A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Professor: José Tiago Pereira Barbosa 2013. Classificação dos Elementos Químicos (O Primeiro Elemento) Ao lado, o fósforo (P). Primeiro elemento a ser.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Professor: José Tiago Pereira Barbosa 2013. Classificação dos Elementos Químicos (O Primeiro Elemento) Ao lado, o fósforo (P). Primeiro elemento a ser."— Transcrição da apresentação:

1 Professor: José Tiago Pereira Barbosa 2013

2 Classificação dos Elementos Químicos (O Primeiro Elemento) Ao lado, o fósforo (P). Primeiro elemento a ser descoberto. Ponto de partida para a construção da Tabela Periódica. Tabela Periódica

3 3 Em 2002, haviam 115 elementos conhecidos. A maior parte dos elementos foi descoberta entre 1735 e Como organizar 118 elementos diferentes de forma que possamos fazer previsões sobre elementos não descobertos? Histórico: Tabela Periódica

4 4 Desenvolvimento da Tabela Periódica: No começo século XVIII: As propriedades dos elementos e dos seus compostos já eram razoavelmente conhecidas Muitas semelhanças nas propriedades químicas e físicas se tornaram aparentes. Tabela Periódica

5 Johann W. Boebereiner (1829) (O Primeiro Modelo de Tabela Periódica) A massa atômica do elemento central da tríade era a média das massas atômicas do primeiro e terceiro membro. Muitos dos metais não podiam ser agrupados em tríades. Os elementos cloro, bromo e iodo eram uma tríade, lítio, sódio e potássio formavam outra.

6 Germain Henry Ivanovitch Hess (1849) (O Segundo Modelo de Tabela Periódica) O cientista sueco naturalizado russo publicou no seu manual Fundamentos da Química Pura uma classificação de quatro grupos de elementos (não-metais) com propriedades químicas semelhantes (tabela ao lado). Hess escreveu: Esta classificação está ainda muito longe de ser natural. No entanto ela reúne elementos em grupos muito semelhantes e pode ir aperfeiçoando-se à medida que aumentarem os nossos conhecimentos.

7 Alexander Beguyer de Chancourtoir (1862) (O Terceiro Modelo de Tabela Periódica) O químico e geólogo francês propôs um sistema denominado parafuso telúrico. Distribuiu os elementos na forma de uma espiral de 45º que na superfície de um cilindro. Em cada volta da espiral ele colocou 16 elementos em ordem crescente de massa atômica, de modo a posicionar os elementos com propriedades semelhantes um por baixo do outro na geratriz do cilindro.

8 John A.R. Newlands (1864) ( O Quarto Modelo de Tabela Periódica) O professor de química, no City College em Londres sugeriu que os elementos, poderiam ser arranjados num modelo periódico de oitavas, na ordem crescente de suas massas atômicas. Colocou o elemento lítio, sódio e potássio juntos. Esquecendo o grupo dos elementos cloro, bromo e iodo, e os metais comuns como o ferro e o cobre. A idéia de Newlands foi ridicularizada pela analogia com os sete intervalos da escala musical.

9 Dimitri Ivanovich Mendeleev (1869) (O pai da Tabela Periódica dos elementos químicos) Nasceu na Sibéria, sendo o mais novo de dezessete irmãos. Mendeleev foi educado em St. Petersburg, e posteriormente na França e Alemanha. Conseguiu o cargo de professor de química na Universidade de St. Petersburg. Em 1869, enquanto escrevia seu livro de química inorgânica, organizou os elementos na forma da tabela periódica atual.

10 Mendeleev criou uma carta para cada um dos 63 elementos conhecidos. Cada carta continha o símbolo do elemento, a massa atômica e suas propriedades químicas e físicas. A tabela periódica de Mendeleev exibia semelhanças numa rede de relações vertical, horizontal e diagonal. Em 1906, Mendeleev recebeu o Prêmio Nobel por este trabalho. Dimitri Ivanovich Mendeleev (1869) (O Quinto Modelo de Tabela Periódica)

11 Henry Mosseley (1913) (O cientista britânico) O cientista britânico descobriu que o número de prótons no núcleo de um determinado átomo era sempre o mesmo. Mosseley usou essa idéia para o número atômico de cada átomo. Quando os átomos foram arranjados de acordo com o aumento do número atômico, os problemas existentes na tabela de Mendeleev desapareceram.

