinâmico Interdomínio

5 Segurança em Grades: O Problema

6 Requisitos de Segurança Necessários Graves: Autenticação e Controle de Acesso Login Único Interoperabilidade Exportabilidade Comunicação segura no grupo dinâmico

7 Política de Segurança em Grades Domínios Confiáveis Mapeamento de usuários e recursos Autenticação Autenticação Global X Autenticação Local Controle de Acesso Local Programa ou Processo sob Possessão de Usuário Credenciais Escalabilidade Encriptação

8 Arquitetura de Segurança em Grades Proxy de Usuário Proxy de Recursos Protocolos Criação de Proxy de Usuário Alocação de Recursos Alocação de Recursos a partir de um Protocolo de Processo Protocolo de Registro de Mapeamento

9 Protocolo de Criação de Proxy de Usuário i. Autenticação Local ii. C(PU) é criada a partir de C(U), sendo: iii. Processo criado e concedido C(PU) ao mesmo C(PU)=Sig(U){id, hospedeiro, hora de inicio, hora de fim, informação de autenticação}

10 Protocolo de Alocação de Recursos PU e PR autenticam-se usando C(PU) e C(PR) PR verifica credenciais PR cria Credenciais de Recurso PR envia Credenciais de Recurso a PU de forma segura PU examina pedido e produz C(P) PU envia C(P) para PR seguramente PR aloca recursos e passa processo a C(P) PU envia Sig(PU){especificação da alocação} ao PR

11 Alocação de Recursos a partir de um Protocolo de Processo Processo e PU autenticam-se usando C(P) e C(PU) Processo envia para PU: PU inicia Protocolo de Alocação de Recursos Processo Resultante é assinado por PU e retornado ao Processo Requerente Sig(P){ alocar, parâmetros do pedido de alocação}

12 Protocolo de Registro de Mapeamento PU autentica-se com PR PU envia pedido de Mapeamento do PU para o PR Usuário loga no recurso e inicia processo de Registro de Mapeamento Processo de Registro de Mapeamento envia pedido de Mapeamento do Usuário para o PR PR espera ambos pedidos de mapeamentos com parametros iguais (sujeito global e local) Caso iguais, resultado é enviado ao PU Caso contrário, pedidos são eliminados e PU e Usuário são informados

13 Conclusão GSI de bom desempenho Base sólida para desenvolvimento de soluções mais sofisticadas Não é o fim da linha Problema gravíssimo: Escalabilidade

14 Bibliografia Foster, Ian ; Kesselman, Carl; Tsudik, Gene; Tuecke, Steven. A Security Architecture for Computational Grids, Disponível em: A Security Architecture for Computational Grids (em 17/10/2007).A Security Architecture for Computational Grids Butler, R.; Welch, V.; Engert, D.; Foster, I.; Tuecke, S.; Volmer, J.; Kesselman, C. A national-scale authentication infrastructure, Computer, Volume: 33 Issue: 12,Dez. 2000, Page(s): Disponível em: A Nationa-scale authentication infrastructure (em 17/10/2007).A Nationa-scale authentication infrastructure Jones, Mike. Grid Security – An overview of the methods used to create a secure grid, Disponível em: Grid Security An overview of the methods used to create a secure gridGrid Security An overview of the methods used to create a secure grid (em 17/10/2007). Humphrey, Marty; Thompson, Mary. Security Implications of Typical Grid Computing Usage Scenarios, Disponível em: Security Implications of Typical Grid Computing Usage ScenariosSecurity Implications of Typical Grid Computing Usage Scenarios (em 17/10/2007). Dwoskin, Jeffrey; Basu, Sujoy; Talwar, Vanish; Kumar, Raj; Kitson, Fred; Lee, Ruby. Scoping Security Issues for Interactive Grids, Disponível em: Scoping Security Issues for Interactive Grids (em 17/10/2007).Scoping Security Issues for Interactive Grids Overview of the Grid Security Infrastructure. Disponível em: Overview of the Grid Security Infrastructure (em 17/10/2007).Overview of the Grid Security Infrastructure Open Grid Forum – Security. Disponível em: Open Grid Forum – Security (em 17/10/2007).Open Grid Forum – Security

15 Perguntas!?! Cite e explique três requisitos de segurança necessários às Grades Computacionais. Deve ser utilizada encriptação nos protocolos de comunicação de Grades Computacionais? Por quê? Defina quais são os Proxies necessários em uma GSI e a utilidade de cada um deles. Cite um dos protocolos da GSI e explique seu funcionamento. Qual a característica especifíca das Grades Computacionais que tornam o problema de segurança ainda mais crítico?

16 Pergunta 1 Cite e explique três requisitos de segurança necessários às Grades Computacionais. Autenticação Controle de Acesso Login Único Interoperabilidade Exportabilidade Comunicação segura no grupo dinâmico

17 Pergunta 2 Deve ser utilizada encriptação nos protocolos de comunicação de Grades Computacionais? Por quê? Não, pois as leis de controle de exportação que visam às tecnologias de encriptação são complexas e dinâmicas, variando de país para país. Assim, faz-se necessário observar esse aspecto, posto que as grades computacionais podem ter dimensões internacionais.

18 Pergunta 3 Defina quais são os Proxies necessários em uma GSI e a utilidade de cada um deles. Proxy de Usuários: Processo controlador de sessão tem permissão para agir conforme o usuário por um período de tempo limitado, eliminando a necessidade de o usuário estar online durante a execução da rotina. Proxy de Recursos: Um Proxy de Recursos é um agente utilizado para realizar a tradução entre operações de segurança interdominios e mecanismos locais.

19 Pergunta 4 Cite um dos protocolos da GSI e explique brevemente seu funcionamento. Protocolo de Criação de Proxy de Usuário Protocolo de Alocação de Recursos Protocolo de Registro de Mapeamento Alocação de Recursos a partir de um Protocolo de Processo

20 Pergunta 5 Qual a característica especifíca das Grades Computacionais que tornam o problema de segurança ainda mais crítico? Seu caráter dinâmico torna mais crítico o problema de segurança, pois um usuário pode executar seu processo entre diversos recursos computacionais presentes na grade, não estando este obrigado a requerer a execução dos processos sempre ao mesmo servidor/servidores. Assim, torna-se impossível definir uma estrutura de segurança baseada em relações de confiança entre locais (máquinas e recursos) para execuções futuras.

21 Obrigado! FIM


Carregar ppt "Redes de Computadores II Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ Rodrigo Augusto Gomes – 104019905 Otto Carlos Muniz Bandeira Duarte Luis Henrique."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google