A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A INDUSTRIALIZAÇÃO NO BRASIL. DO MODELO AGROEXPORTADOR à SUBSTITUIÇÃO DE IMPORTAÇÕES DURANTE O PERÍODO COLONIAL (1500-1822), ERA PRATICAMENTE PROIBIDA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A INDUSTRIALIZAÇÃO NO BRASIL. DO MODELO AGROEXPORTADOR à SUBSTITUIÇÃO DE IMPORTAÇÕES DURANTE O PERÍODO COLONIAL (1500-1822), ERA PRATICAMENTE PROIBIDA."— Transcrição da apresentação:

1 A INDUSTRIALIZAÇÃO NO BRASIL

2 DO MODELO AGROEXPORTADOR à SUBSTITUIÇÃO DE IMPORTAÇÕES DURANTE O PERÍODO COLONIAL ( ), ERA PRATICAMENTE PROIBIDA A INSTALAÇÃO DE ESTABELECIMENTOS COMERCIAIS E INDUSTRIAIS NA COLÔNIA PORQUE CONCORRERIAM COM A METRÓPOLE PORTUGUESA, O QUE REDUZIRIA SEUS LUCROS. DURANTE O PERÍODO COLONIAL ( ), ERA PRATICAMENTE PROIBIDA A INSTALAÇÃO DE ESTABELECIMENTOS COMERCIAIS E INDUSTRIAIS NA COLÔNIA PORQUE CONCORRERIAM COM A METRÓPOLE PORTUGUESA, O QUE REDUZIRIA SEUS LUCROS.

3 POR ISSO, ENQUANTO ALGUNS PAÍSES DA EUROPA (SÉCULOS XVIII E XIX) CONVIVIAM COM A INDUSTRIALIZAÇÃO, O BRASIL PERMANECIA COMO EXPORTADOR DE GÊNEROS AGRÍCOLAS. POR ISSO, ENQUANTO ALGUNS PAÍSES DA EUROPA (SÉCULOS XVIII E XIX) CONVIVIAM COM A INDUSTRIALIZAÇÃO, O BRASIL PERMANECIA COMO EXPORTADOR DE GÊNEROS AGRÍCOLAS. ATÉ 1930, A INDUSTRIALIZAÇÃO BRASILEIRA FOI MARCADA POR INDÚSTRIAS TRADICIONAIS (ALIMENTÍCIAS E TÊXTEIS) E PELA IMPORTAÇÃO DE PRODUTOS INDUSTRIALIZADOS. ATÉ 1930, A INDUSTRIALIZAÇÃO BRASILEIRA FOI MARCADA POR INDÚSTRIAS TRADICIONAIS (ALIMENTÍCIAS E TÊXTEIS) E PELA IMPORTAÇÃO DE PRODUTOS INDUSTRIALIZADOS.

4 A CRISE MUNDIAL DE 1929, AFETOU A ECONOMIA BRASILEIRA, QUE ATÉ ENTÃO SE BASEAVA NA PRODUÇÃO E NA EXPORTAÇÃO DE CAFÉ. A CRISE MUNDIAL DE 1929, AFETOU A ECONOMIA BRASILEIRA, QUE ATÉ ENTÃO SE BASEAVA NA PRODUÇÃO E NA EXPORTAÇÃO DE CAFÉ. COM ESSA CRISE, UMA PARCELA RAZOÁVEL DO CAPITAL CAFEEIRO FOI REINVESTIDA EM ATIVIDADES URBANAS FABRIS, COMO A PRODUÇÃO DE ALIMENTOS E TECIDOS, MODIFICANDO E DINAMIZANDO NOSSA ECONOMIA COM A LENTA TRANSIÇÃO DO PREDOMÍNIO DO CAPITAL AGRÍCOLA PARA O CAPITAL INDUSTRIAL. COM ESSA CRISE, UMA PARCELA RAZOÁVEL DO CAPITAL CAFEEIRO FOI REINVESTIDA EM ATIVIDADES URBANAS FABRIS, COMO A PRODUÇÃO DE ALIMENTOS E TECIDOS, MODIFICANDO E DINAMIZANDO NOSSA ECONOMIA COM A LENTA TRANSIÇÃO DO PREDOMÍNIO DO CAPITAL AGRÍCOLA PARA O CAPITAL INDUSTRIAL.

