A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PROGRAMAÇÃO ou LINGUAGEM C? Centro Federal de Educação Tecnológica da Paraíba Coordenação de Informática Professor: Lafayette B. Melo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PROGRAMAÇÃO ou LINGUAGEM C? Centro Federal de Educação Tecnológica da Paraíba Coordenação de Informática Professor: Lafayette B. Melo."— Transcrição da apresentação:

1 PROGRAMAÇÃO ou LINGUAGEM C? Centro Federal de Educação Tecnológica da Paraíba Coordenação de Informática Professor: Lafayette B. Melo

2 TÓPICOS 1. Introdução à Linguagem C 2. Operadores e Expressões 3. Estruturas de Controle 4. Entrada e Saída 5. Vetores 6. Strings 7. Funções 8. Ponteiros 9. Estruturas e Uniões 10. Arquivos Texto 11. Arquivos Binários

3 Operadores de diversos tipos manipulam variáveis (com diferentes nomes e vários tipos) e constantes para formar expressões. Teremos então que ver em maiores detalhes : Nomes de variáveis Tipos de Variáveis Uso de variáveis Constantes Operadores –Aritméticos –De atribuição –Lógicos …para aí chegarmos às expressões 2. Operadores e Expressões

4 Nomes de variáveis –Nomes utilizados para se fazer referência a variáveis, funções, rótulos e outros objetos são chamados identificadores e se utilizam das mesmas regras descritas adiante –Regras de formação: Os primeiros caracteres com letras ou sublinhados Os subsequentes com letras, números, sublinhados ou $. Ex.: cont, test23, alt_balanco Os 32 primeiros caracteres são significativos Letras maiúsculas e minúsculas tratadas de forma diferente Não pode ser igual a uma palavra reservada e não deve ser igual a uma função da biblioteca

5 Tipos de variáveis TIPOEXTENSÃOESCALA char80 a 255 int a float323.4E-38 a 3.4E+38 double641.7E-308 a 1.7E+308 void0sem valor –Modificadores: alteram os tipos base de forma que se adequem a uma situação específica. São eles: signed, unsigned, long e short 2. Operadores e Expressões

6 –Observações quanto aos modificadores: todos eles são aplicados a char e int, long pode ser aplicado a double signed com inteiro é redundante inteiro com sinal significa que tem um sinalizador no bit de ordem superior. Ex.: 127 é e -127 é a maioria dos computadores representará números negativos e, complemento de 2. Ex.: -127 como o número inteiro se fosse declarado como unsigned int seria Operadores e Expressões

7 TIPOEXTENSÃOESCALA char8-128 a 127 unsigned char80 a 255 signed char a 127 int a unsigned int160 a signed int a short int a unsigned short int160 a signed short int a long int a signed long int a unsigned long int320 a float323.4E-38 a 3.4E+38 double641.7E-308 a 1.7E+308 long double803.4E-4932 a 3.4E Operadores e Expressões

8 Exemplo que mostra a diferença de um inteiro com sinal e de um inteiro sem sinal: main() { int i;/*inteiro com sinal*/ unsigned int j;/*inteiro sem sinal*/ j = 60000; i =j; printf (%d %u,i,j); } 2. Operadores e Expressões

9 Exemplo com cuidados para limites com os tipos: main() { int i, j, k; char c, d, e; long tm; tm = time(0); for (i=0;i<10000;i++) for (j=0;j<10000;j++) for (k=0;k<10000;k++); printf(tempo para inteiros: %ld\n,time(0)-tm); tm = time(0); for (c=0;c<100;c++) for (d=0;d<100;d++) for (e=0;e<100;e++); printf(tempo para caracteres: %ld\n,time(0)-tm); } 2. Operadores e Expressões

10 Uso de variáveis –declaração: tipo lista_variáveis; Ex.: int cont; –Regras de escopo 1) fora de todas as funções; 2) dentro de uma função; 3) na declaração de parâmetros formais; 4) em um bloco condicional Constantes –valores fixos –as constantes de caracteres são entre aspas simples: a e % –constantes numéricas: 10 e Operadores e Expressões

