A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Pressione as setas em seu teclado para avançar ou retroceder a apresentação.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Pressione as setas em seu teclado para avançar ou retroceder a apresentação."— Transcrição da apresentação:

1 Pressione as setas em seu teclado para avançar ou retroceder a apresentação

2 Análise do Oriente Médio As recentes ações militares de Israel

3 Recentemente, Israel lançou uma ampla ofensiva em diversas cidades palestinas. Mais de 10 cidades ocupadas Cerca de prisioneiros Milhares de armas apreendidas Fonte:

4 Alguns grupos têm afirmado que a ação israelense é injustificada e ilegal. Principais Afirmações 2) Os palestinos não têm outra alternativa para defender sua causa a não ser o terrorismo 3) O lider palestino Yasser Arafat não é responsável pelos atentados terroristas 1) Israel está cometendo um genocídio contra o povo palestino

5 Vamos analisar cada uma destas afirmações

6 Afirmação 1: Israel está cometendo um genocídio contra o povo palestino. O que é genocídio? Extermínio deliberado, parcial ou total, de uma comunidade, grupo étnico, racial ou religioso (fonte: Houaiss)

7 Vejamos se o que Israel está fazendo é realmente um genocídio. a) Israel tem um dos melhores exércitos do mundo, tanques, 440 aviões de combate e soldados Pergunta: se Israel quisesse realmente exterminar o povo palestino, qual seria o número de mortes diárias causadas? b) Nestes 18 meses de Intifada, morreram cerca de palestinos e 300 israelenses. São cerca de 2 palestinos por dia (até 7/abril/02 fonte: Quantas pessoas teriam morrido se o governo de Israel realmente desse ordens para o exército atirar? Fonte:

8 Vamos comparar alguns eventos históricos com a atual intifada. Número de Mortos Intifada Nota: as áreas dos quadrados acima são proporcionais ao número de mortos em cada evento. (até 7/abril/02 fonte: Holocausto

9 Quais são as proporções? Fontes: MEMRI Institute,

10 É possível que ocorram abusos por parte do exército de Israel. Estes devem ser investigados e punidos. No entanto, comparar as recentes ações militares a um genocídio é tão absurdo como afirmar que todo árabe é terrorista.

11 Afirmação 2: os palestinos não têm outra alternativa para defender sua causa a não ser o terrorismo. Eu estou fazendo isso para protestar contra a ocupação

12 Só se consegue concessões de Israel através do terror? Territórios entregues voluntariamente ao Egito em troca da paz. Paz com o Egito (1979) Paz com a Jordânia (1994)

13 Recordemos o que ocorreu em Camp David e Taba. Nas negociações de Camp David, 2000, e Taba, 2001, o governo Barak ofereceu as maiores concessões aos palestinos da história do Oriente Médio A oferta israelense era perfeita? Possivelmente não, mas era muito próxima das exigências palestinas e foi uma tentativa genuina de se resolver o conflito. Os palestinos podiam ter continuado nas negociações e conseguido pelo diálogo o que eles não estão conseguindo agora pelo terror. Oferta IsraelenseExigência PalestinaQuestões 97% da Cisjordânia e Gaza + 3% de terras em Israel 100% da Cisjordânia e Gaza Territórios Jerusalém Oriental Palestina Jerusalém 4 opções de cidadania aos refugiados. Número limitado irá para Israel Todos os refugiados poderão se tornar cidadãos de Israel Refugiados Fontes: MEMRI Institute, Palestinian Media Watchwww.haaretzdaily.com

14 E qual foi a resposta palestina a Camp David? Ao invés de permanecer nas negociações, a Autoridade Palestina lançou mão de uma revolta popular sanguenta e de uma onda de atentados contra Israel.

15 O terrorismo é a resposta legítima para a estagnação política das negociações? Fontes: Peace Watch, News Report Acordos de Oslo e Governo Rabin Uma das mais mortíferas ondas de atentados ocorreu durante o período de maior avanço nas negociações

16 O terror é injustificável Terrorismo não é alternativa à negociação Assim como Egito e Jordânia negociaram com Israel e hoje estão em paz, os palestinos podiam ter escolhido a via diplomática

17 Afirmação 3: Arafat não é responsável pelos atentados terroristas. Não estou conseguindo alcançar

18 O que Arafat diz? Em árabe, 3 dias antes: Em inglês: Fontes: Estou pronto a sacrificar 70 mártires para matar um israelense" (Na rádio oficial palestina 18 dezembro 2001) Eu condeno os atentados contra civis israelenses" (New York Times, 03/02/2002) O movimento Fatah orgulhosamente glorifica a sua heroina mártir, do campo Alamari, a mártir Wafa Idris (sobre a mulher-bomba, Ramalah, 31/01/2002)

19 Fontes: O que Arafat faz? Carta do grupo Brigadas de Mártires Al Aqsa para a Autoridade Palestina: "5) (…) Nós precisamos de uma média semanal de 5 a 9 cargas explosivas para esquadrões em diversas áreas O ministro das finanças de Arafat assinou este documento, financiando diretamente um grupo terrorista. Consequência….

20 Os obstáculos à paz Os atentados suicidas vão continuar até Israel acabar com a ocupação… Da Cisjordânia e Gaza? … de Israel. Hamas

21 Nos últimos anos, a população palestina tem sofrido uma verdadeira lavagem cerebral de ódio a Israel. Página 64 do livro oficial de 5a. série da Autoridade Palestina: não existe Israel A luta continuará até que toda a Palestina seja liberada" (Yasser Arafat, Rádio Voz da Palestina, 11/11/1995) Educação dos jovens

22 Em muitos casos, não se trata de construir a Palestina e sim de destruir Israel. Faixa comemorativa do atentado da pizzaria Sbarro Pintura palestina glorificando os atentados Crianças são educadas para odiar: que futuro está sendo construído?

23 Enquanto a educação para a paz não prevalecer, o banho de sangue no Oriente Médio continuará.

24 Somente o diálogo e respeito pelos direitos dos dois povos, judeu e palestino, poderão trazer a paz.

25 Compartilhe as suas opiniões conosco no Mais informações sobre Israel: No entanto, as recentes operações militares são legítima defesa contra uma onda de atentados que vêm ceifando centenas de vidas. Assim como qualquer democracia, Israel também erra. É totalmente válido criticar o governo e questionar as suas ações. Considerações finais. Qualquer governo do mundo tem o direito de defender os seus cidadãos. Apresentação preparada por um grupo de jovens brasileiros que acreditam na paz. Cabe agora aos palestinos renunciar definitivamente ao terror e a Israel apoiar qualquer iniciativa que leve ao fim deste terrível conflito. Nani


Carregar ppt "Pressione as setas em seu teclado para avançar ou retroceder a apresentação."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google