A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Missa da Vigília de Pentecostes SALVOS PELA ESPERANÇA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Missa da Vigília de Pentecostes SALVOS PELA ESPERANÇA."— Transcrição da apresentação:

1

2 Missa da Vigília de Pentecostes

3 SALVOS PELA ESPERANÇA

4 Deus é fiel no cumprimento de suas promessas.

5 A Ressurreição e Ascensão do Senhor aos céus, bem como a fé em

6 Jesus, foram condições indispensáveis para o derramamento

7 do Espírito sobre a Igreja, em Pentecostes.

8 O dom do Espírito não é um acontecimento passado, mas

9 atual, que se renova a cada dia na vida de todos nós.

10 Com muita alegria, iniciemos nossa celebração, cantando!

11

12 Canto de Abertura

13

14 Saudação

15 Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Amém.

16 Irmãos eleitos segundo a presciência de Deus Pai,

17 pela santificação do Espírito

18 para obedecer a Jesus Cristo

19 e participar da bênção da aspersão do seu sangue,

20 graça e paz vos sejam concedidas abundantemente.

21 Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo.

22

23 Ato Penitencial

24 Irmãos e irmãs, reconheçamos as nossas culpas

25 para celebrarmos dignamente os santos mistérios. (Silêncio)

26 Senhor, que, subindo ao céu,

27 nos presenteastes com o dom do Espírito,

28 tende piedade de nós.

29 Senhor, tende piedade de nós.

30 Cristo, que dais vida a todas as coisas

31 com o poder da vossa palavra,

32 tende piedade de nós.

33 Cristo, tende piedade de nós.

34 Senhor, Rei do universo e Senhor dos séculos,

35 tende piedade de nós.

36 Senhor, tende piedade de nós.

37 Deus todo- poderoso tenha compaixão de nós,

38 perdoe os nossos pecados

39 e nos conduza à vida eterna. Amém.

40

41 Hino de Louvor

42 Glória a Deus nas alturas e paz na terra aos homens por ele amados.

43 Senhor Deus, Rei dos céus, Deus Pai todo- poderoso.

44 Nós vos louvamos, nós vos bendizemos,

45 Nós vos adoramos, nós vos glorificamos,

46 Nós vos damos graças por vossa imensa glória.

47 Senhor Jesus Cristo, Filho unigênito,

48 Senhor Deus, Cordeiro de Deus, Filho de Deus Pai.

49 Vós, que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós.

50 Vós, que tirais o pecado do mundo, acolhei a nossa súplica.

51 Vós, que estais à direita do Pai, tende piedade de nós.

52 Só vós sois o Santo, só vós, o Senhor,

53 só vós, o Altíssimo, Jesus Cristo,

54 com o Espírito Santo, na glória de Deus Pai. Amém.

55

56 Oração da Coleta

57 Deus eterno e todo-poderoso,

58 quisestes que o mistério pascal

59 se completasse durante cinquenta dias,

60 até a vinda do Espírito Santo.

61 Fazei que todas as nações dispersas pela terra,

62 na diversidade de suas línguas,

63 se unam no louvor do vosso nome.

64 Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho,

65 na unidade do Espírito Santo.

66 Amém.

67

68 Deixando qualquer tipo de distração, aproximemo-nos atentos à Palavra de Deus que vai ser

69 proclamada, pois ela, no dizer do Apóstolo Paulo, “tem o condão de proporcionar a

70 sabedoria que conduz à salvação, pela fé em Jesus Cristo”.

71

72 PRIMEIRA LEITURA Ez 37,1-14

73 Leitura da Profecia de Ezequiel

74 Naqueles dias, 1 a mão do Senhor estava sobre mim

75 e por seu espírito ele me levou para fora

76 e me deixou no meio de uma planície cheia de ossos

77 2 e me fez andar no meio deles em todas as direções.

78 Havia muitíssimos ossos na planície

79 e estavam ressequidos.

