A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

50 ANOS DA ENGENHARIA FLORESTAL NO BRASIL Prof. GUIDO ASSUNÇÃO RIBEIRO Belo Horizonte – MG - 2010 UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "50 ANOS DA ENGENHARIA FLORESTAL NO BRASIL Prof. GUIDO ASSUNÇÃO RIBEIRO Belo Horizonte – MG - 2010 UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA."— Transcrição da apresentação:

1 50 ANOS DA ENGENHARIA FLORESTAL NO BRASIL Prof. GUIDO ASSUNÇÃO RIBEIRO Belo Horizonte – MG UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA FLORESTAL

2 Ciência que trata do ordenamento científico das florestas para a produção contínua de bens e serviços. Procura sistematizar conhecimentos aplicáveis ao manejo, à utilização e à proteção dos recursos florestais, de modo a obter os maiores benefícios para a sociedade com o mínimo impacto no ambiente e com a conservação dos recursos para as gerações atuais e futuras SUSTENTABILIDADE ENGENHARIA x BIOLOGIA ENGENHARIA FLORESTAL

3  Forma de admissão: Vestibular; Vagas ociosas  Número de vagas/ano: 60  Provas Específicas: Biologia e Matemática  Número de alunos matriculados: 330  Corpo docente (do DEF): 34 Professores – Doutores ENGENHARIA FLORESTAL - UFV

4  A duração do curso de Engenharia Florestal tem duração de 5 (cinco) anos em período integral de dedicação dos alunos.  Os primeiros 3 (três) anos se destinam às matérias básicas, às matérias correlatas e às matérias profissionalizantes essenciais.  Os últimos 2 (dois) anos são dedicados às matérias profissionalizantes específicas das áreas de atuação  Trabalho de final de curso ou estágio profissionalizante - podendo o aluno ter a opção de cursar um maior número de disciplinas optativas dentro das quatros áreas de atuação. O CURSO DE ENGENHARIA FLORESTAL

5 Ambiência Tecnologia da Madeira Silvicultura Manejo Florestal ENGENHARIA FLORESTAL ENGENHARIA FLORESTAL - UFV

6 1 crédito = unidade de medida de trabalho escolar, corresponde a 15 horas de aula Ex. 4 (2 – 2) 60 Crédito (Teórica – Prática) Horas 1aula teórica= duração de 1 hora 1aula prática= duração de 2 horas DISCIPLINA

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16 Setor de Dendrologia Viveiro Florestal Setor de Silvicultura Laboratório de Sementes Florestais Laboratório Ecologia e Fisiologia Laboratório de Conservação da Natureza e Incêndios Florestais Laboratório de Geoprocessamento Laboratório de Manejo Laboratório de Ergonomia Lab. de Painéis e Energia da Madeira Lab. de Propriedades físicas e Mecânicas Laboratório de Celulose e Papel Estação de pesquisas, treinamento e educação ambiental: Mata do Paraíso Biblioteca e Lab. de informática setorial Setor de Dendrologia Viveiro Florestal Setor de Silvicultura Laboratório de Sementes Florestais Laboratório Ecologia e Fisiologia Laboratório de Conservação da Natureza e Incêndios Florestais Laboratório de Geoprocessamento Laboratório de Manejo Laboratório de Ergonomia Lab. de Painéis e Energia da Madeira Lab. de Propriedades físicas e Mecânicas Laboratório de Celulose e Papel Estação de pesquisas, treinamento e educação ambiental: Mata do Paraíso Biblioteca e Lab. de informática setorial 1.Laboratório e Viveiro de Pesquisa Florestal 2.Laboratório de Dendrologia 3.Laboratório Ecologia e Fisiologia Florestal 4.Laboratório de Sementes Florestais 5.Laboratório de Incêndios Florestais e de Conservação da Natureza 6.Laboratório de Hidrologia Florestal 7.Laboratório de Restauração Florestal 8.Estação de Pesquisa, Trein to e Educ. Amb. Mata do Paraíso INFRAESTRUTURA do DEF/UFV INFRA-ESTRUTURA

17 Setor de Dendrologia Viveiro Florestal Setor de Silvicultura Laboratório de Sementes Florestais Laboratório Ecologia e Fisiologia Laboratório de Conservação da Natureza e Incêndios Florestais Laboratório de Geoprocessamento Laboratório de Manejo Laboratório de Ergonomia Lab. de Painéis e Energia da Madeira Lab. de Propriedades físicas e Mecânicas Laboratório de Celulose e Papel Estação de pesquisas, treinamento e educação ambiental: Mata do Paraíso Biblioteca e Lab. de informática setorial Setor de Dendrologia Viveiro Florestal Setor de Silvicultura Laboratório de Sementes Florestais Laboratório Ecologia e Fisiologia Laboratório de Conservação da Natureza e Incêndios Florestais Laboratório de Geoprocessamento Laboratório de Manejo Laboratório de Ergonomia Lab. de Painéis e Energia da Madeira Lab. de Propriedades físicas e Mecânicas Laboratório de Celulose e Papel Estação de pesquisas, treinamento e educação ambiental: Mata do Paraíso Biblioteca e Lab. de informática setorial 9.Laboratório de Geoprocessamento 10.Laboratório de Ergonomia 11.Laboratório de Manejo Florestal 12.Laboratório de Painéis e Energia da Madeira 13.Laboratório de Propriedades da Madeira 14.Laboratório de Resíduos da Indústria Florestal 15.Laboratório de Celulose e Papel 16.Laboratório Setorial de Informática 17.Biblioteca Setorial INFRA-ESTRUTURA do DEF/UFV INFRA-ESTRUTURA

18 Obrigado pela atenção

19 Avaliação de Impactos Ambientais Manejo de Bacias Hidrográficas, Manejo de Fauna Silvestre Gestão Ambiental, Manejo do Fogo no Meio Rural Recuperação de Áreas Degradadas, Ecoturismo Economia Ambiental, Incêndios Florestais Recursos Naturais e Manejo de Ecossistemas Unidades de Conservação, Analise de Risco Conservação de Recursos Naturais Renováveis Arborização Urbana Planejamento de Parques, Planejamento Paisagístico Educação e Interpretação Ambiental Meio Ambiente

20 Cultura de Essências Exóticas e Nativas Dendrologia, Ecologia Florestal Tecnologia e Produção de Sementes Florestais Propagação de Espécies Florestais Práticas Silviculturais Genética e Melhoramento Florestal Sistemas Agro-florestais Silvicultura Clonal Solos e Fertilização Florestal Biotecnologia Florestal Silvicultura

21 Economia Florestal, Gestão da Qualidade Planejamento e Sistemas de Colheita Florestal Gestão de Pequenos e Médios Empreendimentos Florestais Política, Legislação e Administração Florestal Ergonomia, Estradas e Transportes Florestais Estrutura, Dinâmica e Manejo de Florestas Manejo Florestal, Dendrometria, Inventário Florestal Hidrologia Florestal Fotogrametria e Foto-interpretação, Sensoriamento Remoto Manejo Florestal

22 Tecnologia da Madeira Tecnologia de produção de celulose e papel Serraria e secagem Tecnologia de produção de adesivos e painéis Energia da madeira Física da Madeira Qualidade da Madeira Estruturas e construções de Madeira Indústria moveleira Anatomia da madeira Preservação da madeira Produtos não-madeireiro


Carregar ppt "50 ANOS DA ENGENHARIA FLORESTAL NO BRASIL Prof. GUIDO ASSUNÇÃO RIBEIRO Belo Horizonte – MG - 2010 UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google