A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

INTEGRAÇÃO CONTRATUAL Uma Estratégia de Acesso ao Mercado Internacional Raul Fontoura EPPGG - DENACOOP.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "INTEGRAÇÃO CONTRATUAL Uma Estratégia de Acesso ao Mercado Internacional Raul Fontoura EPPGG - DENACOOP."— Transcrição da apresentação:

1 INTEGRAÇÃO CONTRATUAL Uma Estratégia de Acesso ao Mercado Internacional Raul Fontoura EPPGG - DENACOOP

2 ATIVIDADES PLANEJADAS 1.Cooperativismo para o futuro 2.Intercooperação para acesso a mercados 3.Internacionalização de cooperativas

3 Rural Urbana Fonte: ONU, Elaboração: ICONE. Urbanização da população mundial

4 Mudança nos padrões de consumo

5 Nota: exportações em equivalente carcaça. Fontes: exportações USDA e população da FAO. Elaboração: ICONE. Produto Consumo Atual (kg/hab) Aumento de 1 Kg no consumo per capita na China gera crescimento das exportações ChinaBrasilMundoBrasil Açúcar8,557,03%8% Carne de Aves7,836,820%53% Carne Bovina5,637,218%63% Consumo China x Aumento Demanda Mundial

6 PaísRanking ImportadorImportação Brasil México8º1,43% Índia12º1,87% Indonésia17º4,28% Noruega19º3,33% Turquia20º3,55% Fonte: Intercâmbio comercial do agronegócio. MAPA Mercados Importantes x Baixa Participação do Brasil Ano 2006 (em mil US$)

7 Exportações brasileiras: Total x Agropecuárias 41,8%40,4%36,8%35,9%36,4%36,3% (US$ bilhões) Participação do Agronegócio Fonte: MAPA

8 Exportações brasileiras: Total x Cooperativas (US$ bilhões) Participação das Cooperativas Fonte: MAPA 2,1% 2,4% 1,6%2,1%2,0%

9 Fusões e Aquisições no Brasil Fonte: PriceWaterhouseCoopers

10 Fusões e Aquisições no Brasil Setores com mais aquisições em 2008 Fonte: PriceWaterhouseCoopers

11 O que fazer?

12 Intercooperação 1. Acordo prévio das regras 2. Segurança jurídica - Permite investimentos - Economia de escala - Competitividade internacional

13 1º PASSO 2º PASSO Cooperativa B Cooperativa A Agroindústria C Consórcio A + B + C

14 AssociaçãoCooperativa Número de Membros 02 ou mais pessoas (físicas ou jurídicas) 20 ou mais pessoas físicas Características * Pode realizar atividade econômica, porém sem distribuição de lucros * Ato cooperado; * Voto por cabeça; * Venda externa – ato mercantil Início da Existência Legal Registro – Cartório de Registro de Pessoas Jurídicas Registro – Junta Comercial Base Legal Código Civil (Lei nº , de 10/11/2002) Lei nº 5.764, de 16/12/1971 1º Passo: Instrumentos Associativos

15 2º Passo: Concentração Empresarial FormasCaracterísticas Sociedade Empresária Necessidade de capital Incorporação Perda de identidade Necessidade de capital Fusão Perda de identidade Problema social: desemprego Joint Venture Consórcio Não detêm personalidade jurídica

16 CONSÓRCIO conceito Cooperativa Agroindústria Distribuição CONSÓRCIO

17 CONSÓRCIO A) CONSÓRCIO AGROPECUÁRIO Lei 4.504/64 Medida Provisória /01 Decreto 3.993/01 B) CONSÓRCIO DE EMPRESAS Lei 6.404/76 Lei /02 Marco Legal

18 CONSÓRCIO Passos 1)Plano de Negócio 2)Modelo Societário 3)Governança 4)Instrumentalização 5)Constituição do Consórcio

19 Compra Conjunta Importação Contratação de Assessorias Planta Industrial Distribuição Conjunta Exportação 1º - PLANO DE NEGÓCIO

20 Nome do consórcio. Objeto do consórcio. Prazo de existência. Integralização do capital. Contribuição para despesas. Distribuição de benefícios. Cláusulas de responsabilidade. Aumento e diminuição do número de membros. Formas de dissolução. Endereço e Foro competente. 2º - MODELO SOCIETÁRIO (Acordo de Base)