80 3 Ele me perguntou: “Filho do homem,

81 será que estes ossos podem voltar à vida?”

82 E eu respondi: “Senhor Deus, só tu o sabes”.

83 4 E ele me disse: “Profetiza sobre estes ossos e dize:

84 ‘Ossos ressequidos, escutai a palavra do Senhor!’

85 5 Assim diz o Senhor Deus a estes ossos:

86 ‘Eu mesmo vou fazer entrar um espírito em vós

87 e voltareis à vida.

88 6 Porei nervos em vós, farei crescer carne

89 e estenderei a pele por cima.

90 Porei em vós um espírito, para que possais voltar à vida.

91 Assim sabereis que eu sou o Senhor’ ”.

92 7 Profetizei como me foi ordenado.

93 Enquanto eu profetizava,

94 ouviu-se primeiro um rumor, e logo um estrondo,

95 quando os ossos se aproximaram uns dos outros.

96 8 Olhei e vi nervos e carne crescendo sobre os ossos

97 e, por cima, a pele que se estendia.

98 Mas não tinham nenhum sopro de vida.

99 9 Ele me disse: “Profetiza para o espírito, profetiza, filho do homem!

100 Dirás ao espírito: ‘Assim diz o Senhor Deus:

101 Vem dos quatro ventos, ó espírito,

102 vem soprar sobre estes mortos,

103 para que eles possam voltar à vida’ ”.

104 10 Profetizei como me foi ordenado,

105 e o espírito entrou neles.

106 Eles voltaram à vida e puseram- se de pé:

107 era uma imensa multidão!

108 11 Então ele me disse:

109 “Filho do homem, estes ossos são toda a casa de Israel.

110 É isto que eles dizem:

111 ‘Nossos ossos estão secos, nossa esperança acabou,

112 estamos perdidos!’

113 12 Por isso, profetiza e dize- lhes:

114 ‘Assim fala o Senhor Deus:

115 “Ó meu povo, vou abrir as vossas sepulturas

116 e conduzir-vos para a terra de Israel;

117 13 e quando eu abrir as vossas sepulturas

118 e vos fizer sair delas, sabereis que eu sou o Senhor.

119 14 Porei em vós o meu espírito, para que vivais

120 e vos colocarei em vossa terra.

121 Então sabereis que eu, o Senhor, digo e faço’

122 – oráculo do Senhor –”.

123 Palavra do Senhor. Graças a Deus!

124

125 SALMO RESPONSORIAL Sl 103

126 Enviai o vosso Espírito, Senhor,

127 e da terra toda a face renovai.

128 Enviai o vosso Espírito, Senhor,

129 e da terra toda a face renovai.

130 1. Bendize, ó minha alma, ao Senhor!

131 Ó meu Deus e meu Senhor, como sois grande!

132 De majestade e esplendor vos revestis

133 e de luz vos envolveis como num manto.

134 Enviai o vosso Espírito, Senhor,

135 e da terra toda a face renovai.

136 2. Quão numerosas, ó Senhor, são vossas obras,

137 e que sabedoria em todas elas!

138 Encheu-se a terra com as vossas criaturas!

139 Bendize, ó minha alma, ao Senhor!

140 Enviai o vosso Espírito, Senhor,

141 e da terra toda a face renovai.

142 3. Todos eles, ó Senhor, de vós esperam

143 que a seu tempo vós lhes deis o alimento;

144 vós lhes dais o que comer e eles recolhem,

145 vós abris a vossa mão e eles se fartam.

146 Enviai o vosso Espírito, Senhor,

147 e da terra toda a face renovai.

148 4. Se tirais o seu respiro, eles perecem

149 e voltam para o pó de onde vieram;

150 enviais o vosso espírito e renascem

151 e da terra toda a face renovais.

152 Enviai o vosso Espírito, Senhor,

153 e da terra toda a face renovai.

154

155 SEGUNDA LEITURA Rm 8,22-27

156 Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos

157 Irmãos: 22 Sabemos que toda a criação, até ao tempo presente,

158 está gemendo como que em dores de parto.