11 int soma; /* variável global */ main() { int cont;/* variável local */ soma = 0; for (cont=0;cont<10;cont++) { total(cont); mostra(); } } mostra() total(x) { int x; int cont; /* local */ { for(cont=0;cont<10;cont++) soma = x + soma;printf(-); }printf(a soma e %d\n,soma); } Exemplo regras de escopo:

12 –Constantes de ponto flutuante exigem ponto decimal seguido do componente fracionário –Podem ter vários exemplos combinados –Constantes hexa: int hex=0xFF /*255 decimal*/ –Constantes octais: int oct=011 /*9 decimal*/ –Constantes de strings: conjunto de caracteres entre aspas. Ex. lafa, a # a –Constantes com barras invertidas: Ex.: ch=\t –Algumas constantes: \b-retrocesso, \f-alimentação de formulário, \n- nova linha, \r-retorno, \t-tab, \-aspas, \-aspas, \0-zero, \\-barra, \v-tab, \a-alerta, \N-octal, \x-hexa 2. Operadores e Expressões

13 Operadores –símbolo que manda o computador executar manipulações matemáticas ou lógicas –Categorias: aritméticos, de atribuição, de relação e lógicos e bit a bit, além dos operadores especiais –O que veremos: aritméticos, de relação e lógicos e de atribuição –Aritméticos: + - * / % O menos unário também é considerado operador -- e ++ Ex.: x++ e ++x, x-- e --x –Há uma diferença entre: x=10;x=10; y=++x;ey=x++; –Precedência: */% Operadores e Expressões

14 –De relação e lógicos: de relação - mostra as relações que os valores devem ter uns com os outros Lógicos - mostram a maneira como as relações podem ser concatenadas Relação: V- é qualquer valor não zero, F- um valor zero > >= < <= == != Lógicos: obedecem à tabela verdade && (AND) !! (OR) ! (NOT) pqp AND qp OR qNOT p > 5 && !(10 > 9) || 3<= 4 é V ou F? 1 && !(0 || 1) é V ou F? 2. Operadores e Expressões

15 Exemplo programa com operadores de relação: main() { int i, j; printf (digite dois numeros: ); scanf (%d %d,&i,&j); printf (%d == %d e %d\n, i, j, i == j); printf (%d != %d e %d\n, i, j, i != j); printf (%d <= %d e %d\n, i, j, i <= j); printf (%d >= %d e %d\n, i, j, i >= j); printf (%d < %d e %d\n, i, j, i < j); printf (%d > %d e %d\n, i, j, i > j); } 2. Operadores e Expressões

16 Exemplo programa com operadores lógicos: main() { int i, j; printf (digite dois numeros, 0 ou 1: ); scanf (%d %d, &i, &j); printf (%d AND %d e %d\n, i, j, i && j); printf (%d OR %d e %d\n, i, j, i || j); printf (NOT %d e %d\n, i, !i); } 2. Operadores e Expressões

17 Outro exemplo com operadores relacionais e lógicos: main() { int i; for (i=1;i<100;i++) if (!i%2) printf (%d,i); }

18 –De atribuição: = é permitido que seja utilizado com outros operadores x+=10 é o mesmo que x=x+10 posso usar operadores múltiplos: x=y=z=0; posso usar condicional: y = x > 9 ? 100 : 200; main() { int x, y, produto; printf(digite dois numeros: ); scanf (%d%d, &x, &y); if ((produto = x*y) < 0) printf (produto negativo\n); } 2. Operadores e Expressões Exemplo de atribuição:

19 Expressões –combinam operadores, constantes e variáveis –seguem as regras de álgebra –quando são misturados tipos diferentes em uma expressão, C converte de acordo com as regras char e short int ficam int, float fica double, se um valor é long double o outro fica long double se um valor é double o outro fica double se um valor é long o outro fica long se um valor é unsigned o outro fica unsigned –Forçando uma expressão a ser de um tipo (casts): Ex. (float) x/2; –Formato: (tipo) exp –Pode e devem ser usados espaçamentos e parênteses 2. Operadores e Expressões


Carregar ppt "PROGRAMAÇÃO ou LINGUAGEM C? Centro Federal de Educação Tecnológica da Paraíba Coordenação de Informática Professor: Lafayette B. Melo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google