A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Laboratório de Programação I Carlos Oberdan Rolim Ciência da Computação Sistemas de Informação.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Laboratório de Programação I Carlos Oberdan Rolim Ciência da Computação Sistemas de Informação."— Transcrição da apresentação:

1 Laboratório de Programação I Carlos Oberdan Rolim Ciência da Computação Sistemas de Informação

2 Aplicação com Bancos de dados usando dbExpress Parte I

3 Introdução teórica O C++ Builder oferece uma série de ferramentas e recursos que possibilitam a criação de aplicações de bancos de dados de forma rápida e fácil. A seguir serão introduzidos os conceitos básicos na manipulação com bancos de dados em C++ Builder, oferecendo uma visão geral dos componentes de acesso a dados mais corriqueiramente utilizados.

4 Bancos relacionais e não relacionais Relacionais É um conceito abstrato que define maneiras de armazenar, manipular e recuperar dado estruturados na forma de tabelas Segue o modelo relacional Usa um RDBMS (Relational Database Management System) que implementa a absração Linguagem padrão de consulta é o SQL Ex.: Mysql, SQLServer, Oracle Não relacionais Mantém tudo agrupado em uma única tabela É uma lista simples que não se refere a outros dados Simples de manter Não usa SQL Ex.:Paradox, dBase, Big Table (google)

5 O inicio: BDE Por muito tempo foi o coração das aplicações de bancos de dados do C++ Builder está no Borland Database Engine (BDE), Ele é uma camada de software que realiza o acesso a bancos de dados baseados em arquivos como Paradox e dBase ou a servidores de bancos de dados locais ou remotos como InterBase, Informix, Oracle, SyBase, etc. Os componentes de bancos de dados do C++ Builder oferecem uma forma simplificada, que usa programação visual baseada em Propriedades, Métodos e Eventos para acessar a API do BDE.

6 DBE com relação a base de dados

7 Situação antes do BDE Linguagens diferentes Características diferentes Falta de portabilidade Baixa conectividade Necessidade de importação / exportação de dados Problema Dificuldade de manutenção Dificuldade de formação de pessoal

8 Características do DBE Orientado a Objetos Possui Driver específico para cada SGBD Os arquivos do BDE devem ser distribuídos junto com a aplicação Compatível com os principais SGBDs do mercado Permite navegação com SQL

9 A evolução: dbExpress É uma camada de software independente de base de dados com um conjunto de interfaces que fornecem uma série de métodos para processamento dinamico de SQL. Considerado como a próxima geração no acesso a dados dos produtos da Embarcadero Evolução do BDE Possui melhor performance e menor consumo de recursos que o BDE Remove uma série de complexidades envolvidas na configuração do BDE

10 Aba dbExpress Os componentes dbExpress estão localizados na aba dbExpress Antes de começar a trabalhar com esses componentes precisamos entender a arquitetura de acesso aos dados...

11 Arquitetura de acesso Para fins de flexibilidade podem ser implementados diferentes formas de acesso através de componentes variados Porém sempre será baseado em uma arquitetura em camadas visando facilitar o desenvolvimento de aplicações A figura a seguir ilustra a forma como iremos acessar os dados em nossas aplicações

12 Arquitetura de acesso dbExpress / BDE Base de dados Data Source Data Set Componentes de acesso Data Controls Componentes visuais Aplicação

13 Classes de componentes Há duas grandes classes de componentes: os componentes de acesso a dados (data-access) e os componentes de controle, visualização e manipulação dos dados (data- controls) Os componentes de visualização e manipulação de dados são também denominados de componentes data-aware (componentes capazes de mostrar e atualizar os dados armazenados em uma tabela associada) Estes dois grupos de componentes estão localizados, respectivamente, nas paletes Data Access e Data Controls

14 Conceito de Dataset Para manipular um banco de dados é preciso compreender o conceito de dataset Um dataset é um objeto que consiste de uma série de registros, cada um contendo qualquer quantidade de campos e um ponteiro para o registro atual. O dataset pode ter uma correspondência direta, um- para-um, com uma tabela física, ou, como um resultado de uma query, pode ser um subconjunto de uma tabela ou uma junção de diversas tabelas

15 Tipo de objeto TDataSet Um dataset é o tipo de objeto TDataSet e é uma classe abstrata. Uma classe abstrata é uma classe de onde você pode derivar outras classes, mas não pode criar uma variável desta classe. Por exemplo, ambos os componentes Query e Table classificam-se como componentes TDataSet porque cada um foi derivado do objeto TDataSet. Note que você não encontrará nenhum componente chamado TDataSet na Component Palette. O TDataSet contém as abstrações necessárias para manipular diretamente uma tabela. É a ferramenta utilizada para abrir uma tabela e navegar por suas colunas e linhas.

