A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

IDENTIFICANDO E ENCARANDO TRAUMAS, VÍCIOS E MAUS HÁBITOS.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "IDENTIFICANDO E ENCARANDO TRAUMAS, VÍCIOS E MAUS HÁBITOS."— Transcrição da apresentação:

1 IDENTIFICANDO E ENCARANDO TRAUMAS, VÍCIOS E MAUS HÁBITOS

2

3 IDENTIFICANDO

4 TRAUMA Dano emocional que ocorre como resultado de algum acontecimento – experiência de dor e sofrimento emocional ou físico. 51% das mulheres e 60% dos homens sofreram algum evento potencialmente traumático na vida.

5 Quem sofre mais: Pessoas incapazes de confiar em outras pessoas – muito sensíveis a rejeição, com dificuldade de fazer amigos, que sentem-se facilmente feridas, são inseguras.

6 O que protege: Motivação para encontrar sentido na vida diária. Crença de que pode influenciar. Opinião de que pode crescer à partir das experiências negativas.

7 O que protege: Confiança na rede de suporte social. Meditação, oração e crença em um Deus amoroso e responsivo.

8 VÍCIO É uma desordem cerebral crônica (não simplesmente um problema de comportamento) que se manifesta de forma repetitiva, que degenera ou causa prejuízo a pessoa e aos que com ela convivem.

9 VÍCIO Prazer ou alívio do desprazer Sensação negativa por não ter resistido ao impulso REPETIÇÃO Gratificação inicial permanece mais forte

10 RECEPTORES REABSORÇÃO DOPAMINA As sensações de PRAZER são produzidas no cérebro na forma de descargas elétricas entre os NEURÔNIOS. Induzidas pelo neurotransmissor da DOPAMINA. Quanto mais dopamina, mais prazer.

11 “A virtude é quando se tem a DOR seguida do PRAZER, o vício é quando se tem o PRAZER seguido da DOR.” Margaret Mead

12 SUBSTÂ N-CIAS NICOTINA CAFEINA ÁLCOOL DROGAS COMIDA EMOÇÕ ES RAIVA MEDO CIÚMES INVEJA PENSA- MENTOS OBSESSIV OS FANTASIA S PERFECCI O-NISMO RÍGIDO PREOCUP A-ÇÃO PESSOA S RELACIO- NAMENTO S AMOR E SEXO PODER VIOLÊNCIA CO- DEPEN- DÊNCIA TECNO- LOGIA INTERNET SMART- PHONE REDES SOCIAIS GAMES

13 MAU HÁBITO Comportamento indesejado, aprendido e desenvolvido com o tempo, que passa a fazer parte da natureza da pessoa. É um ataque direto a saúde física e/ou bem estar emocional e que limita a capacidade de realização e/ou relacionamentos.

14 Agressividade Ambição Arrogância Autopiedade Autoritarismo Autossuficiência Ciúme Crítica Deslealdade Desobediência Desonestidade Egoísmo Hipocrisia Impaciência Impulsividade Infifelidade Inveja Ironia Insubmissão Intolerância Isolamento Manipulação Mentira Medo Omissão Orgulho Perfeccionismo Preconceito Preguiça Prepotência Procrastinação Rebeldia Ressentimento Superioridade Teimosia Vingança DAR NOME AO MAU HÁBITO:

15 ENCARANDO

16 1. ASSUMA SUA HISTÓRIA– ASSUMA SUA FRAGILIDADE “ Fomos realmente esmagados e oprimidos, e tivemos medo de não conseguir sobreviver. Sentimos que estávamos condenados à morte e percebemos como éramos fracos demais para socorrer-nos a nós mesmos. Isso, porém, foi bom porque assim nós colocamos tudo nas mãos de Deus.” II Coríntios 1:8-9 “ E conhecerão a verdade e a verdade os libertará.” João 8:32