21 Sistema de votos Quorum de decisão Forma de administração: - Assembléia de Constituição - Conselho Deliberativo / Administrativo - Diretoria Executiva - Áreas operacionais (técnica – comercial) Representação do consórcio Aumento e diminuição do capital patrimonial Aspectos tributários Lançamentos contábeis Cláusulas técnicas 3º - GOVERNANÇA (Modelo de Gestão)

22 Contrato de constituição do consórcio Registro civil, mercantil ou constituição de Sociedade Simples 4º - INTRUMENTALIZAÇÃO (Documentos)

23 Indicação de representantes Assembléia de Constituição Aprovação do contrato Eleição do conselho de administração 5º - CONSTITUIÇÃO DO CONSÓRCIO (Procedimentos)

24 CONSÓRCIO Casos de Sucesso

25 Criação: setembro de 2008 Consorciados: 21 cooperativas (soja, milho, trigo, cevada e lácteos) No. de associados: Estado: PR Objetivos: Compra conjunta, importação direta e fabricação de fertilizantes Escala de Comercialização Logística e Distribuição Conjunta Consórcio Nacional Cooperativo Agropecuário Participação dos fertilizantes no custo de produção: Milho: 32% Soja: 20% Trigo: 22% Concentração do fornecimento: 8 fábricas no país, controladas por 3 empresas

26 Criação: abril de 2006 Consorciados: 14 cooperativas (hoje 21). Soja e algodão produzidos no Cerrado. Além de milho, arroz de sequerio e pecuária. No. de associados (início); (hoje) Estados: MS, MT, GO, BA (início) SP, SC, MG Objetivos: Escala de Comercialização Logística Aquisição de agroquímicos Capacidade produtiva: 20% da área cultivada soja no Brasil; 10% da área cultivada milho no Brasil; 60% da área cultivada algodão de qualidade; 14% da área cultivada café.

27 CCAB Consórcio CCAB Holding S/A CCAB Agro Ltda. CCAB Projetos Ltda. CCAB Compras Ltda. CCAB Logística Ltda.

28 Consórcio Mel Export 10 cooperativas na Central produtores Estados abrangidos: PI, CE e BA 10 instituições de apoio envolvidas R$ ,00 de investimento Capacidade processamento t / ano Exportador: Canal Export Ltda

29 Central de Cooperativas Frigorífico S.A (100% controle acionário) Frango Frigorífico S.A (35% controle acionário) Suíno Industria S.A (Control dividido) Frutas e Hortaliças CACEO S.A (80% controle acionário) Ração Comercialização para associados e terceiros Grupo NA (Navarra)

30 Crédito – Instituição Financeira Independiente Agropecuária de Guissona Corporación Agroalimentaria Guissona S.A. Comercialização em lojas próprias do Grupo – 350 na Espanha e 1 em Andorra Produção de Suínos, Aves, Bovinos e Ovinos Industrialização (18% Cooperativa, 80% Associados) Grupo Alimentario Guissona Badalona piensos

31 Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário e Cooperativismo Departamento de Cooperativismo e Associativismo Rural Raul de Oliveira Fontoura EPPGG Fone: (61) /

32

33 (US$ bilhões) PARTICIPAÇÃO AGROPECUÁRIA 41,8% 40,4% 36,8% 35,9% 36,4% 36,3% Fonte: MAPA Exportações Brasileiras: Total x Agropecuárias

34 Exportações Brasileiras: Total x Cooperativas (US$ bilhões) PARTICIPAÇÃO DAS COOPERATIVAS 2,1% 2,4% 1,6% 2,1% 2,0% Fonte: MAPA

35 1.Criação: abril de 2006, 14 cooperativas (hoje com 21) 2.Nº de associados: (início) (atual) 3.Área: 8 milhões ha (início) 4.Estados: MS, MT, GO, BA (início) SP, SC, MG 5.Capacidade produtiva: 20% total área cultivada soja no Brasil; 10% total área cultivada milho no Brasil; 70% total área cultivada algodão de qualidade; 15% total do café cultivado no Brasil. 6.Objetivo: união de cooperativas - escala comercialização, logística e aquisição de agroquímicos

36 CCAB Holding S/A CCAB Projetos Ltda CCAB Agro Ltda CCAB Logística Ltda CCAB Compras Ltda CCAB CONSÓRCIO


Carregar ppt "INTEGRAÇÃO CONTRATUAL Uma Estratégia de Acesso ao Mercado Internacional Raul Fontoura EPPGG - DENACOOP."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google