5 A SEGUNDA GUERRA ( ) BENEFICIOU A PRODUÇÃO INTERNA NO BRASIL, QUE, ALÉM DE TER DIFICULDADE EM COMERCIALIZAR COM A EUROPA, PRECISAVA SUBSTITUIR OS PRODUTOS INDUSTRIALIZADOS, ANTES IMPORTADOS, PARA ATENDER AO MERCADO INTERNO. A SEGUNDA GUERRA ( ) BENEFICIOU A PRODUÇÃO INTERNA NO BRASIL, QUE, ALÉM DE TER DIFICULDADE EM COMERCIALIZAR COM A EUROPA, PRECISAVA SUBSTITUIR OS PRODUTOS INDUSTRIALIZADOS, ANTES IMPORTADOS, PARA ATENDER AO MERCADO INTERNO.

6 A ERA VARGAS E A ERA KUBITSCHEK A SEGUNDA ETAPA DO DESENVOLVIMENTO INDUSTRIAL BRASILEIRO TEVE A PARTICIPAÇÃO DECISIVA DESSES DOIS GOVERNANTES. A SEGUNDA ETAPA DO DESENVOLVIMENTO INDUSTRIAL BRASILEIRO TEVE A PARTICIPAÇÃO DECISIVA DESSES DOIS GOVERNANTES.

7 GETÚLIO VARGAS FOI O RESPONSÁVEL PELA INFRA-ESTRUTURA NECESSÁRIA PARA A INSTALAÇÃO DE INDÚSTRIAS NO PAÍS NO PERÍODO DE SEU PRIMEIRO GOVERNO ( ). ENTRE SUAS REALIZAÇÕES ESTÃO: GETÚLIO VARGAS FOI O RESPONSÁVEL PELA INFRA-ESTRUTURA NECESSÁRIA PARA A INSTALAÇÃO DE INDÚSTRIAS NO PAÍS NO PERÍODO DE SEU PRIMEIRO GOVERNO ( ). ENTRE SUAS REALIZAÇÕES ESTÃO: COMPANHIA SIDERÚRGICA NACIONAL – VOLTA REDONDA/RJ COMPANHIA SIDERÚRGICA NACIONAL – VOLTA REDONDA/RJ COMPANHIA VALE DO RIO DOCE – MINAS GERAIS COMPANHIA VALE DO RIO DOCE – MINAS GERAIS FÁBRICA NACIONAL DE MOTORES FÁBRICA NACIONAL DE MOTORES COMPANHIA HIDRELÉTRICA DE SÃO FRANCISCO. COMPANHIA HIDRELÉTRICA DE SÃO FRANCISCO.

8 CIA SIDERURGICA NACIONAL

9 CIA VALE DO RIO DOCE

10 JUSCELINO KUBITSCHEK ( ), ATRAVÉS DE SEU PLANO DE METAS, PRIVILEGIOU AS OBRAS PARA A GERAÇÃO DE ENERGIA, OS TRANSPORTES E PRINCIPALMENTE A CONSTRUÇÃO DE RODOVIAS, QUE FACILITOU A INSTALÇÃO DE MONTADORAS DE VEÍCULOS ESTRANSGEIRAS EM NOSSO PAÍS. JUSCELINO KUBITSCHEK ( ), ATRAVÉS DE SEU PLANO DE METAS, PRIVILEGIOU AS OBRAS PARA A GERAÇÃO DE ENERGIA, OS TRANSPORTES E PRINCIPALMENTE A CONSTRUÇÃO DE RODOVIAS, QUE FACILITOU A INSTALÇÃO DE MONTADORAS DE VEÍCULOS ESTRANSGEIRAS EM NOSSO PAÍS.

