A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Humanização do serviço de Enfermagem Enf. Felipe Gomes Pais.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Humanização do serviço de Enfermagem Enf. Felipe Gomes Pais."— Transcrição da apresentação:

1 Humanização do serviço de Enfermagem Enf. Felipe Gomes Pais

2 Linha do tempo

3 Contexto Histórico Século XVIII – Hospitais eram instituições voltadas somente para os pobres. Bom ou Ruim? Recurso de exclusão social De certa forma, não se pretendia a cura para o usuário do hospital até o século XVIII, mas sim uma assistência material e espiritual, em alguns casos pretendia-se dar os últimos cuidados ou o último sacramento.

4 Hospital Depois do Século XVIII Avanço tecnológico de exames para diagnósticos. Reducionismo = Conhecimento Especifico A vantagem do reducionismo foi a discussão dos papéis profissionais, resultando nas definições, especificações e atribuições de cada profissional; do médico, do enfermeiro, assistente social, psicólogo, nutricionista, terapeuta ocupacional e todos os demais trabalhadores da saúde contribuindo para a melhoria das condições e qualidade no atendimento.

5 A desvantagem foi a eventual perda da noção de conjunto e integração.

6 Humanização no Brasil

7 1ª Parte CF Art A saúde é direito de todos e dever do Estado, garantido mediante políticas sociais e econômicas que visem à redução do risco de doença e de outros agravos e ao acesso universal e igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação.

8 2ª Parte Lei 8080 de 19 de setembro de 1990 Lei 8142 de 28 de dezembro de 1990

9 Lei 8080 de 19 de setembro de 1990 Art. 4º O conjunto de ações e serviços de saúde, prestados por órgãos e instituições públicas federais, estaduais e municipais, da Administração direta e indireta e das fundações mantidas pelo Poder Público, constitui o Sistema Único de Saúde (SUS).

10 Art. 6º Estão incluídas ainda no campo de atuação do Sistema Único de Saúde (SUS): I - a execução de ações: a) de vigilância sanitária; b) de vigilância epidemiológica; c) de saúde do trabalhador; e d) de assistência terapêutica integral, inclusive farmacêutica;

11 Lei 8142 de 28 de dezembro de 1990 Artigo 1° - O Sistema Único de Saúde (SUS), de que trata a Lei n , de 19 de setembro de 1990, contará, em cada esfera de governo, sem prejuízo das funções do Poder Legislativo, com as seguintes instâncias colegiadas: I - a Conferência de Saúde; e II - o Conselho de Saúde.

12 § 1° - A Conferência de Saúde reunir-se-á a cada quatro anos com a representação dos vários segmentos sociais, para avaliar a situação de saúde e propor as diretrizes para a formulação da política de saúde nos níveis correspondentes, convocada pelo Poder Executivo ou, extraordinariamente, por esta ou pelo Conselho de Saúde.

13 § 2° - O Conselho de Saúde, em caráter permanente e deliberativo, órgão colegiado composto por representantes do governo, prestadores de serviço, profissionais de saúde e usuários, atua na formulação de estratégias e no controle da execução da política de saúde na instância correspondente, inclusive nos aspectos econômicos e financeiros, cujas decisões serão homologadas pelo chefe do poder legalmente constituído em cada esfera do governo.

14 3ª Parte Profissionais da Saúde Não existe uma lei que obrigue o profissional de saúde a ser humanizado isto deve partir do mesmo.

15 O que é ser HUMANIZADO

16 humanizar (humano + -izar) 1. Humanar; inspirar humanidade a. 2. Adoçar; suavizar; civilizar. 3. Tornar-se humano; compadecer-se.

17 Humanizar o atendimento não é apenas chamar a paciente pelo nome, nem ter um sorriso nos lábios constantemente mas, além disso, também compreender seus medos, angústias, incertezas dando-lhe apoio e atenção permanente.

18 As enfermidades, transtornos, distúrbios, doenças, enfim, de quaisquer processos mórbidos deverem ser abordados não apenas através do órgão da pessoa, mas também e principalmente, através daquilo que ela tem demais humano: seu componente social, afetivo e emocional.

19 Humanizar também é, além do atendimento fraterno e humano, procurar aperfeiçoar os conhecimentos continuadamente. Na realidade, a Humanização do atendimento, seja em saúde ou não, deve valorizar o respeito afetivo ao outro, deve prestigiar a melhoria na vida de relação entre pessoas em geral.

20 No hospital a humanização é ameaçada pela própria incongruência do destino, das pessoas e das circunstâncias. Ali existem tanto as jovens mulheres querendo ser mães e não podem por problemas de esterilidade, como as outras que, sendo férteis, desperdiçam vidas e promovem abortos. Será?

21 No hospital há pessoas lutando com todas as forças para viver e há também os médicos ocupados em salvar aqueles que acabam de fazer de tudo para tirar a própria vida. Existem, como em toda sociedade, os histéricos que ludibriam e passam na frente de crianças com queimaduras, existem médicos, como tantos outros profissionais, que ocultam a competência quando o dinheiro é pouco, existem diretores que aferem lucro e os contadores que fraudam a previdência

22 Humanização VS Sistema Objeto Novo VS Paciente Reflexões

23 SUS O que faz do pobre pior que o rico? O que faz do rico pior que o pobre? Art A saúde é direito de TODOS e DEVER do Estado Mudou alguma coisa no texto?

24 Desburocratização Será que a vida de alguém vale uma folha de papel? É o preço que muitos usuários pagam por ficar esperando que os PROFISSIONAIS da SAÚDE enviem seus pedidos de cirurgias, encaminhamentos, exames e etc... Muitos morrem esperando...

25 O que falta para humanizar o SUS? A lei que disponibiliza saúde gratuita a todos já existe. A lei que permite que a sociedade participe dos processos relacionados a saúde já existe. ONDE ESTÃO OS PROFISSIONAIS DA SAÚDE? VIRAMOS ROBÔS Quando foi que retiraram nossos corações?

26

27 Obrigado...


Carregar ppt "Humanização do serviço de Enfermagem Enf. Felipe Gomes Pais."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google