A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Nasceu em Lisboa a 19 de Fevereiro de 1951. Licenciado em Arquitectura é hoje professor do Ensino Secundário (na Escola E.B 2/3 da Venda do Pinheiro),

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Nasceu em Lisboa a 19 de Fevereiro de 1951. Licenciado em Arquitectura é hoje professor do Ensino Secundário (na Escola E.B 2/3 da Venda do Pinheiro),"— Transcrição da apresentação:

1

2 Nasceu em Lisboa a 19 de Fevereiro de Licenciado em Arquitectura é hoje professor do Ensino Secundário (na Escola E.B 2/3 da Venda do Pinheiro), embora também seja guionista para televisão e cinema. Poeta, declamador, autor de letras para canções e de histórias para crianças, autor de textos para televisão, para rádio e para teatro e, também pintor nos tempos livres. Participou, entre muitas outras actividades, em teatro (como fundador e animador), participou em concursos de televisão, colaborou em programas de rádio e, tem trabalhado em adaptações de inúmeros textos teatrais ou televisivos.

3 Diário inventado de um menino já crescido Diário inventado de um menino já crescido Zulaida e o Poeta e outras histórias O dia em que o mar desapareceu O dia em que a mata ardeu Poemas com animais Poemas da Natureza Poemas para um dia feliz Alex ponto com

4 Zulaida e o Poeta e outras histórias

5 Era uma vez, uma jovem rapariga Alcmeia, a Rainha das Sombras, que era uma das jovens mais belas do mundo. Um dia o Deus Hélio mandou-a chamar. Hélio amava a beleza de Alcmeia por isso, antes de partir para muito longe, mandou construir um palácio tão belo e fantástico que não se via nenhum igual. Todas as pessoas diziam que o palácio era feito de ouro, mas na verdade o palácio era feito de finíssimos raios da grande cabeleira do sol. Também havia muitos outros monumentos lindíssimos, todos eles construídos pelo arquitecto prodígio, Nicolau Alceu. No entanto, toda a gente concordava que, de todas as obras, a melhor era o palácio mandado construir pelo Deus Hélio. Deus Hélio disse a Alcmeia que se ela fizesse uma promessa solene, o palácio seria dela. Alcmeia seria a Rainha das Sombras, porém não podia abandonar o palácio nem amar outro homem a não ser ele. Esta olhou para o palácio e não resistiu à proposta, jurou que faria tudo o que prometeu.

6 Todos os dias, Alcmeia, cumpria a sua promessa. Quando acabava o seu trabalho, voltava para o palácio, deitava-se na sua cama feita de pétalas de rosas e sentia-se muito feliz por ter chegado até onde queria. Certo dia, apareceu um cavaleiro, Eduardo Belarossa, num cavalo branco. Ele beijou-a e convidou-a para fazer uma viagem ao fundo mar. A jovem recusou o convite pois lembrou-se da promessa feita a Deus Hélio e continuou o seu trabalho. O Duque da Lua, Eduardo Belarossa, antes de partir, disse a Alcmeia que não era possível adiar o coração Nessa noite, Alcmeia não conseguia dormir, sentia-se muito triste. Quando acabou o seu trabalho, olhou em seu redor e viu que tudo tinha sombra excepto ela. Pensou que ficara perdida de si própria e então verificou que as sombras não tinham precisado da sua ajuda para se encolherem à medida que o sol voava pelo céu. Nesse momento, apercebeu-se que Eduardo Belarossa regressava ao seu encontro e a sua sombra estava montada na sombra do seu cavalo. Alcmeia rendeu-se ao coração, montou o cavalo e os dois partiram felizes.

7 Gostei muito! É uma história diferente, interessante, inspira-nos a alma e ensina-nos a cumprir as nossas promessas! Bárbara - 5ºA G o s t e i d a h i s t ó r i a p o r q u e é m u i t o b o n i t a e m á g i c a. M á r c i a - 5 º A Gostei muito do conto, porque Alcmeia parte com Eduardo Belarossa. Inês - 5ºC Gostei muito! È uma história romântica, interessante e amorosa. Ana Paula - 5ºA É uma história bonita e romântica. Tiago Costa - 5ºC

8 Era uma vez um rei que tinha uma filha chamada Zulaida, viviam num castelo que se situava no alto da Serra da Lua. O rei era muito forte e poderoso, por isso lhe chamavam rei Ismail O Furioso. O rei Ismail mandou os seus guardas espalharem a mensagem de que procurava um noivo para a sua filha Zulaida. Muitos foram os pretendentes que responderam à mensagem, mas como o rei não gostou de nenhum, mandou-os embora. A sua filha ficou muito triste, pois não teve a oportunidade de conhecer nenhum. Porém, toda a sua tristeza desapareceu, quando olhou para um homem diferente de todos os outros entrar no castelo. Os seus olhos cruzaram- se e nesse momento apaixonaram-se. Zulaida ficou envolta numa sensação diferente de todas as alegrias que tinha sentido na sua vida. Malik Alá, que era poeta, ficou deslumbrado pela beleza da princesa.