11

12 SEU GOVERNO, AO CONTRÁRIO DO GOVERNO DE GETÚLIO VARGAS, QUE SE PREOCUPOU EM PROTEGER A PRODUÇÃO NACIONAL, MARCOU O INÍCIO DA INTERNACIONALIZAÇÃO DO PARQUE INDUSTRIAL BRASILEIRO. SEU GOVERNO, AO CONTRÁRIO DO GOVERNO DE GETÚLIO VARGAS, QUE SE PREOCUPOU EM PROTEGER A PRODUÇÃO NACIONAL, MARCOU O INÍCIO DA INTERNACIONALIZAÇÃO DO PARQUE INDUSTRIAL BRASILEIRO.

13 NESSA ÉPOCA, ALÉM DAS MONTADORAS, VIERAM INDÚSTRIAS DE APARELHOS ELETRÔNICOS E ALIMENTOS, QUE MAIS TARDE PASSARIAM A CONTROLAR O MERCADO INTERNO, APÓS A COMPRA DE EMPRESAS NACIONAIS INCAPAZES DE COMPETIR COM A TECNOLOGIA EMPREGADA POR ESSAS TRANSNACIONAIS. NESSA ÉPOCA, ALÉM DAS MONTADORAS, VIERAM INDÚSTRIAS DE APARELHOS ELETRÔNICOS E ALIMENTOS, QUE MAIS TARDE PASSARIAM A CONTROLAR O MERCADO INTERNO, APÓS A COMPRA DE EMPRESAS NACIONAIS INCAPAZES DE COMPETIR COM A TECNOLOGIA EMPREGADA POR ESSAS TRANSNACIONAIS.

14 PORTANTO, ENTRE , OCORREU A SEGUNDA E PRINCIPAL ETAPA DA INDUSTRIALIZAÇÃO BRASILEIRA, CARACTERIZADA PELO MODELO DE SUBSTITUIÇÃO DE IMPORTAÇÕES VOLTADO PARA O ABASTECIMENTO INTERNO, BASEADA NA UNIÃO DE CAPITAIS ESTATAIS, NACIONAIS E CAPITAL PRIVADO ESTRANGEIRO. PORTANTO, ENTRE , OCORREU A SEGUNDA E PRINCIPAL ETAPA DA INDUSTRIALIZAÇÃO BRASILEIRA, CARACTERIZADA PELO MODELO DE SUBSTITUIÇÃO DE IMPORTAÇÕES VOLTADO PARA O ABASTECIMENTO INTERNO, BASEADA NA UNIÃO DE CAPITAIS ESTATAIS, NACIONAIS E CAPITAL PRIVADO ESTRANGEIRO.

15 A INTERNACIONALIZAÇÃO DA INDÚSTRIA NO COMEÇO DA DÉCADA DE 1960, O PAÍS PASSOU POR UM CONTURBADO PERÍODO POLÍTICO QUE CULMINOU COM O GOLPE MILITAR DE NO COMEÇO DA DÉCADA DE 1960, O PAÍS PASSOU POR UM CONTURBADO PERÍODO POLÍTICO QUE CULMINOU COM O GOLPE MILITAR DE NO GOVERNO MILITAR, O PERÍODO ENTRE 1967 E 1973 FICOU CONHECIDO COMO MILAGRE ECONÔMICO BRASILEIRO. NO GOVERNO MILITAR, O PERÍODO ENTRE 1967 E 1973 FICOU CONHECIDO COMO MILAGRE ECONÔMICO BRASILEIRO.

16

17 O SUPREMO COMANDO REVOLUCIONÁRIO, QUE ASSUMIU O PODER EM 1964, DECRETOU ATRAVÉS DO ATO INSTITUCIONAL Nº 1 A ESCOLHA DE UM NOVO PRESIDENTE PARA O CONGRESSO NACIONAL, QUE DEVERIA GOVERNAR ATÉ 31 DE JANEIRO DE O ESCOLHIDO, MARECHAL HUMBERTO DE ALENCAR CASTELO BRANCO, CHEFE DO ESTADO- MAIOR DO EXÉRCITO, TEVE SEU MANDATO PRORROGADO ATÉ 15 DE MARÇO DE O ATO INSTITUCIONAL Nº 1 PERMITIA TAMBÉM A SUSPENSÃO DOS DIREITOS POLÍTICOS DE QUALQUER CIDADÃO DURANTE DEZ ANOS E A CASSAÇÃO DE MANDATOS PARLAMENTARES. O SUPREMO COMANDO REVOLUCIONÁRIO, QUE ASSUMIU O PODER EM 1964, DECRETOU ATRAVÉS DO ATO INSTITUCIONAL Nº 1 A ESCOLHA DE UM NOVO PRESIDENTE PARA O CONGRESSO NACIONAL, QUE DEVERIA GOVERNAR ATÉ 31 DE JANEIRO DE O ESCOLHIDO, MARECHAL HUMBERTO DE ALENCAR CASTELO BRANCO, CHEFE DO ESTADO- MAIOR DO EXÉRCITO, TEVE SEU MANDATO PRORROGADO ATÉ 15 DE MARÇO DE O ATO INSTITUCIONAL Nº 1 PERMITIA TAMBÉM A SUSPENSÃO DOS DIREITOS POLÍTICOS DE QUALQUER CIDADÃO DURANTE DEZ ANOS E A CASSAÇÃO DE MANDATOS PARLAMENTARES.

