A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Osmany Freitas Rafael Roque.  Motivação  Conceitos Básicos  Proposta  Arquitetura  Aplicacoes  Estudo de Caso  Conclusão.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Osmany Freitas Rafael Roque.  Motivação  Conceitos Básicos  Proposta  Arquitetura  Aplicacoes  Estudo de Caso  Conclusão."— Transcrição da apresentação:

1 Osmany Freitas Rafael Roque

2  Motivação  Conceitos Básicos  Proposta  Arquitetura  Aplicacoes  Estudo de Caso  Conclusão

3  A rápida evolução e disseminação da rede e aplicações distribuídas.  Atualmente, a natureza extremamente dinâmica e aberta da internet conduzem a uma mudança freqüente dos requisitos dos usuários e ambiente de operação.  Isso implica que as funções oferecidas pelo middleware precisam mudar. As alterações precisam ser em tempo de execução para atender questões de disponibilidade

4  Obviamente torna-se inviável para um administrador de sistema efetuar essas operações manualmente  A computação autonômica e uma forma pratica para sistemas computacionais gerenciarem a si próprios reduzindo drasticamente o custo com gerenciamento.  Uma idéia natural e equipar um middleware com essas capacidades.  Surge o Autonomic Computing Middleware ou Middleware de Computação Autonomica

5  JMX (Java Management eXtensions) ◦ Fornece ferramentas para a construção de soluções distribuídas, modulares e dinâmica de gerenciamento e monitoramento de dispositivos, aplicações, serviços de rede.  Computação Autonômica ◦ Abordagem sistêmica para possibilitar que sistemas computacionais sejam auto-gerenciáveis, ou seja, sem a intervenção humana.  Middleware Autonômico com JMX ◦ Um middleware que emprega conceitos da computação autonômica usando para isso as ferramentas fornecidas pela tecnologia JMX

6  MAC – Middleware for Autonomic Computing ◦ Implementar as tarefas ◦ Auto-configuração ◦ Auto-otimização  Desenvolver os elementos: ◦ Gerente Autonômico ◦ Monitoração/Análise ◦ Base de Conhecimento ◦ Execução

7 Interface Monitor do Sistema Serviços Transporte Gerência Autonômica Base de Conhecimento Configurador Avaliador de Regras Sistema Operacional Aplicação MAC

8  Serviços ◦ Conjunto de interceptadores que definem os serviços disponibilizados pelo middleware  Monitor do Sistema ◦ Registra as informações relacionadas aos recursos do sistema  Gerencia Autonômica ◦ É responsável por coletar e avaliar as informações coletadas, além de reconfigurar os serviços do middleware

9  Base de Conhecimento ◦ Contém um conjunto de regras, relacionadas aos fatores monitorados pelo middleware, associadas às ações a serem executadas  Avaliador de Regras ◦ Analisa as informações, coletadas pelos monitores, baseado no conjunto de regras definido no repositório e lança eventos para que as ações sejam executadas  Configurador ◦ É notificado pelo Avaliador de Regras com eventos que determinam quais as configurações a serem executadas

10  Domínio de aplicação amplo: seja pela busca de desempenho ou por automação de aspetos gerenciais.  RSSF (Rede de Sensores sem Fio) autonômica ◦ Uma RSSF autonômica é responsável por configurar e re-configurar a si própria sem intervenção humana direta.  Autonomic Grid Applications Middleware ◦ Possibilitar o uso de aplicações de Grid autonômicas que tenham ciência de contexto e sejam capazes de se configurar, otimizar e adaptar automaticamente.

11  Manipulação de Strings ◦ StringServer: Recebe uma String e concatena com o prefixo do servidor. ◦ StringClient: Envia duas requisições para o servidor e imprime a resposta.  Processamento de Imagens ◦ ImgProcServer: Contem um repositorio de imagens e uma lista de operacoes de processamento de imagens que podem ser realizadas sobre elas. ◦ ImgProcClient: Requisita a lista de imagens do servidor e pode realizar diversas operaçoes sobre elas. As operaçoes são realizadas remotamente e o resultado exibido na tela.

12 String Server Image Server

13  O trabalho apresentado constitui apenas um primeiro passo na definição de um middleware autonômico.  Os estudos de caso comprovam a eficácia do middleware em monitorar e configuras os elementos que compõem o sistema.  Um estudo importante seria implementar as funções de auto-cura e auto-otimização.  Uma grande adição seria a utilização de uma base de conhecimento e gerenciamento de políticas padronizados, a exemplo do PMAC (Policy Management for Autonomic Computing)

14  Gang Huang, Tiancheng Liu, Hong Mei, Zizhan Zheng, Zhao Liu, Gang Fan, “Towards Autonomic Computing Middleware via Reflection”, compsac, pp , 28th Annual International Computer Software and Applications Conference (COMPSAC'04), 2004  Wolfgang Trumler, Faruk Bagci, Jan Petzold, “AMUN - autonomic middleware for ubiquitous environments applied to the smart doorplate”, Theo Ungerer ELSEVIER Advanced Engineering Informatics, Volume 19 Issue 3, Pages , 2005  Wail M. Omar "Autonomic middleware services for just-in-time grid services provisioning". Journal of Computer Science. June FindArticles.com. 27 Jun  R. Sterritt, M. Parashar, H. Tianfield, R. Unland, A Concise Introduction to Autonomic Computing, Journal of Advanced Engineering Informatics, Engineering Applications of Artificial Intelligence, Special Issue on Autonomic Computing and Automation, Elsevier Publishers, 2005.

15 Duvidas


Carregar ppt "Osmany Freitas Rafael Roque.  Motivação  Conceitos Básicos  Proposta  Arquitetura  Aplicacoes  Estudo de Caso  Conclusão."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google