17 Entender o passado nos ajuda a entender como nos tornamos o que somos.

18 RECUAR VÍTIMA AGUENTAR SOBREVIVENTE SUPERAR VENCEDOR

19 2. ENTREGUE SUA VIDA E SUAS VONTADES A DEUS “ Deus se opõe aos orgulhosos, mas concede graça aos humildes. Portanto, submetam-se a Deus. Resistam ao diabo, e ele fugirá de vocês. Aproximem-se de Deus e ele se aroximará de vocês. Tiago 4:6-9 Venham a mim todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu darei descanso a vocês. Tomem sobre vocês o meu jugo e aprendam de mim, pois sou manso e humilde de coração, e vocês encontrarão descanso para as suas almas, pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve.” Mateus 11:28-30

20 3. BUSQUE UMA REDE DE APOIO “É melhor haver dois do que um, porque duas pessoas trabalhando juntas podem ganhar muito mais. Se uma delas cai, a outra a ajuda a se levantar. Mas, se alguém está sozinho e cai, fica em má situação, porque não tem ninguém que o ajude a se levantar.” Eclesiastes 4:9-10 “Portanto, confessem os seus pecados uns aos outros e façam oração uns pelos outros, para que vocês sejam curados. A oração de uma pessoa obediente a Deus tem muito poder.” Tiago 5:16

21 4. PRATIQUE DISCIPLINAS ESPIRITUAIS DISCIPLINAS DE ABSTINÊNCIA (SOLITUDE, SILÊNCIO, JEJUM, SIMPLICIDADE, CASTIDADE) E DISCIPLINAS DE ENGAJAMENTO (ADORAÇÃO, SERVIÇO, ORAÇÃO, CONFISSÃO)

22 5. DECIDA MUDAR E SUBSTITUA VÍCIOS E MAUS HÁBITOS POR ATITUDES CORRETAS “Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.” Romanos 12:1-2 “Estou convencido de que aquele que começou boa obra em vocês, vai completá-la até o dia de Cristo Jesus.” Filipenses1:6

23 Como escolhemos viver cada dia é nossa responsabilidade

24 6. PARTICIPE DE UMA CAUSA “Se eu, sendo Senhor e Mestre de vocês, lavei-lhes os pés, vocês também devem lavar os pés uns dos outros. Eu lhes dei o exemplo, para que vocês façam como lhes fiz.” João 13:14-15 “Louvado seja o Deus e Pai do nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai bondoso, o Deus de quem todos recebem ajuda! Ele nos auxilia em todas as dificuldades para podermos ajudar os que têm as mesmas dificuldades que nós temos.” II Coríntios 1:3

25 PARA PARTILHA: 1. Que trauma, vício ou mau hábito eu identifico na minha vida?

26 PARA PARTILHA: 2. O que preciso fazer para encarar esta área da minha vida? (Assumir sua história/fragilidade, Entregar sua vida/vontade a Deus, Buscar uma rede de apoio, Praticas as Disciplinas Espirituais, Decidir mudar e substituir por atitudes corretas, Participar de uma causa)

27 REGRAS Para fazer deste tempo juntos um momento SEGURO e de CRESCIMENTO para TODOS.

28 Mantenha a partilha focada nos próprios pensamentos, sentimentos e ações. FALE DE SI MESMO

29 Limite a partilha ao tempo estipulado, respeitando o direito de todos falarem. TEMPO

30 SILÊNCIO Ouça em silêncio e com atenção a partilha das outras pessoas, sem interromper com perguntas ou conversas cruzadas.

31 RESPEITO Não critique, julge ou dê conselhos.

32 Mantenha o sigilo sobre o que foi partilhado e sobre os que estão presentes, não comentando ou mencionando seus nomes e problemas com ninguém que não faça parte do grupo. SIGILO

33 PARA PARTILHA: 1. Que trauma, vício ou mau hábito eu identifico na minha vida?

34 PARA PARTILHA: 2. O que preciso fazer para encarar esta área da minha vida? (Assumir sua história/fragilidade, Entregar sua vida/vontade a Deus, Buscar uma rede de apoio, Praticas as Disciplinas Espirituais, Decidir mudar e substituir por atitudes corretas, Participar de uma causa)


Carregar ppt "IDENTIFICANDO E ENCARANDO TRAUMAS, VÍCIOS E MAUS HÁBITOS."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google