A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Os 8 remédios da natureza REPOUSO. A importância do repouso Atualmente há grande interesse das pessoas no rejuvenescimento da pele e, para isso, procuram.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Os 8 remédios da natureza REPOUSO. A importância do repouso Atualmente há grande interesse das pessoas no rejuvenescimento da pele e, para isso, procuram."— Transcrição da apresentação:

1 Os 8 remédios da natureza REPOUSO

2

3 A importância do repouso Atualmente há grande interesse das pessoas no rejuvenescimento da pele e, para isso, procuram procedimentos cosméticos mais ou menos agressivos, desde o simples uso de cremes até cirurgias plásticas. Poucas se lembram, porém, de que o aspecto viçoso é resultado de um conjunto de fatores, não só dos cuidados externos, e que vem basicamente das condições internas que a pessoa cria no seu organismo. Entre esses fatores tem papel importante o repouso, para o qual, há certas recomendações a serem observadas, a fim de que ele funcione não só como renovador das energias, mas principalmente como rejuvenescedor.

4 O sono Quando falamos em repouso, lembramos de sono. Efetivamente, essa é a forma fisiológica que praticamos diariamente, forçados pela Natureza, pois, quando a atividade ultrapassa determinado limite, o sono se impõe e a pessoa é forçada a repousar. Exceto em situações excepcionais, de estresse elevado, o sono se apresenta automaticamente e indica que há necessidade de recuperar energias. O repouso imposto pelo sono é o meio natural de o organismo refazer suas forças e reorganizar os sistemas para se preparar para nova jornada de atividades. Isso ocorre todos os dias, seguindo um ritmo que se renova a cada 24 horas. O próprio sono tem fases superficiais e profundas, uma delas sendo aquela em que ocorrem os sonhos, chamada fase REM (de Rapid Eye Movement). Durante o período de oito horas de sono, podem ocorrer 35 alterações fásicas, ocupando cada ciclo cerca de 90 minutos. Ao final do período de sono, há uma mudança completa no organismo, que se traduz por disposição para as ações diárias, capacidade de pensar e sensação de energia em todo o corpo. As células da pele foram renovadas aceleradamente e o sistema imunitário encontra-se ativado.

5 “ ” A importância do sono pra saúde da criança.

6 Vocês devem estar se perguntando: O que tem a ver a foto de uma estante com o sono da criança? Imagine que no seu cérebro houvesse uma grande estante, chamada memória. Agora, imagine que tudo o que você aprendesse durante o dia entrasse no seu cérebro sob o formato de livros, que ficariam empilhados em uma mesa, todos embaralhados. Durante o sono, estes livros seriam organizados na estante, de forma que, quando se desejasse um deles, era só ir até o local certo e pegá-lo. Se o tempo de sono for curto, não dá tempo de organizar todos os livros que estão na mesa e sobrarão alguns sem guardar. Estes ficarão fora da estante, ou seja, será informação fora da memória. O sono tem importância fundamental para o aprendizado, a memória e a criatividade. Há estudos mostrando que, mesmo em adultos, poucas horas de sono acabam prejudicando o desempenho cerebral. Em crianças, onde a quantidade de informação que entra é enorme, o respeito ao sono é imprescindível, influenciando inclusive no desempenho escolar. O número de horas de sono pode variar de uma criança para outra. Além disto, esse número também varia de acordo com a idade da criança.

7 Recém-nascidos Os bebês recém-nascidos costumam dormir de 18 a 20 horas por dia. Contando que mamam a cada três horas e levam uns 30 a 40 minutos por mamada, dá para concluir que, se não estão dormindo, estão mamando. São os famosos “come- dorme”. Alguns, quando chegam perto de um mês de vida, já começam a dar uma trégua para a mamãe e esticam o sono da noite por umas 4 a 5 horinhas. Se o ganho de peso está bom, sem problema, eles podem dormir este número de horas sem mamar. Bebê de três meses de vida Nesta idade, o bebê deve dormir entre 13 a 15 horas por dia, sendo por volta de cinco horas durante o dia e, o restante, à noite. Este sono diurno fica dividido entre aproximadamente duas horinhas pela manhã e três horas à tarde. Os períodos em que o bebê está acordado são mais longos. Durante a noite, o bebê ainda acorda uma a duas vezes para mamar, sendo importante, manter o quarto na penumbra e não conversar com o bebê, para ele entender que é hora de dormir. Entre seis e doze meses de idade Neste período, o bebê dormirá de 12 a 14 horas por dia. Ainda há um soninho de manhã, geralmente de uma hora e um soninho de umas duas horas à tarde. Como nesta fase o bebê já come um jantar e mama antes de dormir, ele já tem “combustível” para dormir uma noite inteira sem ter que acordar para mamar. Portanto, já é possível manter o bebê no berço se ele chorar à noite, fazendo com que ele acostume a dormir caso desperte.

8 Entre um e três anos de idade Geralmente nesta idade a criança dorme de 10 a 12 horas por dia. Muitas já não dormem mais pela manhã, mas ainda dormem de 1 a 2 horas à tarde. Seu sono da noite é de mais ou menos 10 horas. Nesta fase, a criança já entende bem o que é dormir, sendo que, muitas vezes, luta contra o sono. As crianças costumam seguir a rotina familiar e, por este motivo, é importante que se adote um ritual noturno, para que seja estabelecida uma rotina favorável ao sono. Este ritual pode começar com o jantar, depois tomar um banho quentinho e mais prolongado à noite, colocar o pijaminha, tomar um leite quentinho, escovar os dentes, ouvir uma estória já na cama e... dormir. Todo dia do mesmo jeito, na mesma sequência, para a criança se habituar e o sono chegar sem problemas. Veja que nesta sequência não está incluída a televisão. Quer saber o motivo? Leia o post sobre “Lugar de TV não é no quarto” e você descobrirá. Entre três e cinco anos de idade Crianças nesta faixa etária precisam dormir entre 10 e 12 horas por noite. A maioria já não dorme mais à tarde. Aos três anos, as crianças costumam ter mais medo de tudo, inclusive do que não dava medo antes, como o escuro, por exemplo. Elas podem ter pesadelos, acordando assustadas no meio da noite, lembrando o que ocorreu, no dia seguinte. Também pode acontecer o terror noturno, mais frequente no começo da noite. Nesta situação, a criança começa a gritar aterrorizada, porém permanece meio acordada, meio dormindo, e não se lembra de nada no dia seguinte. Ambas as situações são transitórias e passam com o crescimento e não há muito que fazer, a não ser acalmar a criança no momento do desespero.

9 Entre cinco e doze anos de idade Nesta idade, as crianças devem dormir por volta de 10 horas por noite. O ideal é calcular a hora de deitar com base na hora de acordar. Crianças maiores tendem a querer ficar acordadas até mais tarde vendo TV, jogando videogames ou batendo papo na internet. Todas estas atividades acabam estimulando o cérebro em um horário em que ele deveria estar mais relaxado, para que o sono venha. Este me parece o maior desafio para os pais hoje em dia, mas a disciplina deve prevalecer, para favorecer a saúde.

10 Grupo 8C ¨ Gabriel Apparecido ¨ Gabriela Fortuna ¨ Paulo ¨ Rodrigo


Carregar ppt "Os 8 remédios da natureza REPOUSO. A importância do repouso Atualmente há grande interesse das pessoas no rejuvenescimento da pele e, para isso, procuram."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google