A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Faculdade de Excelência do Rio Grande do Norte/FATERN Fisioterapia Bioquímica Prof. Brunno Macedo AULA 9 Sobre Bioenergética, enfocar: Conceito; Importância.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Faculdade de Excelência do Rio Grande do Norte/FATERN Fisioterapia Bioquímica Prof. Brunno Macedo AULA 9 Sobre Bioenergética, enfocar: Conceito; Importância."— Transcrição da apresentação:

1 Faculdade de Excelência do Rio Grande do Norte/FATERN Fisioterapia Bioquímica Prof. Brunno Macedo AULA 9 Sobre Bioenergética, enfocar: Conceito; Importância do ATP; Importância da mitocôndria; Vias de degradação da glicose; Saldo energético dessas vias.

2 Faculdade de Excelência do Rio Grande do Norte/FATERN Fisioterapia Bioquímica Prof. Brunno Macedo A BIOENERGÉTICA DESCREVE A TRANSFERÊNCIA E A UTILIZAÇÃO DE ENERGIA DENTRO DO ORGANISMO. PREOCUPA-SE APENAS COM O BALANÇO ENERGÉTICO INICIAL E FINAL DOS COMPONENTES (SUBSTRATO E PRODUTOS) DE UMA REAÇÃO

3 Faculdade de Excelência do Rio Grande do Norte/FATERN Fisioterapia Bioquímica Prof. Brunno Macedo

4 ATP - ADENOSINA 5´- TRIFOSFATO (ATP) MOLÉCULA COM FUNÇÃO DE ARMAZENAMENTO DE ENERGIA NO ORGANISMO; O ATP COMPREENDE UMA MOLÉCULA DE ADENOSINA ONDE SE LIGAM TRÊS GRUPAMENTOS FOSFATOS; O ARMAZENAMENTO DE ENERGIA ESTÁ NAS LIGAÇÕES FOSFATO E QUEBRA DE UM GRUPO LIBERA ENERGIA.

5 Faculdade de Excelência do Rio Grande do Norte/FATERN Fisioterapia Bioquímica Prof. Brunno Macedo

6 GLICOSE + 6O 2 6CO 2 + 6H 2 O + 38 ATP A SÍNTESE DE ATP OCORRE DEVIDO A DIVERSOS PROCESSOS OXIDATIVOS DE BIOMOLÉCULAS GLICÓLISE CICLO DE KREBS CADEIA TRANSPORTADORA DE ELÉTRONS

7 Faculdade de Excelência do Rio Grande do Norte/FATERN Fisioterapia Bioquímica Prof. Brunno Macedo GLICÓLISE

8 Faculdade de Excelência do Rio Grande do Norte/FATERN Fisioterapia Bioquímica Prof. Brunno Macedo A GLICÓLISE SINTETIZA ATP, QUEBRA A GLICOSE EM SUBPRODUTOS MENORES ALÉM DE GERAR ELÉTRONS PARA A CADEIA TRANSPORTADORA DE ELETRONS QUE TEM COMO FUNÇÃO PRIMORDIAL SINTETIZAR ATP. BALANÇO ENERGÉTICO DA GLICÓLISE INVESTIMENTOLUCRO 1 GLICOSE2 PIRUVATO 2 ADP2 ATP 2 NAD + 2 NADH

9 Faculdade de Excelência do Rio Grande do Norte/FATERN Fisioterapia Bioquímica Prof. Brunno Macedo MITOCÔNDRIA ORGANELA CELULAR RESPONSAVEL PELA SÍNTESE DE ATP. ESTRATEGICAMENTE LOCALIZADA EM CÉLULAS E REGIÕES CELULARES ENVOLVIDAS COM ELEVADO CONSULMO DE ATP.

10 Faculdade de Excelência do Rio Grande do Norte/FATERN Fisioterapia Bioquímica Prof. Brunno Macedo MITOCÔNDRIA MOLÉCULAS ORGÂNICAS RICAS EM ENERGIA COMO A GLICOSE, SÃO TRANSFORMADAS ATRAVES DE UMA SÉRIE DE REAÇÕES DE OXIDAÇÃO LEVANDO A PRODUÇÃO DE ENERGIA, AGUA E GÁS CARBÔNICO. A ENERGIA PRODUZIDA CORRESPONDE AO TRANSPORTE DE ELÉTRONS ATRAVÉS DE PROTEÍNAS ESPECIALIZADAS (FOSFORILAÇÃO OXIDATIVA).