18

19

20 ATINGIMOS A OITAVA POSIÇÃO MUNDIAL EM PIB E O PRIMEIRO LUGAR ENTRE AS NAÇÕES SUBDESENVOLVIDAS INDUSTRIALIZADAS OU PERIFÉRICAS. ATINGIMOS A OITAVA POSIÇÃO MUNDIAL EM PIB E O PRIMEIRO LUGAR ENTRE AS NAÇÕES SUBDESENVOLVIDAS INDUSTRIALIZADAS OU PERIFÉRICAS.

21 O BRASIL RECEBEU VULTOSOS EMPRÉSTIMOS INTERNACIONAIS E SUA PRODUÇÃO INDUSTRIAL FOI MUITO GRANDE. NO ENTANTO, COMO CONSEQUÊNCIA, A DÍVIDA EXTERNA AUMENTOU MUITO NESSE PERÍODO, AGRAVANDO AS DESIGUALDADES SOCIAIS, POIS A RIQUEZA, QUE DEVERIA SER APLICADA EM MELHORES CONDIÇÕES DE SAÚDE E EDUCAÇÃO, FOI DESVIADA PARA PAGAMENTOS DE COMPROMISSOS ASSUMIDOS COM ORGANISMOS INTERNACIONAIS – FMI E BIRD. O BRASIL RECEBEU VULTOSOS EMPRÉSTIMOS INTERNACIONAIS E SUA PRODUÇÃO INDUSTRIAL FOI MUITO GRANDE. NO ENTANTO, COMO CONSEQUÊNCIA, A DÍVIDA EXTERNA AUMENTOU MUITO NESSE PERÍODO, AGRAVANDO AS DESIGUALDADES SOCIAIS, POIS A RIQUEZA, QUE DEVERIA SER APLICADA EM MELHORES CONDIÇÕES DE SAÚDE E EDUCAÇÃO, FOI DESVIADA PARA PAGAMENTOS DE COMPROMISSOS ASSUMIDOS COM ORGANISMOS INTERNACIONAIS – FMI E BIRD.

22 COM O PESO DA DÍVIDA EXTERNA E OS SUCESSIVOS AUMENTOS DO PREÇO DO PETRÓLEO NO MERCADO INTERNACIONAL, O PAÍS VIVEU NOS ANOS 1980 O PERÍODO CONHECIDO COMO DÉCADA PERDIDA, QUANDO SE VERIFICOU UMA FORTE RETRAÇÃO DA PRODUÇÃO INDUSTRIAL E UM MENOR CRESCIMENTO DA ECONOMIA EM GERAL. COM O PESO DA DÍVIDA EXTERNA E OS SUCESSIVOS AUMENTOS DO PREÇO DO PETRÓLEO NO MERCADO INTERNACIONAL, O PAÍS VIVEU NOS ANOS 1980 O PERÍODO CONHECIDO COMO DÉCADA PERDIDA, QUANDO SE VERIFICOU UMA FORTE RETRAÇÃO DA PRODUÇÃO INDUSTRIAL E UM MENOR CRESCIMENTO DA ECONOMIA EM GERAL.