16 Dataset no dbExpress Os principais componentes do tipo dataset utilizados pelo dbExpress são quatro: TSQLDataSet classe TDataSet TSQLQuery classeTQuery TSQLStoredProc classe TStoredProc TSQLTable classe Ttable São datasets unidirecionais. Eles podem enviar comandos para a base de dados e se retornar um conjunto de dados obtem-se um cursor apontando para esse dados. Não é feito buffer dos dados, isso impossibilita a edição direta dos registros (pois isso necessita bufferizar os dados). Para editar pode-se usar diretamente um sql de update nos dados ou então associar o dataset a um Client Dataset visto adiante. Em um dataset Você só pode navegar usando os métodos First e Next. IMPORTANTE

17 TSQLDataSet Representa qualquer dado obtido pelo dbExpress O SQLDataSet permite mostrar o resultado de uma consulta ou de uma StoredProcedure, executar StoredProcedures que não retornem dados, ou obter os parâmetros disponíveis no banco(tabelas, StoredProcedures, campos de uma tabela). Ele não suporta atualização de dados na memória, atualizações devem ser feitas utilizando-se a sintaxze SQL diretas no servidor.

18 TSQLDataSet PropriedadeSignificado ActiveDefine se o componente está ativado, e executando o comando passado em CommandText, visto logo abaixo. CommandTextDefine o comando em linguagem SQL a ser passado. Podem ser passadas consultas, inclusões e etc.. CommandTypeDefine o tipo do comando que foi passado em CommandText. Seus valores são ctQuery, ctStoredProc e ctTable. DataSourceDefine qual será o objeto TDataSource que será conectado ao SQLDataSet. SQLConnetionDefine qual será o componete do tipo TSQLConnection que proverá acesso ao banco. ParamsPara passar parametros a query

19 TSQLQuery O SQLQuery executa comandos SQL no banco de dados, retornando resultados de consultas, inclusões, exclusões e etc.. O SQLQuery também é unidirecional, só suportando a execução de comandos SQL. PropriedadeSignificado ActiveDefine se o componente está ativado SQLÉ onde devemos informar qual comando SQL deverá ser executado pela Query. SQLConnetionDefine qual será o componete do tipo TSQLConnection que proverá acesso ao banco. ParamsPara passar parametros a query

20 TSQLStoredProc O SQLStoredProc é um componte específico para a execução de stored procedures existentes no banco. Pode armazenar o resultado de uma stored procedure que retorne um cursor(posição). Também é um componente unidirecional. As execuções das stored procedures são em sintaxe SQL. PropriedadeSignificado ActiveDefine se o componente está ativado StoredProcNameDefine o nome da stored procedure a ser executada e seus parâmetros, se existirem. SQLConnetionDefine qual será o componete do tipo TSQLConnection que proverá acesso ao banco. ParamsPara passar parametros a query

21 TSQLTable O SQLTable representa uma tabela do banco de dados. O TSQLTable traz todas as colunas e linhas da tabela especificada, mas também é um componente unidirecional, não permitindo a movimentação entre os registros. Trabalha com uma única tabela de cada vez, podendo realizar alterações, inclusões etc.. PropriedadeSignificado ActiveDefine se o SQLTable está conectado à tabela especificada. SQLConnetionDefine qual será o componete do tipo TSQLConnection que proverá acesso ao banco. TableNameÉ onde definimos qual o nome da tabela a ser acessada.