11 Faculdade de Excelência do Rio Grande do Norte/FATERN Fisioterapia Bioquímica Prof. Brunno Macedo MITOCÔNDRIA OS COMPONENTES DA CADEIA TRANSPORTADORA DE ELÉTRONS ESTÃO LOCALIZADOS NA MEMBRANA MITOCONDRIAL INTERNA: 1.CARBOIDRATOS E LIPÍDEOS FORNECEM ELÉTRONS PARA O INÍCIO DA CADEIA; 2. A CADEIA DE TRANSPORTE DE ELÉTRONS É FORMADA POR UMA SÉRIE DE PROTEÍNAS; 3. O PROCESSO TERMINA COM A PRODUÇÃO DE ATP PELA ATP-sintase A PARTIR DE UMA REAÇÃO ENTRE ADP E FOSFATO (Pi).

12 Faculdade de Excelência do Rio Grande do Norte/FATERN Fisioterapia Bioquímica Prof. Brunno Macedo MITOCÔNDRIA A PRODUÇÃO DE ATP É EXPLICADA PELA HIPÓTESE QUIMIOSMÓTICA ONDE O FLUXO DE ELÉTRONS BOMBEIA PRÓTONS PARA O ESPAÇO INTERMEMBRANAR CRIANDO UM GRADIENTE ELÉTRICO. O ACÚMULO DE PRÓTONS LEVA A UM FLUXO NO SENTIDO CONTRÁRIO (ESPAÇO INTERMEMBRANA PARA A MATRIZ) ATRAVÉS DO CANAL DA ATP-sintase. A ENERGIA GERADA É CONVERTIDA NA PRODUÇÃO DE ATP. ADP + Pi ATP *

13 Faculdade de Excelência do Rio Grande do Norte/FATERN Fisioterapia Bioquímica Prof. Brunno Macedo O CICLO DE KREBS É A VIA FINAL PARA ONDE CONVERGE O METABOLISMO DOS CARBOIDRATOS, AMINOÁCIDOS E LIPÍDEOS.

14 Faculdade de Excelência do Rio Grande do Norte/FATERN Fisioterapia Bioquímica Prof. Brunno Macedo O CICLO DE KREBS OU CICLO DO ÁCIDO CÍTRICO TRANSFORMA OS SUBPRODUTOS DO METABOLISMO DE PROTEÍNAS, CARBOIDRATOS E LIPÍDIOS NOS SUBPRODUTOS MAIS SIMPLES POSSIVEIS COMO O CO 2 OCORRE TOTALMENTE NA MITOCÔNDRIA E, ASSIM COMO A GLICÓLISE, FORNECE ELÉTRONS E H + PARA PRODUÇÃO DE ATP NA CADEIA TRANSPORTADORA DE ELÉTRONS. OS ELÉTRONS E H + SÃO RECEBIDOS POR MOLÉCULAS COMO: NAD E FAD FORMANDO NADH E FADH2. O NADH E O FADH2 SE ENCARREGAM DE LEVAR OS ELÉTRONS E H+ PARA A CADEIA TRANSPOIRATADORA DE ELÉTRONS.

15 Faculdade de Excelência do Rio Grande do Norte/FATERN Fisioterapia Bioquímica Prof. Brunno Macedo O CICLO DE KREBS É UMA VIA AERÓBICA (NECESSITA DE OXIGÊNIO) ONDE OS SUBPRODUTOS DE QUEBRA (REAÇÃO DE CATABOLISMO) DA GLICOSE SÃO CONVERTIDOS EM H 2 O E C0 2.

16 Faculdade de Excelência do Rio Grande do Norte/FATERN Fisioterapia Bioquímica Prof. Brunno Macedo O OBJETIVO MAIOR DO CICLO DE KREBS É A PRODUÇÃO DE CO-FATORES (NADH E FADH 2 ) QUE TRANSPORTAM ELÉTRONS E H + PARA A ETAPA SEGUINTE.

17 Faculdade de Excelência do Rio Grande do Norte/FATERN Fisioterapia Bioquímica Prof. Brunno Macedo BALANÇO ENERGÉTICO DO CICLO DE KREBS INVESTIMENTOLUCRO 1 PIRUVATO3 CO 2 1 ADP1 ATP 4 NAD + 4 NADH 1 FAD + 1 FADH 2

18 Faculdade de Excelência do Rio Grande do Norte/FATERN Fisioterapia Bioquímica Prof. Brunno Macedo

19


Carregar ppt "Faculdade de Excelência do Rio Grande do Norte/FATERN Fisioterapia Bioquímica Prof. Brunno Macedo AULA 9 Sobre Bioenergética, enfocar: Conceito; Importância."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google