A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

VIVER, PARA QUÊ? A VIDA COM SENTIDO. A VIDA QUANDO É VIDA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "VIVER, PARA QUÊ? A VIDA COM SENTIDO. A VIDA QUANDO É VIDA."— Transcrição da apresentação:

1 VIVER, PARA QUÊ? A VIDA COM SENTIDO

2 A VIDA QUANDO É VIDA

3 A vida quando é vida Podes tê-la em tua mão Apertá-la com força Ou tocá-la com paixão. A VIDA QUANDO É VIDA

4 Queres apostar Que descobrimos o mistério Se nos fecharem o caminho Existe outra saída Juntos vamos encontrar A VIDA QUANDO É VIDA

5 Vamos à luta Esta é a vida que desejas Não podes continuar à margem É tempo de ser tempo E eu coragem te darei A VIDA QUANDO É VIDA

6 E digo não Digo não, digo não Escondido eu não ficarei Digo não, digo não Se espero o tempo dos milagres A vida vai fugir-me E eu nem sequer notarei A VIDA QUANDO É VIDA

7 E digo não Digo não, digo não Criança nem sempre serei Digo não, digo não Fechado nos meus pensamentos Vagueando no espaço sim ou não Isso não sei A VIDA QUANDO É VIDA

8 E digo não Digo não, digo não Aos dias cansativos não Digo não, digo não Aos mitos e à tristeza não Digo não, digo não A minha vida seguirei A VIDA QUANDO É VIDA

9 A vida é a tua vida Não a sabes enfrentar Se por vezes te assusta E conténs teu respirar A vida é a tua vida Não a sabes enfrentar Se por vezes te assusta E conténs teu respirar A VIDA QUANDO É VIDA

10 A vida é a tua vida Se lhe escutas o aviso E se te ensinar a amar Fazendo de ti um homem A VIDA QUANDO É VIDA

11 O Céu é límpido Podia ser muito mais cómodo Sem otimismos nem mentiras Poderá ver-se em frente Toda, toda a realidade A VIDA QUANDO É VIDA

12 E ao som da música Em cada homem a harmonia No fundo do mundo uma alma Ou traços de infinito certamente Encontraria A VIDA QUANDO É VIDA

13 E digo sim Digo sim, digo sim Por esta vida digo sim Digo sim, digo sim Por esta terra amiga e única Por esta vida frágil Companheiro eu serei A VIDA QUANDO É VIDA

14 E digo sim Digo sim, digo sim Ao meu planeta digo sim Digo sim, digo sim Caminharei pelas estradas Comigo vai a esperança Sozinho nunca estarei A VIDA QUANDO É VIDA

15 E digo sim Digo sim, digo sim A esta vida digo sim Digo sim, digo sim A esta terra digo sim Digo sim, digo sim Quero viver e viverei A VIDA QUANDO É VIDA

16 Aqui estarei A VIDA QUANDO É VIDA

17 Foi sem mais nem menos Que um dia selei a 125 azul Foi sem mais nem menos Que me deu para arrancar sem destino nenhum 125 AZUL

18 Foi sem graça, nem pensando na desgraça Que entrei pelo calor Sem pendura, que a vida já me foi dura Para insistir na companhia 125 AZUL

19 O tempo não me diz nada Nem o homem da portagem na entrada da autoestrada A ponte ficou deserta, nem sei mesmo se Lisboa 125 AZUL

20 Não partiu para parte incerta Viva o espaço que me fica pela frente e não me deixa recuar Sem paredes, sem ter portas nem janelas Nem muros para derrubar 125 AZUL

21 Talvez um dia me encontre Assim, talvez me encontre 125 AZUL

22 Curiosamente, dou por mim pensando onde isto me vai levar De uma forma ou de outra há-de haver uma hora para a vontade de parar 125 AZUL

23 Só que à frente, o bailado do calor vai-me arrastando para o vazio E com o ar na cara, vou sentido desafios que nunca ninguém sentiu 125 AZUL

