A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Pedi e Obtereis “E tudo o que pedirdes na oração, crendo, recebereis” - Jesus. MAT 21:22 “Por isso vos digo que tudo o que pedirdes em oração, crede que.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Pedi e Obtereis “E tudo o que pedirdes na oração, crendo, recebereis” - Jesus. MAT 21:22 “Por isso vos digo que tudo o que pedirdes em oração, crede que."— Transcrição da apresentação:

1 Pedi e Obtereis “E tudo o que pedirdes na oração, crendo, recebereis” - Jesus. MAT 21:22 “Por isso vos digo que tudo o que pedirdes em oração, crede que o recebereis, e tê-lo-eis” - Jesus. MAR 11:24 Atanásio Rocha- 05/09/2014 Cenáculo Espírita Thiago Maior

2

3 Santo Agostinho Paris-1861 “...Avançai, avançai pelas veredas da prece e ouvireis as vozes dos anjos. Que harmonia! Já não são o ruído confuso e os sons estrídulos da Terra; são as liras dos arcanjos; são as vozes brandas e suaves dos serafins, mais delicadas do que as brisas matinais, quando brincam na folhagem dos vossos bosques... “A vossa linguagem não poderá exprimir essa ventura, tão rápida entra ela por todos os vossos poros, tão vivo e refrigerante é o manancial em que, orando, se bebe.... “Sem mescla de desejos carnais, são divinas todas as aspirações. Também vós, orai como o Cristo, levando a sua cruz ao Gólgota, ao Calvário...” ESE Cap. XXVII -23

4 Os Espíritos hão dito sempre: "A forma nada vale, o pensamento é tudo. “Ore, pois, cada um segundo suas convicções e da maneira que mais o toque. “Um bom pensamento vale mais do que grande número de palavras com as quais nada tenha o coração. Eficácia da Prece ESE- Cap. XXVIII - 1

5 Os Espíritos jamais prescreveram qualquer fórmula absoluta de preces. Quando dão alguma, é apenas para fixar as ideias e, sobretudo, para chamar a atenção sobre certos princípios da Doutrina Espírita. Fazem-no também com o fim de auxiliar os que sentem embaraço para externar suas ideias, pois alguns há que não acreditariam ter orado realmente, desde que não formulassem seus pensamentos. Fórmula correta Eficácia da Prece ESE- Cap. XXVIII - 1

6 “O objetivo da prece consiste em elevar nossa alma a Deus; a diversidade das fórmulas nenhuma diferença deve criar entre os que nele creem, nem, ainda menos, entre os adeptos do Espiritismo, porquanto Deus as aceita todas quando sinceras. “O Espiritismo reconhece como boas as preces de todos os cultos, quando ditas de coração e não de lábios somente. Nenhuma impõe, nem reprova nenhuma. Eficácia da Prece

7 A qualidade principal da prece é ser clara, simples e concisa, sem fraseologia inútil, nem luxo de epítetos, que são meros adornos de lentejoulas. Cada palavra deve ter alcance próprio, despertar uma ideia, pôr em vibração uma fibra da alma. Numa palavra: deve fazer refletir. Somente sob essa condição pode a prece alcançar o seu objetivo; de outro modo, não passa de ruído. Entretanto, notai com que ar distraído e com que volubilidade elas são ditas na maioria dos casos. Veem-se lábios a mover-se; mas, pela expressão da fisionomia, pelo som mesmo da voz, verifica-se que ali apenas há um ato maquinal, puramente exterior, ao qual se conserva indiferente a alma. Eficácia da Prece

8 Resposta “O “seja feita a vossa vontade”, da oração comum, constitui nosso pedido geral a Deus, cuja Providência, através dos seus mensageiros, nos proverá o espírito ou a condição de vida do mais útil, conveniente e necessário ao nosso progresso espiritual, para a sabedoria e para o amor. O que o homem não deve esquecer: “...em todos os sentidos e circunstâncias da vida, é a prece do trabalho e da dedicação, no santuário da existência de lutas purificadoras, porque Jesus abençoará as suas realizações de esforço sincero. “E tudo o que pedirdes na oração, crendo o recebereis” - Esse preceito do Mestre tem aplicação igualmente, no que se refere aos bens materiais? O Consolador Q.306

9 Como nos assevera André Luiz em suas obras, principalmente no livro Entre a Terra e o Céu, qualquer pedido encontra ressonância....