159 23 E não somente ela, mas nós também,

160 que temos os primeiros frutos do Espírito,

161 estamos interiormente gemendo,

162 aguardando a adoção filial

163 e a libertação para o nosso corpo.

164 24 Pois já fomos salvos, mas na esperança.

165 Ora, o objeto da esperança

166 não é aquilo que a gente está vendo;

167 como pode alguém esperar o que já vê?

168 25 Mas, se esperamos o que não vemos,

169 é porque o estamos aguardando mediante a perseverança.

170 26 Também o Espírito vem em socorro da nossa fraqueza.

171 Pois nós não sabemos o que pedir, nem como pedir;

172 é o próprio Espírito que intercede em nosso favor,

173 com gemidos inefáveis.

174 27 E aquele que penetra o íntimo dos corações

175 sabe qual é a intenção do Espírito.

176 Pois é sempre segundo Deus

177 que o Espírito intercede em favor dos santos.

178 Palavra do Senhor. Graças a Deus!

179

180 Aclamação ao Evangelho

181

182 EVANGELHO Jo 7,37-39

183 O Senhor esteja convosco.

184 Ele está no meio de nós.

185 PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo † segundo João

186 Glória a vós, Senhor!

187 37 No último dia da festa, o dia mais solene,

188 Jesus, em pé, proclamou em voz alta:

189 “Se alguém tem sede, venha a mim, e beba.

190 38 Aquele que crê em mim, conforme diz a Escritura,

191 rios de água viva jorrarão do seu interior”.

192 39 Jesus falava do Espírito,

193 que deviam receber os que tivessem fé nele;

194 pois ainda não tinha sido dado o Espírito,

195 porque Jesus ainda não tinha sido glorificado.

196 Palavra da Salvação.

197 Glória a vós, Senhor!

198

199

200 Profissão de Fé (Símbolo Niceno- constantinopolitano)

201 Creio em um só Deus, Pai todo- poderoso,

202 criador do céu e da terra,

203 de todas as coisas visíveis e invisíveis.

204 Creio em um só Senhor, Jesus Cristo,

205 Filho Unigênito de Deus,

206 nascido do Pai antes de todos os séculos:

207 Deus de Deus, luz da luz,

208 Deus verdadeiro de Deus verdadeiro,

209 gerado, não criado,

210 consubstancial ao Pai.

211 Por ele todas as coisas foram feitas.

212 E por nós, homens, e para nossa salvação,

213 desceu dos céus:

214 (inclinar-se) e se encarnou pelo Espírito Santo,

215 no seio da virgem Maria, e se fez homem.

216 Também por nós foi crucificado

217 sob Pôncio Pilatos;

218 padeceu e foi sepultado.

219 Ressuscitou ao terceiro dia,

220 conforme as Escrituras,

221 e subiu aos céus,

222 onde está sentado à direita do Pai.

223 E de novo há de vir, em sua glória,

224 para julgar os vivos e os mortos;

225 e o seu reino não terá fim.

226 Creio no Espírito Santo,

227 Senhor que dá a vida,

228 e procede do Pai e do Filho;

229 e com o Pai e o Filho é adorado e glorificado:

230 ele que falou pelos profetas.

231 Creio na Igreja, una, santa, católica e apostólica.

232 Professo um só batismo

233 para remissão dos pecados.

234 E espero a ressurreição dos mortos

235 e a vida do mundo que há de vir. Amém.

236

237 Oração da Comunidade

238 1. Pai, que o vento que soprou em Pentecostes

239 sopre sempre sobre a Igreja, estreitando cada vez mais

240 os laços de fraternidade entre todos.

241 Mandai o vosso Espírito Santo!

242 2. Pai, que o milagre de Pentecostes aconteça em todas as

243 comunidades cristãs, superando todas as divisões e

244 assim todos se congreguem em torno de uma mesma fé.

