A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 FÉRIAS EM PORTO SANTO Cruzeiro ANC - Verão 2011 : 23 Julho a 15 Agosto ANC 20-Jul-2011.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 FÉRIAS EM PORTO SANTO Cruzeiro ANC - Verão 2011 : 23 Julho a 15 Agosto ANC 20-Jul-2011."— Transcrição da apresentação:

1 1 FÉRIAS EM PORTO SANTO Cruzeiro ANC - Verão 2011 : 23 Julho a 15 Agosto ANC 20-Jul-2011

2 2 As Caras da Organização: Ruy Ribeiro José Oliveira Vilela de Matos FÉRIAS EM PORTO SANTO

3 3 A hora considerada é a Legal (de Verão): UT (Universal Time) = Hora no Fuso 0 UT (Universal Time) = Hora no Fuso 0 Continente= UT + 1 h Continente= UT + 1 h Madeira= UT + 1 h Madeira= UT + 1 h Marrocos=UT + 0 h Marrocos=UT + 0 h Coordenadas em Datum WGS84 Velocidade média considerada (GPS) = 5 nós

4 4 Férias em Porto Santo PERCURSO PARA PORTO SANTO

5 5 Plano do Cruzeiro PORTODataE T D E T A M N Lisboa (PM 09.12) 23-Jul Porto Santo27-4ªf Estadia na Marina do Porto Santo Passeio à Madeira e/ou Desertas e/ou Selvagens Porto Santo10-Ago Lisboa15-2ªf Pode ser considerado regresso pelas Selvagens ou directo a Marrocos… TOTAL 1.080

6 6 Distâncias, Rumos e Tempos: Distâncias, Rumos e Tempos: PernasMN Rumo Horas Leixões – Porto Santo º 120 Leixões – Porto Santo º 120 Aveiro – Porto Santo º 116 Aveiro – Porto Santo º 116 Lisboa – Porto Santo º 96 Lisboa – Porto Santo º 96 Sines – Porto Santo º 92 Sines – Porto Santo º 92 Portimão – Porto Santo º 90 Portimão – Porto Santo º 90 Porto Santo – Madeira º 6 Porto Santo – Madeira º 6 Porto Santo – Desertas º 8 Porto Santo – Desertas º 8 Porto Santo – Selvagens º 36 Porto Santo – Selvagens º 36 Madeira – Desertas º 4 Madeira – Desertas º 4 Madeira – Selvagens º 32 Madeira – Selvagens º 32

7 7 Coordenadas Importantes: Latitude NLongitude W Porto Santo 33º º 19 Madeira (Qta. do Lorde) 32º º 43 Madeira (Funchal) 32º º 54 Desertas 32º º 30 Selvagens 30º º Leixões41º º 42 Aveiro40º º 45 Lisboa38º º 17 Sines37º º 52 Portimão 37º º 32

8 Ilha do Porto Santo 8

9 9 Marina do Porto Santo Marina do Porto Santo

10 10

11 11

12 12

13 13 E W

14 14 Ilha da Madeira

15 15 Marina Quinta do Lorde Marina Quinta do Lorde

16 16

17 Madeira / Quinta do Lorde - Desertas 17 Volta=90 MN =18h Calheta Funchal 6030

18 Circum-navegação da Madeira e Desertas

19 19 PORTODataE T D E T A M N Porto Santo31-Jul P. Recreio Calheta 31 (dom) P. Recreio Calheta 01-Ago Fundear para almoço na Fajã do Padres (8 MN) ou no Funchal (12 MN) Quinta do Lorde01-Ago Quinta do Lorde03-Ago Deserta Grande03-Ago Deserta Grande 03-Ago Porto Santo03 (4ªf) Total 150

20 20 Deserta Grande Cruzeiro ANC 2005

21 Madeira - Selvagens 21

22 22

23 Alternativas de Regresso

24 24 Distâncias, Rumos e Tempos: Distâncias, Rumos e Tempos: PernasMN Rumo Horas 1. Porto Santo - Lisboa600 NW/NE Porto Santo - Portimão500 NE/NW Porto Santo - Rabat º 90 Rabat - Portimão º Porto Santo - Selvagens º 36 Selvagens - Rabat º104 Selvagens - Rabat º104 Rabat - Portimão º 40 Rabat - Portimão º 40

25 25 Regresso pelas Selvagens / Marrocos (opcional) PORTO Data ETD ETA MN Porto Santo06-Ago Selvagens07-Dom Selvagens08-2ªf Rabat12-6ªf Rabat13-Sáb Portimão15-Fer TOTAL 900