24 Talvez um dia me encontre Assim, talvez me encontre 125 AZUL

25 Entre as dúvidas do que sou e onde quero chegar Um ponto preto quebra-me a solidão do olhar Será que existe em mim um passaporte para sonhar 125 AZUL

26 Será que existe em mim um passaporte para sonhar E a fúria de viver, é mesmo fúria de acabar 125 AZUL

27 Foi sem mais nem menos Que selou a 125 azul foi sem mais nem menos que partiu sem destino nenhum 125 AZUL

28 Foi com esperança, sem ligar muita importância àquilo que a vida quer Foi com força, acabar por se encontrar naquilo que ninguém quer 125 AZUL

29 Mas Deus, leva os que ama Só Deus, tem os que mais ama. 125 AZUL

30 Geme o restolho triste e solitário A embalar a noite escura e fria E a perder-se no olhar da ventania Que canta ao tom do velho campanário. RESTOLHO

31 Geme o restolho preso de saudade Esquecido, enlouquecido, dominado Escondido entre as sombras do montado Sem forças e sem cor e sem vontade. RESTOLHO

32 Geme o restolho a transpirar de chuva Nos campos que a ceifeira mutilou Dormindo em velhos sonhos que sonhou Na alma a mágoa enorme, intensa, aguda. RESTOLHO

33 Mas, é preciso morrer e nascer de novo Semear no pó e voltar a colher Há que ser trigo, depois ser restolho, Há que penar pra aprender a viver RESTOLHO

34 E a vida não é existir sem mais nada, A vida não é dia sim, dia não É feita em cada entrega alucinada A receber daquilo que aumenta o coração. RESTOLHO

35 Im out here on the the street Estou aqui na rua theres no one left to meet Não há ninguém para encontrar the things that were so sweet Aquilo que era tão doce STILLNESS OF HEART PAZ NO CORAÇÃO

36 no longer move my feet já não me faz mexer but I keep trying Mas continuo a tentar I keep on trying Continuo a tentar STILLNESS OF HEART PAZ NO CORAÇÃO

37 All that I want Tudo o que quero Is stillness of heart É paz no coração So I can start Para que possa começar STILLNESS OF HEART PAZ NO CORAÇÃO

38 To find my way A encontrar o meu caminho Out of the dark Para longe desta escuridão And into your heart E para perto do coração STILLNESS OF HEART PAZ NO CORAÇÃO

39 Ive got more than I can eat Tenho mais do que posso comer a life that cant be beat Uma vida que não pode ser melhor yet still i feel this heat mas sinto este calor STILLNESS OF HEART PAZ NO CORAÇÃO

40 im feeling incomplete Sinto-me incompleto What am I buying? O que compro? My soul is crying A minha alma chora STILLNESS OF HEART PAZ NO CORAÇÃO

41 Wheres the love? Onde está o amor? What is this world we live in? Que mundo é este onde vivemos? Wheres the love? Onde está o amor? STILLNESS OF HEART PAZ NO CORAÇÃO

42 Weve got to keep on giving Temos de continuar a dar Wheres the love? Onde está o amor? What happened to forgiving? Anyone? O que aconteceu ao perdão? Alguém? STILLNESS OF HEART PAZ NO CORAÇÃO

43 PARA INTERIORIZAR Leitor 1: Concede-nos, Senhor, viver cada momento em estreita ligação contigo. Todos: Nós queremos viver…

44 PARA INTERIORIZAR Leitor 2: Ajuda-nos a ver a luz que nos chega através das tuas palavras. Todos: Nós queremos viver projetados…

45 PARA INTERIORIZAR Leitor 1: Nós queremos caminhar na escola do teu Evangelho. Todos: Nós queremos viver projetados em Ti.

46 PARA INTERIORIZAR Leitor 2: Dá-nos a alegria de viver, que brota da tua presença. Todos: Nós queremos viver projetados em Ti.


Carregar ppt "VIVER, PARA QUÊ? A VIDA COM SENTIDO. A VIDA QUANDO É VIDA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google