A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Www.forma3d.com.br Formação Avançada em Metrologia 3D Tutorial sobre Tolerância de Posição Composta www.forma3d.com.br.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Www.forma3d.com.br Formação Avançada em Metrologia 3D Tutorial sobre Tolerância de Posição Composta www.forma3d.com.br."— Transcrição da apresentação:

1 Formação Avançada em Metrologia 3D Tutorial sobre Tolerância de Posição Composta

2 A tolerância de posição composta é um recurso do GD&T muito utilizado pelos projetistas para controlar a localização e orientação espacial de elementos que formam um conjunto ou pattern. É um recurso bastante flexível por permitir controlar várias características geométricas distintas, configurável de acordo com os datuns especificados no quadro de controle. O entendimento correta deste recurso do GD&T é muito importante para a definição da forma correta de realizar a medição e o processamento da informação. Esta apresentação aborda esta questão e suas implicações no controle geométrico do produto. O material usa como referência a norma ASME Y Os temas aqui apresentados são objetos de estudo nos cursos do Programa FORMA3D. Tolerância de Posição Composta

3 IMPORTANTE Para visualizar os símbolos do GD&T você deve instalar a fonte AMGDT no seu computador.

4 TOLERÂNCIA DE POSIÇÃO COMPOSTA B C A n 0,8ABC n 0,2AB j 4 x n 30H9

5 PLTZ Pattern Locating Tolerance Zone n 0,8 mm Zona de tolerância do conjunto de furos O conjunto de furos pode “navegar” dentro da zona de tolerância de 0,8 mm, definida em relação aos datums A, B e C. Este segmento controla a localização do conjunto de furos (hole pattern) dentro de 0,8 mm. n 0,8ABC n 0,2AB j = centro do furo Próximo...

6 FRTZ Feature Relating Tolerance Zone IMPORTANTE: O segmento inferior NÃO controla a localização do conjunto de furos, somente a orientação em relação a A e B e o posicionamento relativo entre furos. n 0,8ABC n 0,2AB j As zonas de tolerância de 0,2 mm (azul) podem “navegar” dentro da zona de tolerância de 0,8 mm (verde) mas devem permanecer orientadas aos datums A e B. Estas zonas de tolerâncias têm que conseguir “enquadrar” dentro delas as linhas centrais dos 4 furos. Com isso, há um refino do posicionamento relativo entre os furos e da orientação do conjunto de furos em relação aos datums A e B. = centro do furo

7 n 0,8ABC n 0,2ABC j O segmento inferior controla a orientação dos furos em relação a A, B e C, bem como o posicionamento relativo entre os furos. ALGUMAS OUTRAS POSSIBILIDADES n 0,8ABC n 0,2A j O segmento inferior controla a orientação dos furos em relação ao Datum A (refino de perpendicularidade) bem como o posicionamento relativo entre os furos. n 0,8ABC n 0,2 j O segmento inferior controla o posicionamento relativo entre os furos.

8 Maiores informações sobre este e outros aspectos do GD&T e da Medição 3D aplicada para o seu controle:


Carregar ppt "Www.forma3d.com.br Formação Avançada em Metrologia 3D Tutorial sobre Tolerância de Posição Composta www.forma3d.com.br."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google