26 RABAT – Entrada e Marina 26

27 27 Dados Meteorológicos Jul/Ago no Continente - Madeira Luas : 15 Jul/13 Ago...Lua Cheia 23 Jul Quarto Minguante 30 Jul Lua Nova 06 Ago Quarto Crescente Temperaturas : - do ar a 25ºC - da água…...20 a 22ºC Vento : habitualmente do quadrante NORTE, Força 4... Corrente : para SUL 0,4-0,5 nós (junto à costa marroquina pode rodar para Norte)

28 28 Para participar é necessário: Ser sócio da ANC com quotas em dia Ser sócio da ANC com quotas em dia Inscrever-se no Cruzeiro até 31 Janeiro Inscrever-se no Cruzeiro até 31 Janeiro Pagar até 31 de Março sinal 100,00 Pagar até 31 de Março sinal 100,00 Ter o seguro da embarcação válido Ter o seguro da embarcação válido Seguir as determinações do IPTM no que se refere a equipamento da ER e a habilitações do Patrão Seguir as determinações do IPTM no que se refere a equipamento da ER e a habilitações do Patrão Cumprir as determinações da ANC Cumprir as determinações da ANC

29 29 Dados a preencher na inscrição Nome do Veleiro Nome do Veleiro Categoria de Navegação (1, 2 ou 3) Categoria de Navegação (1, 2 ou 3) Dimensões (comprimento x boca) Dimensões (comprimento x boca) Bandeira (nacionalidade) Bandeira (nacionalidade) Nome do Patrão Nome do Patrão Carta de Navegador de Recreio Carta de Navegador de Recreio Contactos (telemóvel e ) Contactos (telemóvel e )

30 30 Autorização do IPTM As ER tipo 3 (navegação costeira) só podem navegar até 60 milhas de um porto de abrigo e 25 milhas da costa (Artº 6º do R.N.R.) As ER tipo 3 (navegação costeira) só podem navegar até 60 milhas de um porto de abrigo e 25 milhas da costa (Artº 6º do R.N.R.) Os Patrões com carta de Patrão de Costa só podem comandar ER que navegam até 25 milhas da costa (Artº 31º do R.N.R.) Os Patrões com carta de Patrão de Costa só podem comandar ER que navegam até 25 milhas da costa (Artº 31º do R.N.R.) Para estas situações solicitaremos ao IPTM, tal como temos feito no passado, que, ao abrigo do nº 2 do Artº 53, aquelas ER e/ou os Patrões sejam autorizados a participar no cruzeiro Para estas situações solicitaremos ao IPTM, tal como temos feito no passado, que, ao abrigo do nº 2 do Artº 53, aquelas ER e/ou os Patrões sejam autorizados a participar no cruzeiro SÓ APLICÁVEL A BARCOS DE BANDEIRA NACIONAL SÓ APLICÁVEL A BARCOS DE BANDEIRA NACIONAL

31 31 Documentos Obrigatórios por Veleiro (originais) : Bilhetes de Identidade (do Patrão e de todos os tripulantes…) Bilhetes de Identidade (do Patrão e de todos os tripulantes…) Livrete da Embarcação de Recreio Livrete da Embarcação de Recreio Seguro válido da ER Seguro válido da ER Carta de Navegador de Recreio Carta de Navegador de Recreio Licença de Estação da ER Licença de Estação da ER Certificado de Operador Radiotelefonista Certificado de Operador Radiotelefonista

32 32 Custo Total do Cruzeiro Veleiros de 8 a 10 m:300,00 Veleiros de 8 a 10 m:300,00 Veleiros de 10 a 12 m:375,00 Veleiros de 10 a 12 m:375,00 Veleiros de 12 a 15 m:550,00 Veleiros de 12 a 15 m:550,00 Veleiros de 15 a 20 m: Veleiros de 15 a 20 m: Catamarans pagam + 50% Catamarans pagam + 50% Estes montantes incluem basicamente a estadia nas marinas: Porto Santo e/ou Madeira 15 dias Mais dias serão pagos à parte por cada participante... - Eventuais excursões / refeições serão pagas à parte… - Se sobrar dinheiro será aplicado em placas comemorativas e/ou num jantar de convívio no Outono e/ou Livro do Cruzeiro

33 Outros opções individuais: (VALORES APROXIMADOS) Viagem de avião directo Porto Santo TAP ou SATA – 300,00 ida e volta Viagem de avião easyJet + Sata via Funchal LIS – FNC: 60 a 80, ida e volta FNC – PXO: 100,00 ida e volta Quanto mais cedo reservar, mais barato fica… Site recomendado:

34 Outros opções individuais: (VALORES APROXIMADOS) Viagem Naviera Armas / Lobo Marinho Portimão -> FNC aos Domingos / FNC -> Portimão aos Sábados 2 + carro: 550/830/ = 780 a carro: 710/ = 980 ou carro: 880/ = 1170 ou 1740 Aluguer de carro 5 Lugares Autojardim 3d 110 a 133 / 7d 220 a 265 Rodavante 3d 120 a 130 / 7d 260 a 275 Moínho Rent-a-Car, Lda. – é mais caro

35 Datas Chave Até 31 de Janeiro: Inscrição + dados solicitados Até 31 de Março: Pagamento de sinal 100,00 Até 31 de Maio: Confirmação de ida (ou desistência com direito a reembolso) e restante pagamento. Depois desta data, se houver lugar, paga + 50% Dia 8 de Julho: Reunião final de Patrões Dia 15 de Julho: Palestra sobre O Céu nas noites de Verão pelo Dr. Guilherme de Oliveira Acções de Formação antes do cruzeiro: - Mecânica de Motores Diesel (Técniates) - PAGO - Abr/Mai - Gestão da Electricidade a Bordo (Multimarine) – 27 Mai - Navegação Electrónica (Nautiradar) – 17 Jun - Segurança e Sobrevivência no Mar (Alfeite) – 30 Jun/21 Jul - Cuidados Médicos a Bordo (Dr. Pedro Gameiro) – 14 Julho - Meteorologia Náutica (Coronel H. Rodrigues) – 20 Jul

36 36 Contactos importantes nas marinas: Porto Santo – Nelson Vasconcelos Tel / Tlm Qta. do Lorde – Cátia Carvalho Tel / Tlm

37 37 Publicações que aconselhamos… Cartas Cartas A. Imray Chart C20 – Gibraltar to Islas Canarias Livros – Pilot Books & Almanac Livros – Pilot Books & Almanac 1. Atlantic Spain and Portugal, 5ª edição Atlantic Islands, 4ª edição The Atlantic Crossing Guide, 6ª edição Atlantic Pilot Atlas, 4ª edição 2001 (weather guide) Sites: Sites:

38 38 Pontos Críticos: Condições de segurança se tivermos de navegar junto à costa africana Possibilidade de ocorrência de mau tempo (as pernas são longas e as previsões meteorológicas menos fiáveis…) CONTACTOS IMPORTANTES: Comando Naval – Centro de Operações Oficial de Serviço MRCC = Maritime Rescue Coordination Center Funchal

39 39 Como garantir a Segurança? Manter os veleiros agrupados navegando, se possível, à vista uns dos outros Necessariamente ao alcance do VHF Contacto permanente por VHF Ch 06 Reporte diário de posição Antes de cada largada deve haver um briefing com todos os Patrões (avaliação de riscos, estado do mar, previsões meteorológicas,...)

40 40 Equipamentos recomendados: LogMobile para localização, via satélite, de cada barco da frota, em tempo real LogMobile para localização, via satélite, de cada barco da frota, em tempo real Receptor de AIS (Sistema Automático de Identificação de Navios) Receptor de AIS (Sistema Automático de Identificação de Navios) Radar Radar Navtex (490kHz em português, 518 kHz em inglês ) Navtex (490kHz em português, 518 kHz em inglês ) Piloto Automático Piloto Automático Lanterna de cabeça (LEDs se possível) Lanterna de cabeça (LEDs se possível) Caixa de ferramentas (ver listagem) Caixa de ferramentas (ver listagem) Equipamentos OBRIGATÓRIOS: Rádio VHF com DSC, EPIRB 406 MHz, Balsa, Medicamentos e tb outros previstos no RNR Rádio VHF com DSC, EPIRB 406 MHz, Balsa, Medicamentos e tb outros previstos no RNR

41 41 Comunicações Rádio VHF Dual watch (escuta dupla) nos canais 16 e 06 Dual watch (escuta dupla) nos canais 16 e 06 Comunicações entre os barcos da frota em Canal 06 (canal internacionalmente reser- vado para as comunicações navio–navio) Comunicações entre os barcos da frota em Canal 06 (canal internacionalmente reser- vado para as comunicações navio–navio) Canal alternativo 09 (canal reservado à navegação de recreio; não será o prioritário devido a ser usado pelas marinas) Canal alternativo 09 (canal reservado à navegação de recreio; não será o prioritário devido a ser usado pelas marinas) Outras comunicações: chamar em canal 16 e passar imediatamente a outro canal... Outras comunicações: chamar em canal 16 e passar imediatamente a outro canal...