23 REGIME MILITAR DE 1964, O GOLPE MILITAR DE 64, GOVERNOS MILITARES, GOVERNO CASTELLO BRANCO, GOVERNO COSTA E SILVA, GOVERNO DA JUNTA MILITAR, GOVERNO MÉDICI, AI-5, GOVERNO GEISEL, GOVERNO FIGUEIREDO, REDEMOCRATIZAÇÃO, LEI DA ANISTIA, CAMPANHA DAS DIRETAS JÁ, CONSTITUIÇÃO DE REGIME MILITAR DE 1964, O GOLPE MILITAR DE 64, GOVERNOS MILITARES, GOVERNO CASTELLO BRANCO, GOVERNO COSTA E SILVA, GOVERNO DA JUNTA MILITAR, GOVERNO MÉDICI, AI-5, GOVERNO GEISEL, GOVERNO FIGUEIREDO, REDEMOCRATIZAÇÃO, LEI DA ANISTIA, CAMPANHA DAS DIRETAS JÁ, CONSTITUIÇÃO DE 1988.

24 A INDUSTRIALIZAÇÃO BRASILEIRA NA GLOBALIZAÇÃO. OS ANOS DE 1990 FORAM MARCADOS PELA GLOBALIZAÇÃO ECONÔMICA MUNDIAL, PELA POLÍTICA NEOLIBERAL E PELAS CRISES ECONÔMICAS EM PAÍSES EMERGENTES,COMO BRASIL. OS ANOS DE 1990 FORAM MARCADOS PELA GLOBALIZAÇÃO ECONÔMICA MUNDIAL, PELA POLÍTICA NEOLIBERAL E PELAS CRISES ECONÔMICAS EM PAÍSES EMERGENTES,COMO BRASIL.

25 EM CONSEQUÊNCIA, O CAPITAL TRANSNACIONAL PASSOU A CONTROLAR CADA VEZ MAIS NÃO SÓ A INDUSTRIALIZAÇÃO, MAS TAMBÉM TODA A ECONOMIA BRASILEIRA, INCLUINDO OS SETORES AGROPECUÁRIOS E DE SERVIÇOS. EM CONSEQUÊNCIA, O CAPITAL TRANSNACIONAL PASSOU A CONTROLAR CADA VEZ MAIS NÃO SÓ A INDUSTRIALIZAÇÃO, MAS TAMBÉM TODA A ECONOMIA BRASILEIRA, INCLUINDO OS SETORES AGROPECUÁRIOS E DE SERVIÇOS.

26 A INDÚSTRIA BRASILEIRA NO SÉCULO XXI O TERCEIRO MILÊNIO COMEÇOU INCERTO NÃO SÓ PARA A ECONOMIA BRASILEIRA, COMO TAMBÉM PARA A ECONOMIA MUNDIAL. O TERCEIRO MILÊNIO COMEÇOU INCERTO NÃO SÓ PARA A ECONOMIA BRASILEIRA, COMO TAMBÉM PARA A ECONOMIA MUNDIAL. GRANDES POTÊNCIAS, COMO ESTADOS UNIDOS E JAPÃO, ESTÃO EM RECESSÃO. GRANDES POTÊNCIAS, COMO ESTADOS UNIDOS E JAPÃO, ESTÃO EM RECESSÃO.

27 COMO O BRASIL TEM UMA ECONOMIA DEPENDENTE DE CAPITAIS EXTERNOS, APRESENTA FORTES REFLEXOS DESSA CRISE MUNDIAL. COMO O BRASIL TEM UMA ECONOMIA DEPENDENTE DE CAPITAIS EXTERNOS, APRESENTA FORTES REFLEXOS DESSA CRISE MUNDIAL. A DEPENDÊNCIA DA INDÚSTRIA BRASILEIRA É TAMBÉM DE TECNOLOGIA ESTRANGEIRA. A DEPENDÊNCIA DA INDÚSTRIA BRASILEIRA É TAMBÉM DE TECNOLOGIA ESTRANGEIRA.

28


Carregar ppt "A INDUSTRIALIZAÇÃO NO BRASIL. DO MODELO AGROEXPORTADOR à SUBSTITUIÇÃO DE IMPORTAÇÕES DURANTE O PERÍODO COLONIAL (1500-1822), ERA PRATICAMENTE PROIBIDA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google