A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ESCRITA CRIATIVA. "São como um cristal, as palavras. Algumas, um punhal, um incêndio. Outras, orvalho apenas. Secretas vêm, cheias de memória. Inseguras.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ESCRITA CRIATIVA. "São como um cristal, as palavras. Algumas, um punhal, um incêndio. Outras, orvalho apenas. Secretas vêm, cheias de memória. Inseguras."— Transcrição da apresentação:

1 ESCRITA CRIATIVA

2 "São como um cristal, as palavras. Algumas, um punhal, um incêndio. Outras, orvalho apenas. Secretas vêm, cheias de memória. Inseguras navegam: barcos ou beijos, as águas estremecem. … Quem as escuta? Quem as recolhe, assim, cruéis, desfeitas, nas suas conchas puras?” Eugénio de Andrade "São como um cristal, as palavras. Algumas, um punhal, um incêndio. Outras, orvalho apenas. Secretas vêm, cheias de memória. Inseguras navegam: barcos ou beijos, as águas estremecem. … Quem as escuta? Quem as recolhe, assim, cruéis, desfeitas, nas suas conchas puras?” Eugénio de Andrade

3 Objetos com sentimentos Material: papel, caneta, vários objetos ( de um quarto / da cozinha/da sala de aula/ variados) Imagens de pessoas e smileys evidenciando várias emoções Procedimento: Os alunos observam imagens com várias emoções, tentam decifrá-las e escolhem, de uma lista, seis sentimentos /emoções. Observam uma imagem de um quarto, e escolhem seis objetos dos seus quartos, atribuindo a cada um um sentimento/ emoção Escrevem frases com os pares escolhidos. Constroem uma história / poema com as frases Material: papel, caneta, vários objetos ( de um quarto / da cozinha/da sala de aula/ variados) Imagens de pessoas e smileys evidenciando várias emoções Procedimento: Os alunos observam imagens com várias emoções, tentam decifrá-las e escolhem, de uma lista, seis sentimentos /emoções. Observam uma imagem de um quarto, e escolhem seis objetos dos seus quartos, atribuindo a cada um um sentimento/ emoção Escrevem frases com os pares escolhidos. Constroem uma história / poema com as frases

4

5

6 David Mano Janela harmonia Mapacalma Despertadorpavor Computadorpaixão Sofáorgulho Camadesespero Ao olhar para a minha janela, sinto e vejo uma harmonia imensa, ao contrário do mapa, que tem pouca calma e só quer viajar. O meu amigo despertador tem pavor às pessoas que lhe mudam as horas. O computador tem paixão por tudo o que o ser humano lhe deu e o que ele deu ao ser humano. Sento-me no sofá cheio de orgulho pelo meu quarto e depois deito-me na minha cama a pensar no desespero que as pessoas sentem por causa da crise.

7 Tiago Marques 27/05/2013 Cama calma Livrosconfiança Posterscuriosidade Quadroalegria Roupaorgulho Tapetefelicidade Quando me deito na minha cama, sinto muita calma e lembro-me do dia em que mudámos de casa e ela se ia partir. O meu livro, sempre virado para a cama, sente confiança, porque eu nunca desprezo um único livro que seja.Ao escrever no quadro branco, sinto alegria, pois posso desenhar o que sinto e as coisas belas da natureza. Os posters do meu quarto dão- me enorme curiosidade; gosto de os explorar. Sinto-me com sorte e cheio de orgulho ao vestir a minha roupa. Gosto dela. O meu tapete dá-me felicidade, porque é fofinho e faz-me cócegas nos pés.

8 Francisca Barros Livros felicidade Computador calma Espelho confiança Candeeiro solidão Tapete orgulho Aquecedor curiosidade Os livros que há no meu quarto são muito especiais, porque trazem felicidade ao meu coração. Já o meu computador serve, normalmente, para eu ouvir música, o que me deixa com muita calma. O espelho é para eu, antes de algo importante acontecer, olhar para ele e dizer que consigo o que quero, para sentir confiança. O candeeiro sente muita solidão,pois todos os objetos têm uma função, menos ele; mas agora que penso, se não fosse ele, eu não poderia ler os livros que me dão felicidade. E, por fim, o meu tapete tem muito orgulho em si, pois tem cores muito vivas. Gosto do meu aquecedor, porque a forma como me aquece e conforta inspira-me alguma curiosidade.

9 Fábio Dias Janela harmonia Camasolidão Guarda-roupaorgulho Secretária inveja Porta raiva Computador desconfiança A harmonia da janela, cercada pela luz do sol olha para a raiva da porta, magoada pelos encontrões. A secretária, coitadinha, tem inveja do orgulho e vaidade do guarda- roupa O esperto computador anda cheio de desconfiança da cama, porque ela sente solidão por estar longe do sofá.

10 Materia l: papel em branco, lápis de cor ou lápis normal. Procedimento: O professor pede a cada participante para pousar a ponta do seu lápis no centro da página e para pensar na primeira emoção que teve ao acordar - cansaço, entusiasmo, fome, aborrecimento, receio de receber uma má nota, medo de um teste difícil, contrariedade por não levar vestida a roupa que lhe apetece, preguiça,... De seguida,, com os olhos fechados e com essa emoção presente, os alunos rabiscam a folha a seu bel prazer, durante, aproximadamente 20 segundos. Entregam o seu rabisco ao colega do lado e este escreve o que vê na folha e, por fim, explica o que levou a esta conclusão. RABISCOS


Carregar ppt "ESCRITA CRIATIVA. "São como um cristal, as palavras. Algumas, um punhal, um incêndio. Outras, orvalho apenas. Secretas vêm, cheias de memória. Inseguras."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google