22 Client DataSet Armazena os dados de uma tabela em memória (buffer dos dados) Utilizado para fazer edição de dados de uma tabela É um componente muito útil pois habilita a edição, pesquisa, filtros, etc nos campos de uma tabela (lembre-se que datasets unidirecionais não possibilitam isso) PropriedadeSignificado ActiveAtiva o Dataset ProviderNameLiga o componente a um DataSet Provider

23 DataSet Provider Armazena todos enviados pelo um ClientDataSet em memória, efetua os logs e dispara o comando SQL de Update quando o método ApplyUpdates do ClientDataSet for invocado Se for usar um ClientDataSet na aplicação deve-se usar um DataSetProvider É o intermediário entre uma tabela e um ClientDataSet PropriedadeSignificado DatasetDefine a que dataset o componente está ligado UpdateModeDefine como será determinado se outro usuário atualizou o registro que está tentando-se atualizar desde que ele foi lido: -upWhereAll: Faz o update falhar se o registro foi atualizado por outro usuário -upWhereChanged: atualiza somente os campos que você alterou -upWhereKeyOnly: vai usar somente as chaves primárias na claususa WHERE do SQL

24 SimpleDataSet SimpleDataSet combina um SQLDataSet, DataSetProvider e um ClientDataSet em um único componente Proporciona uma conexão bidirecional (suporte a navegação completa e edição) Se deseja-se visualizar ou editar dados de uma única tabela ou stored procedure o SimpleDataSet é a solução mais rápida O SimpleDataSet pode trabalhar desconectado mas os dados mostrados não serão mais atuais

25 SimpleDataSet PropriedadeSignificado ActiveDefine se o componente está conectado ao SQLConnection, e portanto com as informações atualizadas. ConnectionDefine qual será o componente que proverá acesso ao banco de dados. DataSetEsta propriedade refere-se a classe DataSet interna do SimpleDataSet. Suas subpropriedades são: DataSet.Active: define se o dataset interno está ativo. DataSet.CommandText: define qual será o comando SQL passado ao dataset. DataSet.CommantType: define qual é o comando passado em CommandText. Seus valores são ctQuery, ctStoredProc e ctTable. Atente que são os mesmos conceitos do já vistos no SQLDataSet.

26 TSQLMonitor O SQLMonitor é um componente utilizado para fazer a depuração da comunicação entre a aplicação e o servidor de banco de dados. Ele grava em log os comandos SQL de uma conexão, adicionando à uma StringList.

27 TSQLMonitor PropriedadeSignificado ActiveDefine se o SQLMonitor está ativo e monitorando as mensagens passadas ao banco. AutoSaveDefine qual será o arquivo no disco que receberá os logs da conexão FileNameÉ onde definimos qual o nome da tabela a ser acessada. SQLConnetionDefine qual será o componete do tipo TSQLConnection que proverá acesso ao banco. TraceListÉ a propriedade utilizada para se acessar a lista de comandos logados. É do tipo StringList. A lista é automaticamente atualizada quando o componente de conexão passa alguma mensagem ao banco.

28 TSQLConnection Responsável pela conexão física com o bando de dados É através dele, que obtemos o acesso aos dados, mas não acesso direto ao conteúdo das tabelas, pois isto é feito utilizando-se os outros componentes. Exemplo de conexão em um banco mySQL

29 TSQLConnection PropriedadeSignificado ConnectedDefine se o componente está conectado ao banco. ConnectionNameDefine o nome da conexão a ser utilizada DriverDefine o driver que vai ser usado para acesso ao banco. No nosso caso vamos usar Mysql. Clicando no + abre parâmetros de configuração, destacam-se: + Hostname Endereco onde está o banco mysql + Username Nome do usuario mysql + Password Senha LoginPromptDefine se o componente vai requerer o nome do usuário e a senha no nomento da conexão. NameNome do componente. Vai ser referenciado por outros componentes para manipular os dados

30 Componentes Data Access Os componentes Data Access estão na página Data Access da Component Palette. Eles, juntamente com os componentes Data Control, são componentes data-aware. Componentes data-aware são componentes que tem ciência de dados e sua estrutura em um banco de dados. O componente Data Access que mais vamos utilizar é o TDataSource O Data Source deve ser utilizado como meio de campo sempre que um dataset retornar um cursor que será manipulado por um componente data control Em uma típica aplicação de banco de dados, um componente DataSource é associado com um componente DataSet (Table ou Query) e um ou mais componentes Data Control (tais como DBGrid).

