A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

MOUSE LASER Trabalho da disciplina de Física 4 Universidade Tecnológica Federal do Paraná 2010 Bruno Sabino, Gustavo Piza, Julio Morais, Juliano Morais,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "MOUSE LASER Trabalho da disciplina de Física 4 Universidade Tecnológica Federal do Paraná 2010 Bruno Sabino, Gustavo Piza, Julio Morais, Juliano Morais,"— Transcrição da apresentação:

1 MOUSE LASER Trabalho da disciplina de Física 4 Universidade Tecnológica Federal do Paraná 2010 Bruno Sabino, Gustavo Piza, Julio Morais, Juliano Morais, Mario Menezes e Maurício Nardi.

2 INTRODUÇÃO  Linha do tempo  1960 : Invenção (Mouse mecânico);  1984 : Apple Macintosh (popularização);  1999 : Consolidação do Mouse Óptico;  2004 : Industrialização do Mouse LASER.

3 INTRODUÇÃO O que é LASER ? Light Amplification by Stimulated Emission Radiation É um dispositivo que produz radiações eletromagnéticas cujas características destas são: monocromática, coerente e coliminada. É um dispositivo que produz radiações eletromagnéticas cujas características destas são: monocromática, coerente e coliminada.

4 MOUSE MECÂNICO MOUSE MECÂNICO Externo

5 MOUSE MECÂNICO MOUSE MECÂNICO Interno

6 MOUSE MECÂNICO 3- Os discos maiores são os codificadores e possuem furos em linha pela borda; 4- LED infravermelhos emitem luz em direção aos furos dos discos decodificadores; 5- Sensores do outro lado dos discos decodificadores captam o pulsar de luz que são então convertidos em velocidades de movimento X e Y. 1- Mover o mouse rola a bolinha; 2- Os discos tocam na bolinha e transferem o movimento para discos maiores;

7 MOUSE ÓPTICO Externo LED VERMELHO Parte inferior do mouse MOUSE ÓPTICO

8 Mouses ópticos utilizam um LED (Light Emission Diode) para captar o movimento ocorrido na superfície abaixo do mouse. LED VERMELHO

9 MOUSE ÓPTICO Funcionamento de um mouse óptico

10 MOUSE LASER

11 Diodo LASER Produz luz monocromática e coerente. Principal Diferença: Origem da fonte de energia – corrente elétrica. Meio ativo – junção P N. MOUSE LASER DIODO SEMICONDUTOR

12 MOUSE LASER Como em um LED, a junção é diretamente polarizada e há recombinação de cargas, que ocorre quando os elétrons passam da camada n para a camada p, produz fótons de luz visível ou de infravermelho.

13 MOUSE LASER O que ocorre neste tipo de dispositivo é que a circulação de uma corrente pela junção, quando polarizada no sentido direto, faz com que os elétrons do material saltem de suas órbitas absorvendo energia. O que ocorre neste tipo de dispositivo é que a circulação de uma corrente pela junção, quando polarizada no sentido direto, faz com que os elétrons do material saltem de suas órbitas absorvendo energia. Quando a energia é devolvida o dispositivo emite então a radiação que caracteriza o LASER.

14 MOUSE LASER CIRCUITO DE UM MOUSE LASER λ = 848 nm

15 FUNCIONAMENTO Superfície hipotética de um mouse LASER ou LED O mouse LASER e o mouse LED possuem o mesmo sistema de funcionamento A área contornada em PRETO mostra a superfície inicialmente observada pelo sensor do mouse. Movendo-se o mouse para a esquerda e para cima o campo de foco agora é a área contornada em VERMELHO.

16 FUNCIONAMENTO O sensor do mouse é essencialmente uma câmera. Para a perspectiva do sensor ele é capaz de gravar duas imagens A e B. Cada subdivisão representa um pixel na matriz do sensor. A flecha vermelha mostra a direção do movimento.

17 FUNCIONAMENTO Pode-se dizer o mouse se moveu uma distância igual a -3 pixels na direção X e +2 pixels na direção Y.

18 FUNCIONAMENTO 1- Luz por LED ou por LASER; 2- Lente Condensadora (para concentrar melhor a luz); 3- Superfície; 4- Lente-objetiva para projeção da área iluminada pela luz no sensor; 5- Circuito Integrado com sensor para captura da imagem projetada pela lente-objetiva.

19  Mini câmera e um diodo LASER IR ou LED;  Uma luz proveniente ilumina a superfície piscando a uma cadência acima de vezes por segundo;  Diodo reflete luz para o sensor CMOS (Complementary Metal Oxid Semiconductor);  CMOS envia cada imagem para um Processador Digital de Imagens DSP (Digital Signal Processor);  O DSP é capaz de perceber variações nos padrões de imagens e codifica essas informações para coordenadas no computador;  O computador move o cursor na tela baseado nas coordenadas recebidas pelo mouse. Isto acontece centenas de vezes a cada segundo, fazendo com que o cursor se mova suavemente. FUNCIONAMENTO

20 MOUSE ÓTICO x MOUSE LASER Mouse Óptico Mouse LASER até 800 DPIaté 2000 DPI até 800 DPIaté 2000 DPI DPI (Dots Per Inch) Pontos Por Polegada A resolução do mouse é definida como o menor movimento que ele consegue identificar. O mouse LASER aumenta em 20 vezes a resolução.

21 VANTAGENS e DESVANTAGENS Mouse LED • mais barato • menos sensível • limitação de reflexão Mouse LASER • mais caro • mais sensível • reflete em qualquer superfície


Carregar ppt "MOUSE LASER Trabalho da disciplina de Física 4 Universidade Tecnológica Federal do Paraná 2010 Bruno Sabino, Gustavo Piza, Julio Morais, Juliano Morais,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google