A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

MARCOS ANDRÉ GONÇALVES COORDENADOR DIDÁTICO DO COLEGIADO DO CURSO DE BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Bacharelado em Sistemas de Informação.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "MARCOS ANDRÉ GONÇALVES COORDENADOR DIDÁTICO DO COLEGIADO DO CURSO DE BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Bacharelado em Sistemas de Informação."— Transcrição da apresentação:

1 MARCOS ANDRÉ GONÇALVES COORDENADOR DIDÁTICO DO COLEGIADO DO CURSO DE BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Bacharelado em Sistemas de Informação

2 Curso de Sistemas de Informação O que é? Curso que tem a computação como atividade meio O que isso significa? o Curso visa a formação de recursos humanos para desenvolver e aplicar tecnologias da computação na solução de problemas e questões da sociedade e, em particular, das organizações.

3 Perfil do Egresso - Atuação Desenvolvimento tecnológico de Sistemas de Informação Analista de software e hardware ligado a desenvolvimento e suporte de sistemas Consultor nas áreas relacionadas com software e hardware Administração de setores ligados à tecnologia de informação Empreendedor Incubadora de empresas Criação do seu próprio negócio Pesquisador e docente na área de Computação Atuação em laboratórios de pesquisa e universidades

4 Características do Curso Interdisciplinaridade Formação sólida básica em Computação, Matematica, Teoria dos Sistemas, Engenharia de Software, Administração, Economia e Ciencia de Informação Flexibilidade Permite a escolha por parte do aluno do seu percurso curricular Variedade de perfis de prática profissional Articulação entre teoria e prática Prática parte das disciplinas (trabalhos práticos e atividades de laboratório Créditos associados a atividades voltadas para a inserção no mercado ou para a formação científica

5 Ciência da Computação Matemática Economia Ciências da Informação Administração Ciências Contábeis ? Interdisciplinaridade

6 Estrutura do Curso Premissas básicas: 1. Funcionar como um fluxo articulado de aquisição de saber, em um período delimitado de tempo, tendo como base a flexibilidade, a diversidade e o dinamismo do conhecimento, da ciência e da prática profissional; 2. Oferecer alternativas de trajetórias, ou seja, um curso deve ser entendido como um percurso; 3. Oferecer ao aluno orientação e liberdade para definir o seu percurso; 4. Oferecer condições de acesso simultâneo a conhecimentos, habilidades específicas e atitudes formativas na sua área profissional e em pelo menos uma área complementar; e 5. Possibilitar o aproveitamento de várias atividades acadêmicas para fins de integralização curricular.

7 Componentes Curriculares Formação Específica Conjunto que todo o egresso do bacharelado deve cursar. Formação Complementar Conjuntos de disciplinas que darão ao aluno uma formação mais especializada em uma subárea não tecnológica como Ciência da Informação, Administração e Estatística ou proposta pelo próprio aluno. Formação Livre Conjunto de disciplinas que têm por objetivo ampliar a formação horizontal do aluno em áreas fora da Ciência da Computação, da Informação, e da Administração

8 Formação Específica Devidida em três areas: Formação básica: Computação: Programação, Computação e Algoritmos, e Arquitetura de Computadores Matematica: Matemática Discreta e Lógica, Matemática Contínua, Estatística Formação tecnológica: Bancos de Dados, Engenharia de Software, Redes de Computadores, e outras Formação Humanística: Princípios de História da Ciência da Computação, Empreendedorismo, Ética, Sociologia, Filosofia

9 Formação Complementar Conteúdos fundamentais nas Áreas de Ciências Administrativas, Econômicas e Contábeis Formação Complementar Fechada: Teoria e Gestao da Informação (5 disciplinas), Organização e Tratamento da Informação (14 disciplinas), Ciencias Atuariais (9 disciplinas), Estatistica (6 disciplinas), Finanças (13 disciplinas), Mercadologia (9 disciplinas), Recursos Humanos/Organizações (10 disciplinas), Produção e Serviços (8 disciplinas), Administração Geral (9 disciplinas) Aberta: a ser aprovada pelo Colegiado Optativas em Computação De 24 a 40 créditos

10 Flexibilização Horizontal Permite ao aluno a integralização de créditos em atividades que sejam afins ao curso e contribuam efetivamente para a sua formação Maximo de 8 créditos a serem integralizados dentro da carga horaria de optativas Modalidades de atividades contempladas: 1. Iniciação cientifica 2. Estagio 3. Empresa junior 4. Empreendedorismo 5. Discussoes tematicas 6. Participação em eventos

11 Flexibilização Horizontal - Estágio É um mecanismo de complementação de aprendizagem Recomendado a partir do quinto período Cada estágio com duração entre 4 e 6 meses. O aluno pode fazer no máxima dois anos de estágio. Jornada máxima de 20 horas semanais. Requisitos Campo de estágio (ofertante) deve ter convênio com a UFMG Plano de trabalho com indicação de supervisor Avaliação por parte de um professor orientador

12 Flexibilização Horizontal Iniciação Científica Referente à participação do aluno em projetos de Iniciação Científica com duração mínima de 06 meses e cumprimento de carga horária de 20 (vinte) horas semanais, são atribuídos 4 (quatro) créditos. A avaliação se dará através de apresentação de resultados ao professor orientador sob a forma de relatório.

13 Flexibilização Horizontal Empresa Júnior Referente à participação do aluno em projetos da Empresa Júnior com duração mínima de 01 mês e cumprimento de carga horária de 30 (trinta) horas, será atribuído 1 (um) crédito. A avaliação se dará através de apresentação de resultados ao professor orientador sob a forma de relatório.

14 Flexibilização Horizontal Participação em eventos É atribuído 1 (um) crédito por trabalho apresentado em evento técnico-científico qualificado a critério do colegiado. A avaliação será realizada mediante entrega de cópia do trabalho apresentado e comprovação de apresentação do trabalho no evento.

15 Flexibilização Horizontal Empreendedorismo Referente à participação do aluno em projetos de Empreendedorismo com duração mínima de 01 mês e cumprimento de carga horária de 30 (trinta) horas, será atribuído 1 (um) crédito. A avaliação se dará através de apresentação de resultados ao professor orientador sob a forma de relatório.

16 BSI no DCC/UFMG Curso de alta qualidade e certificado pelo MEC Nota maxima na avaliação do MEC em todos os quesitos Melhor desempenho no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (ENADE) em 2005/2006 Tecnologia de ponta Melhor curso do estado de MG 3 a melhor pós-graduação no Brasil Único doutorado na área de Computação em MG Já formou mais de 1200 bacharéis, de 600 mestres, e 80 doutores

17 Infra-estrutura DCC Sala de aula Laboratório de ensino Biblioteca

18 Infra-estrutura DCC Laboratório de alunos Uso de Tablets-PC em sala

19 Infra-estrutura DCC Laboratórios de Pesquisa

20 ?


Carregar ppt "MARCOS ANDRÉ GONÇALVES COORDENADOR DIDÁTICO DO COLEGIADO DO CURSO DE BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Bacharelado em Sistemas de Informação."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google