A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

É uma história antiga, que ouvi pela primeira vez como ilustração de um sermão há quase 70 anos, mas que estou recontando para a geração mais nova.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "É uma história antiga, que ouvi pela primeira vez como ilustração de um sermão há quase 70 anos, mas que estou recontando para a geração mais nova."— Transcrição da apresentação:

1

2

3 É uma história antiga, que ouvi pela primeira vez como ilustração de um sermão há quase 70 anos, mas que estou recontando para a geração mais nova.

4 Uma abastada viúva precisava de um novo cocheiro para cuidar de seu cavalo e carruagem, e levá-la aonde ela quisesse ir.

5 Colocou um anúncio no jornal da cidade e três homens se apresentaram como candidatos.

6 Ela os entrevistou separadamente e descobriu que todos tinham referências e tempo de experiência semelhantes, o que tornou difícil uma decisão. Assim, ela resolveu fazer um teste simples.

7 Chamando de volta o primeiro homem, ela perguntou se ele já havia conduzido uma carruagem ao redor da Montanha Rochosa, uma trilha conhecidamente perigosa perto de sua cidade, e que tinha um precipício de um lado e a parede da montanha do outro.

8 A que distância do precipício você conseguiria conduzir com segurança nessa estrada? Perguntou ela. Já passei por essa estrada tantas vezes, que poderia fazê-lo de olhos fechados - garantiu ele. - Eu poderia conduzir as rodas da carruagem até um palmo da borda do precipício e ainda dirigir com segurança.

9 Quando o segundo homem foi convocado novamente, a viúva lhe fez as mesmas perguntas. Sim, conheço a estrada da montanha - disse ele, confiante.

10 Tenho certeza de que poderia conduzir a carruagem até a uns 20 ou 30 centímetros da borda do precipício e seguir sem problemas. Quando o terceiro homem chegou para responder às mesmas perguntas, ele disse:

11 Madame, conheço bem essa estrada perigosa. Já passei por lá várias vezes, e sempre conservo as rodas da carruagem tão longe quanto possível da borda do abismo.

12 Adivinha quem ficou com o emprego? Estamos percorrendo a estrada cheia de perigos rumo ao Céu. Nossa segurança jaz em conservar-nos tão distantes do precipício do pecado quanto possível.

13 Todos somos culpados de aproximar-nos demais da borda em algumas áreas de nossa vida. Tomemos a decisão de evitar qualquer coisa que nos lance abismo abaixo.

14 Querido Pai celeste, por favor ajuda-me a ver as minhas "bordas do precipício" e a conservar-me tão longe delas quanto possível. Dá-me poder para resistir ao mal e conservar os olhos fixos em Jesus. Amém.

15 23/04/200/5 26/1/2005


Carregar ppt "É uma história antiga, que ouvi pela primeira vez como ilustração de um sermão há quase 70 anos, mas que estou recontando para a geração mais nova."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google