A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

IZABEL SADALLA GRISPINO O homem, ser efêmero, Tende a amar o que é eterno, Crer na eternidade dá sentido à vida, Negá-la é cair no sepulcro sem saída!

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "IZABEL SADALLA GRISPINO O homem, ser efêmero, Tende a amar o que é eterno, Crer na eternidade dá sentido à vida, Negá-la é cair no sepulcro sem saída!"— Transcrição da apresentação:

1

2 IZABEL SADALLA GRISPINO

3 O homem, ser efêmero, Tende a amar o que é eterno, Crer na eternidade dá sentido à vida, Negá-la é cair no sepulcro sem saída!

4 A vida, existência tão fugaz, Estampa a imagem do perene, O infinito lhe surge como ponto certo, Consola a alma, com o sonho do eterno!

5 Na vida, tudo passa, nada fica, Só as lembranças, profundas e persistentes, Permanecem nos corações, A saudade pulsa sofrida, sem ilusão!

6 Como é doloroso pensar Que tudo termina nesse andar, A continuidade é a esperança do cristão, A vida no além surge como bênção!

7 Sentimentos enraizados sem ter aflorados, Crê-se que são pelo infinito guardados, O homem espera que uma outra vida Lhe trará a ventura perdida!

8 Autora: Izabel Sadalla Grispino Formatação: Francisco Graciano Grispino


Carregar ppt "IZABEL SADALLA GRISPINO O homem, ser efêmero, Tende a amar o que é eterno, Crer na eternidade dá sentido à vida, Negá-la é cair no sepulcro sem saída!"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google