245 Mandai o vosso Espírito Santo!

246 3. Pai, que o Espírito Santo encha os corações de

247 vossos filhos, acendendo neles o fogo do vosso amor.

248 Mandai o vosso Espírito Santo!

249 4. Pai, que todas as nossas atividades eclesiais

250 comecem e terminem sob a direção do Espírito Santo.

251 Mandai o vosso Espírito Santo!

252

253 Apresentação das Oferendas

254

255 Orai, irmãos e irmãs

256 para que o nosso sacrifício

257 seja aceito por Deus Pai todo- poderoso.

258 Receba o Senhor por tuas mãos este sacrifício,

259 para glória do seu nome,

260 para nosso bem e de toda a santa Igreja.

261

262 Oração sobre as Oferendas

263 Infundi, ó Deus, a bênção do vosso Espírito

264 nas oferendas aqui presentes

265 para que se acenda em vossa Igreja aquela caridade

266 que revela ao mundo o mistério da salvação.

267 Por Cristo, nosso Senhor.

268 Amém.

269

270 Prefácio: O mistério de Pentecostes.

271 O Senhor esteja convosco.

272 Ele está no meio de nós.

273 Corações ao alto.

274 O nosso coração está em Deus.

275 Demos graças ao Senhor, nosso Deus.

276 É nosso dever e nossa salvação.

277 Na verdade, é justo e necessário,

278 é nosso dever e salvação

279 dar-vos graças, sempre e em todo o lugar,

280 Senhor, Pai santo,

281 Deus eterno e todo-poderoso.

282 Para levar à plenitude os mistérios pascais,

283 derramastes, hoje, o Espírito Santo prometido,

284 em favor de vossos filhos e filhas.

285 Desde o nascimento da Igreja,

286 é ele quem dá a todos os povos

287 o conhecimento do verdadeiro Deus;

288 e une, numa só fé,

289 a diversidade das raças e línguas.

290 Por essa razão, transbordamos de alegria pascal,

291 e aclamamos vossa bondade,

292 cantando (dizendo) a uma só voz:

293 Santo, Santo, Santo...

294

295 Oração Eucarística I: Em Pentecostes

296 Pai de misericórdia,

297 a quem sobem nossos louvores,

298 nós vos pedimos por Jesus Cristo,

299 vosso Filho e Senhor nosso,

300 que abençoeis † estas oferendas

301 apresentadas ao vosso altar.

302 Abençoai nossa oferenda, ó Senhor!

303 Nós as oferecemos pela vossa Igreja

304 santa e católica:

305 concedei-lhe paz e proteção,

306 unindo-a num só corpo

307 e governando-a por toda a terra.

308 Nós as oferecemos também

309 pelo vosso servo o papa N.,

310 por nosso bispo N.,

311 e por todos os que guardam a fé

312 que receberam dos apóstolos.

313 Conservai a vossa Igreja sempre unida!

314 Lembrai-vos, ó Pai,

315 dos vossos filhos e filhas N. N.

316 e de todos os que circundam este altar;

317 dos quais conheceis a fidelidade

318 e a dedicação em vos servir.

319 Eles vos oferecem conosco

320 este sacrifício de louvor

321 por si e por todos os seus,

322 e elevam a vós as suas preces

323 para alcançar o perdão de suas faltas,

324 a segurança em suas vidas

325 e a salvação que esperam.

326 Lembrai-vos, ó Pai, de vossos filhos!

327 Em comunhão com toda a Igreja

328 celebramos o dia santo de Pentecostes

329 em que o Espírito Santo em línguas de fogo

330 manifestou-se aos Apóstolos.

331 Veneramos também a Virgem Maria

332 e seu esposo São José,

333 os santos Apóstolos e Mártires:

334 Pedro e Paulo, André, (Tiago e João,

335 Tomé, Tiago e Filipe,

336 Bartolomeu e Mateus,

337 Simão e Tadeu, Lino, Cleto, Clemente,

338 Sisto, Cornélio e Cipriano,

339 Lourenço e Crisógono,

340 João e Paulo, Cosme e Damião),

341 e todos os vossos Santos.