31 Data Source O componente DataSource é a interface entre um componente dataset e os componentes data-aware nos formulários. O DataSource liga-se a um dataset através da propriedade Dataset. Os componentes Data-aware, como DBEdit e DBGrid, ligam- se ao DataSource através de suas propriedades DataSource. Usualmente há apenas um DataSource para cada dataset, no entanto pode-se conectar a um dataset tantos DataSource quantos forem necessários. Para monitorar-se alterações no estado do dataset associado ao DataSource pode-se associar um método ao evento OnStateChange.

32 Data Source Relacionamento entre os componentes

33 Componentes Data Control Os componentes Data Control dão às suas aplicações de banco de dados uma interface visual consistente, quer sua aplicação acesse um arquivo de banco de dados local ou um servidor remoto. Baseado na instalação padrão, os componentes Data Control estão localizados na página Data Controls da Component Palette.

34 Componentes Data Control Estes componentes fornecem um conjunto de componentes data-aware de interface de usuário, que você pode utilizar para criar aplicações baseadas em forms. Como mencionado anteriormente, os componentes Data Control e Data Access são data-aware. Além da função de um componente Standard, componentes Data Control também podem exibir dados de um campo de uma tabela de um banco de dados ou enviar dados à uma tabela de um form.

35 Componentes Data Control

36

37

38

39 TDBGrid É um componente Data Control Apresentado na interface do usuário Mostra os registros de uma tabela na forma de uma grade Cada coluna é um campo e cada registro é uma linha A vantagem deste tipo de saída de dados é que é possivel ver vários registros ao mesmo tempo. Pode-se clicar duas vezes e invocar o Column Editor para editar as colunas do grid Deve ser ligado a um componente data source

40 TDBNavigator Permite navegar pelos registros de uma tabela Pode-se mover o ponteiro de registro da tabela para frente ou para trás Iniciar o modo Insert ou Edit Efetuar inserção de novos registros ou modificados (post) Cada um dos botões do DBNavigator chama um método do Componente Table ao qual está ligado Deve ser ligado a um componente data source

41 TDBNavigator e comandos equivalentes Atenção: corresponde a um componente DataSet, como por exemplo um SimpleDataSet

42 Prática Vamos implementar um programa que permite visualizar os dados de um tabela

43 Formulário principal Crie o formulário do slide anterior com os seguintes componentes: DBGrid DBNavigator

44 Criar a base de dados no Mysql CREATE DATABASE cadastro; USE cadastro; CREATE TABLE `usuarios` ( `id` int(4) NOT NULL AUTO_INCREMENT, `nome` varchar(255) DEFAULT NULL, `cidade` int(11) DEFAULT NULL, PRIMARY KEY (`id`) ); CREATE TABLE `cidade` ( `id` int(11) NOT NULL AUTO_INCREMENT, `nome` varchar(255) DEFAULT NULL, PRIMARY KEY (`id`) ); INSERT INTO `usuarios` VALUES (1,'Ober',1),(2,Maria,1); INSERT INTO `cidade` VALUES (1,'Santo Angelo');

45 Criar o Data Module Em aplicações de banco de dados é uma boa prática utilizar um Data module para os componentes de banco Para incluir usar o seguinte caminho File / New / Other / C++ Builder File / Data module Inclua no datamodule um SQLConnection, um SimpleDataSet e Um DataSource Não esqueça de dar um Use Unit no Data Module no Form1 (Alt + F11)

46 Ajuste as seguintes propriedades SQLConnection Driver: mysql Database: cadastro Password: root sua senha UserName: root seu usuario LoginPrompt: false Muda a propriedade Connect para true para efetuar a conexão

47 Ajuste as seguintes propriedades SimpleDataSet Connection: SQLConnection1 DataSet CommandText: select * from `usuarios` CommandType: ctQuery Active: true DataSource Dataset: SimpleDataSet1 Enable: true

48 Ajuste os eventos Ajuste os seguintes eventos do SimpleDataSet acrescendo as seguintes linhas de código AfterPost disparado após operação de edit ou insert SimpleDataSet1->ApplyUpdates(0); // Esse metodo envia comando para efetivar as alteracoes efetuadas na tabela no banco de dados AfterDelete disparado após uma deleção SimpleDataSet1->ApplyUpdates(0);


Carregar ppt "Laboratório de Programação I Carlos Oberdan Rolim Ciência da Computação Sistemas de Informação."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google