A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

V. H. F. Sargento Monteiro CAPITANIA FLUVIAL DE BRASÍLIA SLIDE 1 / 14.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "V. H. F. Sargento Monteiro CAPITANIA FLUVIAL DE BRASÍLIA SLIDE 1 / 14."— Transcrição da apresentação:

1 V. H. F. Sargento Monteiro CAPITANIA FLUVIAL DE BRASÍLIA SLIDE 1 / 14

2 SUMÁRIO   Comunicações (noções básicas);   Equipamentos de Comunicação;   Procedimentos Radiotelefônico; e   Dúvidas / Conclusão. CAPITANIA FLUVIAL DE BRASÍLIA SLIDE 2 / 14

3 CAPITANIA FLUVIAL DE BRASÍLIA SLIDE 3 / 14 Comunicações Radiocomunicação: É toda modalidade de transmissão efetuada por ondas eletromagnéticas; Ondas de rádio: São fontes artificiais de ondas eletromagnéticas produzidas por um circuito chamado oscilador. Onda Eletromagnética – km/s. Ondas sonoras: São ondas mecânicas, ou seja, precisam de corpos que possuam matéria para se propagar. Onda sonora – 340 m/s.

4 CAPITANIA FLUVIAL DE BRASÍLIA SLIDE 4 / 14 Comunicações É dividido em oito faixas de frequência, a mais importante delas, para nosso estudo, é a de V.H.F. – Very High Frequency. 30 MHz – 300 MHZ As mais usadas nas Comunicações Marítimas são: Ondas Médias (MF), Ondas Curtas (HF) e VHF. Faixas do espectro de frequência

5 CAPITANIA FLUVIAL DE BRASÍLIA SLIDE 5 / 14 Equipamentos de Comunicação Estação Radiotelefônica

6 CAPITANIA FLUVIAL DE BRASÍLIA SLIDE 6 / 14 Equipamentos de Comunicação Transmissão

7 CAPITANIA FLUVIAL DE BRASÍLIA SLIDE 7 / 14 Equipamentos de Comunicação Recepção

8 CAPITANIA FLUVIAL DE BRASÍLIA SLIDE 8 / 14 Equipamentos de Comunicação Modos de Operação Simplex

9 CAPITANIA FLUVIAL DE BRASÍLIA SLIDE 9 / 14 Equipamentos de Comunicação Modos de Operação Duplex

10 CAPITANIA FLUVIAL DE BRASÍLIA SLIDE 10 / 14 Equipamentos de Comunicação Modos de Operação Semi- Duplex

11 CAPITANIA FLUVIAL DE BRASÍLIA SLIDE 11 / 14 Equipamentos de Comunicação Canais Especiais Canal 16 – Canal de Socorro e Segurança Canal 6 – Entre embarcações Canal 13 – Comunicações de segurança entre embarcações. Canal 70 – Chamada Seletiva Digital ( DSC )

12 CAPITANIA FLUVIAL DE BRASÍLIA SLIDE 12 / 14 Procedimento Radiotelefônico Regra de Operação Rádio Chamada de Rotina Chamada de Segurança Chamada de Urgência Chamada de Socorro

13 CAPITANIA FLUVIAL DE BRASÍLIA SLIDE 13 / 14 Procedimento Radiotelefônico Utilização do código Q. Código Q Composto de três letras, podendo ser seguido por número

14 CÓDIGO “Q” É um código especial, para sistemas de telecomunicações, adotado e regulamentado pela UIT com dupla finalidade: a) Facilitar as comunicações entre operadores de estações, de modo a reduzir as dificuldades eventualmente impostas por dificuldades lingüísticas; e b) Padronizar procedimentos de tráfego entre estações, reduzindo o tempo despendido na troca de informações entre operadores. CAPITANIA FLUVIAL DE BRASÍLIA SLIDE 14 / 14

15 1-Telegrafia e radiotelegrafia por CÓDIGO MORSE; Telegrafia por dispositivos ópticos: Holofote e o escote; Telegrafia por dispositivos ópticos: Holofote e o escote; 2-Telefonia e radiotelefonia; È constituído por um conjunto de combinações de três letras do alfabeto latino, onde cada combinação representa uma informação ou um conjunto de informações: QAP – Estou atento nesta freqüência ou na freqüência informada; QAZ – Estou com problemas de equipamentos; QRA – O nome da minha estação é... INTE QRA/QRI, isto é:Qual o nome de sua estação e seu rumo atual? QRI – Meu rumo atual é... QRK – A intensidade do seu sinal... Entre outros.. CAPITANIA FLUVIAL DE BRASÍLIA SLIDE 14 / 14 QSA – A clareza do seu sinal é...

16 FIM. CAPITANIA FLUVIAL DE BRASÍLIA SLIDE 14 / 14 QSA – A clareza do seu sinal é...


Carregar ppt "V. H. F. Sargento Monteiro CAPITANIA FLUVIAL DE BRASÍLIA SLIDE 1 / 14."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google