A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Clicar Ó sangrenta estrada, ó mar que não norteia... Só desnorteia... Meu esperar! Ó sangrenta estrada, ó mar que não norteia... Só desnorteia... Meu.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Clicar Ó sangrenta estrada, ó mar que não norteia... Só desnorteia... Meu esperar! Ó sangrenta estrada, ó mar que não norteia... Só desnorteia... Meu."— Transcrição da apresentação:

1

2

3 Clicar

4 Ó sangrenta estrada, ó mar que não norteia... Só desnorteia... Meu esperar! Ó sangrenta estrada, ó mar que não norteia... Só desnorteia... Meu esperar! O que buscas e o que sinto não está distante... está tão próximo que eu vou esperar.. O que buscas e o que sinto não está distante... está tão próximo que eu vou esperar.. Clicar

5 Queria-te junto a mim mas, esta distância a nos separar... Meu coração chagado não quer mais saber de esperar... Queria-te junto a mim mas, esta distância a nos separar... Meu coração chagado não quer mais saber de esperar... Teu coração, querida, não quer saber de me esperar? Mas na essência e sutileza do meu toque sei que esperará e me amará... Teu coração, querida, não quer saber de me esperar? Mas na essência e sutileza do meu toque sei que esperará e me amará...

6 Queria dormir meus sonhos e em teus sonhos... acordar. Queria de mim, ausente e esta solidão premente... poder te ter e te guardar. Queria dormir meus sonhos e em teus sonhos... acordar. Queria de mim, ausente e esta solidão premente... poder te ter e te guardar. Não durmas nos meus sonhos porque vou te acordar. E da solidão, vou te fazer viajar... E por isso... me amarás! Não durmas nos meus sonhos porque vou te acordar. E da solidão, vou te fazer viajar... E por isso... me amarás!

7 Ó distância, quem dera me desviar,.. Deixa-me, ao menos sonhar... Ganhar asas e voar! Ó distância, quem dera me desviar,.. Deixa-me, ao menos sonhar... Ganhar asas e voar! Podes tentar desviar, eu conheço o atalho e vou te encontrar. Eu não te deixarei... antes, eu te proponho me amar. Podes tentar desviar, eu conheço o atalho e vou te encontrar. Eu não te deixarei... antes, eu te proponho me amar.

8 Vou de encontro ao que mais sonho. Por isso, eu te proponho, Deixa-me singrar o mar. Vou de encontro ao que mais sonho. Por isso, eu te proponho, Deixa-me singrar o mar. Podes vir, querida minha porque é meu sonho te encontrar. Podes vir, querida minha porque é meu sonho te encontrar.

9 Leva-me em teu vendaval! Faz-me o último desejo! Só quero ganhar um beijo. E sofrer um forte olhar... Nada mais... Nada menos... Posso voltar! Leva-me em teu vendaval! Faz-me o último desejo! Só quero ganhar um beijo. E sofrer um forte olhar... Nada mais... Nada menos... Posso voltar! Vou transbordar o mar, Levar-te além do vendaval! Abraçar-te e beijar-te... E fazer-te a mulher que não mais pedirá para voltar! Vou transbordar o mar, Levar-te além do vendaval! Abraçar-te e beijar-te... E fazer-te a mulher que não mais pedirá para voltar!

10 Texto: Cyda Valadares e Sidnei Piedade Formatação: Texto: Cyda Valadares e Sidnei Piedade Formatação:


Carregar ppt "Clicar Ó sangrenta estrada, ó mar que não norteia... Só desnorteia... Meu esperar! Ó sangrenta estrada, ó mar que não norteia... Só desnorteia... Meu."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google