A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

C onsolidação: Uma Responsabilidade da Igreja Local – Parte 2 Pr. Geraldo Batista.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "C onsolidação: Uma Responsabilidade da Igreja Local – Parte 2 Pr. Geraldo Batista."— Transcrição da apresentação:

1 C onsolidação: Uma Responsabilidade da Igreja Local – Parte 2 Pr. Geraldo Batista

2 III - SEJA DESAFIADO A CONSOLIDAR E A TRANSFERIR A SUA EQUIPE O SEU DESAFIO Mateus 4:18 a Caminhando junto ao mar da Galiléia, viu dois irmãos, Simão, chamado Pedro, e André, que lançavam as redes ao mar, porque eram pescadores. 19 E disse-lhes: Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens.

3 20 Então, eles deixaram imediatamente as redes e o seguiram. 21 Passando adiante, viu outros dois irmãos, Tiago, filho de Zebedeu, e João, seu irmão, que estavam no barco em companhia de seu pai, consertando as redes; e chamou-os. 22 Então, eles, no mesmo instante, deixando o barco e seu pai, o seguiram.

4 IV - SEJA DESAFIADO A CONSOLIDAR E A CREDIBILIZAR A SUA EQUIPE PELO SEU DESAFIO 1 – JESUS LEVANTOU UMA EQUIPE QUE SABIA USAR AS REDES, E SABIA CONSERTAR AS REDES.  A estratégia do crescimento e da multiplicação é: Saber usar as redes, e consertar as redes.  Projetar uma grande pescaria, fala de uma equipe treinada que sabe ganhar e consolidar com eficácia.

5 2 - O PRIMEIRO GRUPO LIDERA COM PROPÓSITO  Quando Jesus se depara com o seu primeiro grupo para formar discípulos, eles estavam lançando as redes.  Esta é a primeira estratégia do crescimento: Uma equipe que sabe ganhar através do evangelismo individual, em eventos de colheita e em todas estratégias usadas na igreja local.

6 3 - O Segundo Grupo Lidera com uma Característica Especial  Eles consertavam as redes. Precisamos fazer isso para não perdermos as vidas. Consertar as redes significa consolidar e isso demanda tempo, amor, paixão, atenção, maturidade e responsabilidade.  É tempo de multiplicação. Vamos lançar as redes, e consertar para vermos o milagre da multiplicação e nenhum fruto se perdendo.

7 V - QUATRO COISAS IMPORTANTES PARA CONSOLIDAÇÃO: Amor – Só o amor nos aproxima para ajudarmos de forma verdadeira as pessoas. Fé - É o mover sobrenatural de Deus. Ousadia - é não ter medo dos contra-ataques do diabo; e fazer o que Jesus manda. Ação - É não ter medo de trabalhar, até que a sua igreja seja uma forte influência na cidade e assim conheça o poder do Evangelho. Estes quatro requisitos vão atrair o milagre do crescimento e da multiplicação e você fará uma pescaria milagrosa.

8 VI - A CONSOLIDAÇÃO É UMA FERRAMENTA DE DEUS NA IGREJA LOCAL 1.A VISÃO SEM A CONSOLIDAÇÃO É COMO UM BEBÊ SEM ALIMENTO, QUE VAI SE DESNUTRINDO ATÉ CHEGAR AO ÓBITO. Por que muitos não têm alcançado sucesso na Visão? Porque não atentaram para essa chave: CONSOLIDAR!!

9 Uma igreja em crescimento não pode se olvidar desse processo no crescimento, pois a consolidação não é um gabinete enfeitado, uma ficha cadastral bem preenchida, um grupo adestrado tecnicamente. Tudo isso é importante, mas não é fundamental. O fundamental é o INVESTIMENTO CONTÍNUO.

10 2 - AQUELE QUE COMEÇA A OBRA TEM QUE COMPLETÁ-LA. AQUELE QUE COMEÇOU A CONSOLIDAR TEM QUE CUMPRIR O SEU PAPEL ATÉ O FINAL.  A consolidação é similar ao processo de crescimento de uma pessoa, da educação básica até ao amadurecimento para um matrimônio.

11  A consolidação é a base da formação. Sem ela o crescimento não é verdadeiro e a multiplicação nunca acontecerá, pois é nessa formação que nascem os líderes.


Carregar ppt "C onsolidação: Uma Responsabilidade da Igreja Local – Parte 2 Pr. Geraldo Batista."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google