9 Malik falou com o rei e pediu a mão de sua filha, este não gostou dele e rejeitou-o. No entanto, o poeta insistiu e o rei furioso mandou-o atirar para a Serra da lua abaixo. Zulaida ficou de coração angustiado e ferido ao ver o seu amado atirado para um abismo. Da sua tristeza, derramou uma lágrima que se transformou numa ave clara e brilhante que salvou Malik Alá. Depois de ser salvo pela ave do amor, o poeta cantou durante cem dias e cem noites. As suas músicas destruíram o castelo e o exército. O Rei Ismail rendeu-se ao amor de Malik Alá e de Zulaida que viveram apaixonados.

10 Gostei muito deste conto. É interessante e ensina- nos a lutar por aquilo que queremos. Sara - 5ºA Gostei muito, foi uma das histórias mais bonitas que li. Tem desenhos fantásticos e é romântica. Carolina - 5ºA É uma história de amor verdadeiro. Tiago Filipe - 5ºC Gostei muito, porque no final o rei rende-se ao amor dos dois apaixonados. Sílvia - 5ºC É uma história fascinante e bonita de dois apaixonados que descobrem a força do amor. Rogério - 5ºC Gostei,porque nos conta uma bela história de amor. Pedro - 5ºA

11 Esta história fala-nos de um homem chamado Benjamim que fazia pássaros de latas e acreditava em coisas impossíveis. Ele vivia na Cidade-onde-todos-andam-com-pressa, fazia pássaros e era conhecido como o passarinheiro. As pessoas levavam latas para ele fazer os pássaros de que tanto gostava. Certo dia, apareceu na loja de Benjamim um engenheiro chamado Engenheiro que andava sempre ocupado, estes discutiram por causa do passarinheiro acreditar que um dia os seus pássaros iam cantar e voar, já o engenheiro dizia o contrário. Após a discussão, o engenheiro foi-se embora, Benjamim voltou para o seu trabalho, mas todos os habitantes concordavam com o engenheiro. Nesse ano, o Pai Natal partiu uma perna e, então, pediu ao seu amigo Rodolfo, a rena, para ouvir os desejos das pessoas, mas apenas para escolher os mais belos e originais.

12 Todos os habitantes, como era costume, pediram o mesmo, relógios à prova de água, só Benjamim fez um pedido diferente. No dia de Natal, os habitantes foram ver o que tinham no sapatinho e ficaram muito tristes e desiludidos ao verem que não tinham nenhuma prenda, até o engenheiro chorou. Apenas Benjamim ficou deslumbrado e muito feliz pois, quando saiu de sua casa, viu que os seus pássaros estavam a voar e a cantar, o seu sonho tinha-se realizado.

13 Gostei muito, é um conto muito bonito sobre o Natal. Beatriz - 5ºC Gostei! Tem histórias e ilustrações muito interessantes. Tiago Vieira - 5ºA É uma história bonita que desperta a nossa imaginação. Renata - 5ºA Gostei muito da história, porque faz-nos acreditar que os sonhos podem tornar-se realidade. Ricardo - 5ºA Achei a história excitante, divertida e mágica. Francisco - 5ºA

14 Uma forma de aprender e também uma maneira de podermos viajar e sonhar através das histórias que lemos. Pedro - 5ºA Importante e faz-nos bem! Andreia - 5ºA Uma aventura nunca esperada. Ana Rita - 5ºC Divertido! Sílvia - 5ºC Fantástico, é como se estivéssemos a viver a história, dentro de um mundo de letras Carolina - 5ºA Muito interessante, muito importante e muito divertido. Sara - 5ºA Bom e faz bem à mente. Tiago Costa - 5ºC Fundamental e ilumina a nossa alma. Bárbara - 5ºA Viver um espaço de escrita e de leitura. Chega-se a ser grande por aquilo que se lê e não por aquilo que se escreve. Ler é muita coisa… Mariana - 5ºC

15 Trabalho realizado pelas turmas 5ºA e 5ºC


Carregar ppt "Nasceu em Lisboa a 19 de Fevereiro de 1951. Licenciado em Arquitectura é hoje professor do Ensino Secundário (na Escola E.B 2/3 da Venda do Pinheiro),"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google