342 Por seus méritos e preces

343 concedei-nos sem cessar a vossa proteção.

344 (Por Cristo, Senhor nosso. Amém).

345 Em comunhão com toda a Igreja aqui estamos!

346 Recebei, ó Pai, com bondade,

347 a oferenda dos vossos servos

348 e de toda a vossa família;

349 dai-nos sempre a vossa paz,

350 livrai-nos da condenação

351 e acolhei-nos entre os vossos eleitos.

352 Dignai-vos, ó Pai,

353 aceitar e santificar estas oferendas,

354 a fim de que se tornem para nós

355 o Corpo e o Sangue de Jesus Cristo,

356 vosso Filho e Senhor nosso.

357 Santificai nossa oferenda, ó Senhor!

358 Na noite em que ia ser entregue,

359 ele tomou o pão em suas mãos,

360 elevou os olhos a vós, ó Pai,

361 deu graças e o partiu

362 e deu a seus discípulos, dizendo:

363 TOMAI, TODOS, E COMEI:

364 ISTO É O MEU CORPO,

365 QUE SERÁ ENTREGUE POR VÓS.

366

367 Do mesmo modo,

368 ao fim da ceia, ele tomou o cálice em suas mãos,

369 deu graças novamente,

370 e o deu a seus discípulos, dizendo:

371 TOMAI, TODOS, E BEBEI:

372 ESTE É O CÁLICE DO MEU SANGUE,

373 O SANGUE DA NOVA E ETERNA ALIANÇA,

374 QUE SERÁ DERRAMADO POR VÓS E POR TODOS

375 PARA REMISSÃO DOS PECADOS.

376 FAZEI ISTO EM MEMÓRIA DE MIM.

377

378 Eis o mistério da fé!

379 Anunciamos, Senhor, a vossa morte

380 e proclamamos a vossa ressurreição.

381 Vinde, Senhor Jesus!

382 Celebrando, pois, a memória

383 da paixão do vosso Filho,

384 da sua ressurreição dentre os mortos

385 e gloriosa ascensão aos céus,

386 nós, vossos servos,

387 e também vosso povo santo,

388 vos oferecemos, ó Pai,

389 dentre os bens que nos destes,

390 o sacrifício perfeito e santo,

391 pão da vida eterna

392 e cálice da salvação.

393 Recebei, ó Senhor, a nossa oferta!

394 Recebei, ó Pai, esta oferenda,

395 como recebestes a oferta de Abel,

396 o sacrifício de Abraão

397 e os dons de Melquisedeque.

398 Nós vos suplicamos

399 que ela seja leva à vossa presença,

400 para que, ao participarmos deste altar,

401 recebendo o Corpo e o Sangue de vosso Filho,

402 sejamos repletos de todas as graças

403 e bênçãos do céu.

404 Recebei, ó Senhor, a nossa oferta!

405 Lembrai-vos, ó Pai,

406 dos vossos filhos e filhas N. N.

407 que partiram desta vida,

408 marcados com o sinal da fé.

409 A eles, e a todos os que adormeceram no Cristo,

410 concedei a felicidade, a luz e a paz.

411 Lembrai-vos, ó Pai, dos vossos filhos!

412 E a todos nós pecadores,

413 que confiamos na vossa imensa misericórdia,

414 concedei, não por nossos méritos,

415 mas por vossa bondade,

416 o convívio dos Apóstolos e Mártires:

417 João Batista e Estêvão,

418 Matias e Barnabé,

419 (Inácio, Alexandre, Marcelino e Pedro;

420 Felicidade e Perpétua, Águeda e Luzia,

421 Inês, Cecília, Anastácia)

422 e todos os vossos santos.

423 Por Cristo, Senhor nosso.

424 Concedei-nos o convívio dos eleitos!

425 Por ele não cessais de criar

426 e santificar estes bens

427 e distribuí-los entre nós.