12 Glenn Seaborg (1951) ( A Tabela Periódica nos dias de hoje) Nasceu em 1912 em Michigan nos EUA, formou-se em química na Universidade de Berkley, Califórnia e realizou a última maior troca na tabela periódica em A partir da descoberta do plutônio em 1940, Seaborg descobriu todos os elementos transurânicos (do número atômico 94 até 102). Reconfigurou a tabela periódica colocando a série dos actnídeos abaixo da série dos lantanídeos. Em 1951, Seaborg recebeu o Prêmio Nobel em química, pelo seu trabalho. O elemento 106 tabela periódica é chamado seabórgio, em sua homenagem.

13 As modificações mais recentes da Tabela Periódica O sistema de numeração dos grupos são recomendados pela União Internacional de Química Pura e Aplicada (IUPAC). A numeração é feita em algarismos arábicos de 1 à 18, sendo o grupo 1, o dos metais alcalinos e o 18, o dos gases nobres.

14 Lei Periódica Lei Periódica "As propriedades físicas e químicas dos elementos, são funções periódicas de seus números atômicos". Na tabela, os elementos estão arranjados horizontalmente, em sequência numérica, de acordo com seus números atômicos, resultando o aparecimento de sete linhas horizontais (ouperíodos).

15 Elementos Químicos

16 Os elementos químicos são representados por letras maiúsculas ou uma letra maiúscula seguida de uma letra minúscula. Os Símbolos são de origem latina: PortuguêsLatimSímbolo Na Sódio Natrium Na K PotássioKalium K S EnxofreSulphur S P Fósforo Phosphurus P Au OuroAurum Au

17 Períodos ou Séries São as filas horizontais da tabela periódica. São em número de 7 e indicam o número de níveis ou camadas preenchidas com elétrons. KLMNOPQKLMNOPQ P Q

18 Famílias ou Grupos São as colunas verticais da Tabela Periódica. Em um Grupo ou Família, encontram-se elementos com propriedades químicas semelhantes. Para os Elementos Representativos, o nº do Grupo representa o nº de elétrons da última camada (camada de valência). KLMNOPQKLMNOPQ

19 Metais Alcalinos Metais Alcalinos - TERROSOS GRUPO DO BORO GRUPO DO CARBONO GRUPO DO NITROGÊNIO CALCOGÊNIOSHALOGÊNIOS GASES NOBRES ELEMENTOS DE TRANSIÇÃO ELEMENTOS REPRESENTATIVOS Famílias ou grupos

20 Metais - Eletropositivos - Sólidos; exceto o Hg (25°C, 1atm); - Brilho característico; - Dúcteis (fios); - Maleáveis (lâminas); - São bons condutores de calor e eletricidade.

21 -Eletronegativos; -Quebradiços; -Opacos; -Formam Compostos Covalentes (moleculares); - São Péssimos Condutores de Calor e Eletricidade (exceção para o Carbono). Ametais

22 - Foram Moléculas Monoatômicas; - São Inertes Mas Podem Fazer Ligações apesar da estabilidade (em condições especiais); - São Sete: He, Ne, Ar, Xe, Kr, Rn. Gases Nobres

23 Resumo MetaisAmetais Gases nobres

24 1 - São elementos líquidos: Hg e Br; 2 - São Gases: He, Ne, Ar, Kr, Xe, Rn, Cl, N, O, F, H; 3 - Os demais são sólidos; 4 - Chamam-se cisurânicos os elementos artificiais de Z menor que 92 (urânio): Astato (At); Tecnécio (Tc); Promécio (Pm) 5 - Chamam-se transurânicos os elementos artificiais de Z maior que 92: são todos artificiais; 6 - Elementos radioativos: Do bismuto ( 83 Bi) em diante, todos os elementos conhecidos são naturalmente radioativos. Notas:


Carregar ppt "Professor: José Tiago Pereira Barbosa 2013. Classificação dos Elementos Químicos (O Primeiro Elemento) Ao lado, o fósforo (P). Primeiro elemento a ser."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google