42 42 Telefone Satélite Do tamanho de um telemóvel GSM Sistema duplo GSM/Satélite Emissão/Recepção de SMS mto. barata Redes Thuraya, Iridium e Globalstar Utilizam os cartões SIM normais As operadoras de rede móvel deixaram de disponibilizar estes aparelhos aos seus clientes

43 43 O Sistema AIS AIS – A utomatic I dentification S ystem AIS – A utomatic I dentification S ystem Obrigatório desde 2005 em navios com mais de 300 tons, mais de 12 passageiros e barcos de pesca com mais de 12 metros Obrigatório desde 2005 em navios com mais de 300 tons, mais de 12 passageiros e barcos de pesca com mais de 12 metros Basicamente é um transponder, i.e., um equipamento que transmite e recebe, via rádio, informação relevante de segurança marítima Basicamente é um transponder, i.e., um equipamento que transmite e recebe, via rádio, informação relevante de segurança marítima Emissor / Receptor ligado ao GPS e outros equipamentos que transmite de x em x tempo, automaticamente, informação sobre o navio: Nome, MMSI, Posição, Velocidade, Rumo, etc. Emissor / Receptor ligado ao GPS e outros equipamentos que transmite de x em x tempo, automaticamente, informação sobre o navio: Nome, MMSI, Posição, Velocidade, Rumo, etc. Funciona em 2 canais de VHF, não disponíveis para radiotelefonia (87B-161,975 MHz e 88B-162,025 MHz) Funciona em 2 canais de VHF, não disponíveis para radiotelefonia (87B-161,975 MHz e 88B-162,025 MHz) Alcance igual ao do VHF Alcance igual ao do VHF Nas ER temos, ou um receptor de AIS, ou um emissor/receptor Nas ER temos, ou um receptor de AIS, ou um emissor/receptor

44 44 Possíveis Dúvidas? O AIS substitui o Radar? O AIS é melhor que o Radar? É pior? Não, nem uma coisa, nem outra... São diferentes e complementam-se muito bem!!!

45 45 Emissor / RECEPTOR AIS Vantagens sobre o Radar Vantagens sobre o Radar - Consumo < 5% do consumo de um radar -Simplicidade - Facilidade de operação -3 Tipos de Informação (recebida / enviada) 1. DADOS DINÂMICOS: Posição, Rumo, Velocidade, CPA, TCPA,… 2. DADOS ESTÁTICOS: Nome, MMSI, Comprimento, Boca, Calado,… 3. DADOS DA VIAGEM: Tipo de carga, Porto de destino, ETA,… - Precisão da Informação, em tempo real Desvantagens Desvantagens - Só detecta objectos equipados com emissor AIS (ligado!)

46 46 HOMEM AO MAR (MOB) A queda ao mar é mais provável de noite, ou com mau tempo, exactamente quando a possibilidade de encontrar e recuperar o tripulante é muito pequena. Mas mesmo de dia a probabilidade de recuperar a pessoa é reduzida. A regra fundamental é: É proibido cair ao mar!

47 47 MOB – Como Prevenir? De noite ou com mau tempo: Não devem ser feitas operações fora do poço. Rizar antes da noite ou antes do mau tempo. Isto é um Cruzeiro, não é o Volvo Ocean Race. Usar arneses e linhas de vida. Os arneses não devem poder saltar por cima ou por baixo. Um tripulante sozinho de quarto não pode sair do poço. Em mareações de popa usar um preventer na retranca. As saídas do poço são feitas com ligação às linhas de vida do convés (BB e EB) e um 2º tripulante no poço.

48 48 Praxe e Etiqueta Náutica Bandeira Nacional, içada no contra- estai ou mastro próprio, à largada e à entrada dos portos e ao cruzar com navios de guerra Galhardete ANC içado no vau de BB Mareato: bandeiras do CIS ordenadas e ligadas entre si, que se usa para engalanar os barcos (no estai de proa e também no contra-estai)

49 49 NOTAS IMPORTANTES: Todas as indicações, sugestões, rumos, distâncias, tempos, ameaças, etc… são dados meramente indicativos, sendo da exclusiva responsabilidade de cada Patrão velar pela segurança dos seus tripulantes, embarcação e haveres… navegando em conformidade com as Regras de Segurança e de Boa Pilotagem... não podendo a ANC ou os seus Directores serem responsabilizados por quaisquer danos ou prejuízos que possam, eventualmente, ocorrer… Este apresentação não dispensa a elaboração, por cada Patrão, de um Plano de Viagem para o seu veleiro!!!

50 50 Para finalizar… Toda esta apresentação estará à V/ disposição no site da ANC… Listagem dos Participantes: uma lista actualizada com os dados de cada um será enviada a todos… Será aberta, também no site, uma BOLSA de TRIPULANTES …


Carregar ppt "1 FÉRIAS EM PORTO SANTO Cruzeiro ANC - Verão 2011 : 23 Julho a 15 Agosto ANC 20-Jul-2011."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google