428 Por Cristo, com Cristo, em Cristo,

429 a vós, Deus Pai todo-poderoso,

430 na unidade do Espírito Santo,

431 toda a honra e toda a glória,

432 agora e para sempre. Amém.

433

434 Rito da Comunhão

435 Guiados pelo Espírito de Jesus

436 e iluminados pela sabedoria do Evangelho, ousamos dizer:

437 Pai nosso que estais nos céus,

438 santificado seja o vosso nome;

439 venha a nós o vosso reino,

440 seja feita a vossa vontade,

441 assim na terra como no céu;

442 o pão nosso de cada dia nos dai hoje;

443 perdoai-nos as nossas ofensas,

444 assim como nós perdoamos

445 a quem nos tem ofendido;

446 e não nos deixeis cair em tentação,

447 mas livrai-nos do mal.

448 Livrai-nos de todos os males, ó Pai,

449 e dai-nos hoje a vossa paz.

450 Ajudados pela vossa misericórdia,

451 sejamos sempre livres do pecado

452 e protegidos de todos os perigos,

453 enquanto, vivendo a esperança,

454 aguardamos a vinda do Cristo Salvador.

455 Vosso é o reino, o poder e a glória para sempre!

456 Senhor Jesus Cristo,

457 dissestes aos vossos Apóstolos:

458 Eu vos deixo a paz, eu vos dou a minha paz.

459 Não olheis os nossos pecados,

460 mas a fé que anima vossa Igreja;

461 dai-lhe, segundo o vosso desejo,

462 a paz e a unidade.

463 Vós, que sois Deus, com o Pai e o Espírito Santo.

464 Amém.

465 A paz do Senhor esteja sempre convosco.

466 O amor de Cristo nos uniu.

467 No Espírito de Cristo ressuscitado,

468 saudai-vos com um sinal de paz.

469

470 Cordeiro de Deus,

471 que tirais o pecado do mundo,

472 tende piedade de nós.

473 Cordeiro de Deus,

474 que tirais o pecado do mundo,

475 tende piedade de nós.

476 Cordeiro de Deus,

477 que tirais o pecado do mundo, dai-nos a paz.

478 Eu sou a luz do mundo;

479 quem me segue não andará nas trevas,

480 mas terá a luz da vida.

481 Eis o Cordeiro de Deus,

482 que tira o pecado do mundo.

483 Senhor, eu não sou digno(a)

484 de que entreis em minha morada,

485 mas dizei uma palavra e serei salvo(a).

486

487 Canto da comunhão

488

489 Oração depois da Comunhão

490 Aproveite-nos, ó Deus,

491 a comunhão nesta Eucaristia,

492 para que vivamos sempre inflamados por aquele Espírito

493 que derramastes sobre os vossos Apóstolos.

494 Por Cristo, nosso Senhor.

495 Amém.

496

497 Bênção e Despedida

498 O Senhor esteja convosco!

499 Ele está no meio nós.

500 Deus, o Pai das luzes,

501 que (hoje) iluminou os corações dos discípulos,

502 derramando sobre eles o Espírito Santo,

503 vos conceda a alegria de sua bênção

504 e a plenitude dos dons do mesmo Espírito.

505 Amém.

506 Aquele fogo, descido de modo admirável sobre os discípulos,

507 purifique os vossos corações de todo mal

508 e vos transfigure em sua luz.

509 Amém.

510 Aquele que na proclamação de uma só fé

511 reuniu todas as línguas

512 vos faça perseverar na mesma fé,

513 passando da esperança à realidade.

514 Amém.

515 Abençoe-vos Deus todo- poderoso,

516 Pai e Filho † e Espírito Santo.

517 Amém.

518 A alegria do Senhor seja a vossa força;

519 ide em paz e o Senhor vos acompanhe.

520 Graças a Deus.

521

522 Canto Final

523


Carregar ppt "Missa da Vigília de Pentecostes SALVOS PELA ESPERANÇA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google