10 ... Um pedido positivo é sempre uma prece, até mesmo quando não verbalizado. Um pedido maligno é uma invocação e infelizmente encontra retorno, mas tanto um quanto o outro ligam quem pede com os que respondem ao pedido.

11 Um pedido para corrigenda de um defeito, por exemplo, se eleva aos mais altos patamares espirituais, pois são de profunda importância para a vida atual e futura de quem requisita. Saber pedir

12 Com essa introdução quero dizer que, não devemos olvidar a prece, principalmente quando nos acharmos angustiados e, muitas vezes, sem rumo. Quando estivermos nesse estado peçamos a Deus que a nossa programação encarnatória se cumpra e aceitemos os seus desígnios. Lembremo-nos, porém, de sempre nos proteger e proteger a nossa morada, conquistando para nós a companhia dos mensageiros Divinos através de atitudes dignas, principalmente o auxílio aos nossos irmãos. Não nos esqueçamos também que Jesus nos recomendou orar sem mágoa no coração e peso na consciência quando nos disse para reconciliarmo-nos com nossos inimigos antes de orarmos, entre outras tantas recomendações.

13 Orar (Emmanuel) Pedi e obtereis – ensinou o Mestre Divino. Semelhante lição, todavia, abrange todos os setores da vida, tanto no que se refira ao bem, quanto ao mal. Qualquer propósito é oração. A prece nasce das fontes da alma, na feição de simples desejo, que emerge do sentimento para o cérebro, transformando-se em pensamento que é a força de atração. Nesse sentido, todo anseio recebe resposta. Há orações que são atendidas, de imediato, enquanto que outras à maneira de sementes raras, reclamam largo tempo para a germinação, florescimento e frutificação. Necessário, portanto Vigiar sobre o manancial de nossas aspirações. As rogativas do bem elevam-se às Esferas Superiores, ao passo que os anelos do mal descem às zonas de purgação das trevas indefiníveis.

14 Continuação As rogativas do bem elevam-se às Esferas Superiores, ao passo que os anelos do mal descem às zonas de purgação das trevas indefiníveis. Anjos existem, habilitados a satisfazer aos bons da mesma forma que entidades da sombra se acham a postos, a fim de colaborarem com os maus. Forneçamos os temas elogiáveis ou infelizes de nossas cogitações mais íntimas e os executores invisíveis se manifestarão ativos, contribuindo na realização de nossos projetos, de conformidade com a natureza de nossas intenções. Reconhecendo que ainda não sabemos pedir, de vez que, na maioria das vezes, ignoramos a essência de nossas próprias necessidades, imitemos o Divino Amigo, na oração dominical, quando nos ensina a endereçar as nossas súplicas ao Pai Todo-Misericordioso, na base da confiança perfeita: - “Faça-se a Tua Vontade justa e soberana, na Terra e em toda parte”. O ensinamento do Cristo guarda absoluta atualidade, nas menores características do nosso tempo, entendendo-se que desejar é função de todos, enquanto que orar com proveito é serviço que raros corações sabem fazer. (Psicografado em 1952, no Centro Espírita Luiz Gonzaga, na cidade de Pedro Leopoldo, MG)

15


Carregar ppt "Pedi e Obtereis “E tudo o que pedirdes na oração, crendo, recebereis” - Jesus. MAT 21:22 “Por isso vos digo que tudo o que pedirdes em oração, crede que."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google