A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2004 FRATERNIDADE E ÁGUA Água, fonte de vida Conferência Nacional dos Bispos do Brasil.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2004 FRATERNIDADE E ÁGUA Água, fonte de vida Conferência Nacional dos Bispos do Brasil."— Transcrição da apresentação:

1 1 CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2004 FRATERNIDADE E ÁGUA Água, fonte de vida Conferência Nacional dos Bispos do Brasil

2 2

3 3 OBJETIVO GERAL CONSCIENTIZAR A SOCIEDADE DE QUE A ÁGUA É FONTE DA VIDA, UMA NECESSIDADE DE TODOS OS SERES VIVOS E UM DIREITO DA PESSOA HUMANA, E MOBILIZÁ-LA PARA QUE ESSE DIREITO À ÁGUA COM QUALIDADE SEJA EFETIVADO PARA AS GERAÇÕES PRESENTES E FUTURAS.

4 4 OBJETIVOS ESPECÍFICOS CONHECER A REALIDADE HÍDRICA DO BRASIL A PARTIR DA REALIDADE LOCAL; 2. DESENVOLVER UMA MÍSTICA ECOLÓGICA QUE RESGATE O VALOR DA ÁGUA NOS SEUS FUNDAMENTOS MAIS PROFUNDOS; 3. APOIAR E VALORIZAR AS INICIATIVAS JÁ EXISTENTES NO TOCANTE AO CUIDADO COM A ÁGUA, PRESERVAÇÃO DAS ÁGUAS, CAPTAÇÃO DE ÁGUA DE CHUVA E RECUPERAÇÃO DE MANANCIAIS DEGRADADOS; 4. PROVOCAR E ALIMENTAR A SOLIDARIEDADE ENTRE QUEM TEM ÁGUA E QUEM NÃO TEM; 5. DEFENDER A PARTICIPAÇÃO POPULAR NA ELABORAÇÃO DE UMA POLÍTICA HÍDRICA, PARA QUE A ÁGUA SEJA, DE FATO, DE DOMÍNIO PÚBLICO, E SEJA GERENCIADA PELO PODER PÚBLICO COM PARTICIPAÇÃO DA SOCIEDADE CIVIL E DA COMUNIDADE LOCAL.

5 5 PRIMEIRA PARTE VER

6 6 COMPOSIÇÃO DA PESSOA HUMANA ÁGUA E SAÚDE ACESSO À ÁGUA POTÁVEL PREVISÃO PARA O FUTURO RESPONSABILIDADE PELA QUALIDADE DA ÁGUA INTRODUÇÃO

7 7 ÁGUA, NECESSIDADE E DIREITO DE TODOS BEM DE DESTINAÇÃO UNIVERSAL PRIMAZIA DA VIDA DIREITO HUMANO À ALIMENTAÇÃO DESTINATÁRIOS: TODOS OS SERES VIVOS

8 8 MUTIRÃO PARA A SUPERAÇÃO DA MISÉRIA E DA FOME AFINIDADE ENTRE A CF E O MUTIRÃO MESMAS EXIGÊNCIAS ÉTICAS ENVOLVIMENTO DE TODOS

9 9 MULTIPLICIDADE DO USO DA ÁGUA CONSUMO HUMANO IRRIGAÇÃO ENERGIA NAVEGAÇÃO PESCA INDÚSTRIA LAZER MEDICINA

10 10 DIMENSÕES, VALORES E SIGNIFICADOS DA ÁGUA BIOLÓGICO SOCIAL SIMBÓLICO PAISAGEM E TURISMO POLÍTICA E PODER POESIA E ARTE SAÚDE ECOLOGIA

11 11 CRISE DA ÁGUA: REALIDADE E IDEOLOGIA SUFICIÊNCIA DE ÁGUA CARÊNCIA QUANTITATIVA E QUALITATIVA LUTA PELA PRESERVAÇÃO OPORTUNIDADE PARA GRANDES NEGÓCIOS

12 12 O NOVO DISCURSO DA ÁGUA A ÁGUA É ESCASSA? A ÁGUA TEM VALOR ECONÔMICO TRANSFORMAÇÃO DA ÁGUA EM MERCADORIA, COMODITIE? FONTE DE GUERRAS E CONFLITOS POSSIBILIDADE DE EXCLUSÃO PAPEL DOS ORGANISMOS MULTILATERAIS

13 13 REALIDADE BRASILEIRA DISTRIBUIÇÃO NACIONAL, REGIONAL E LOCAL USO MÚLTIPLO DAS ÁGUAS NO BRASIL

14 14 DEGRADAÇÃO E DESPERDÍCO DAS ÁGUAS RIOS E MANANCIAIS ÁGUA DO SUBSOLO FONTES E NASCENTES CHUVA GERAÇÃO DE ENERGIA OCEANO

15 15 LEGISLAÇÃO E POLÍTICA DE ÁGUAS CÓDIGO DAS ÁGUAS – 1934 A CONSTITUIÇÃO DE 1988 LEI DE RECURSOS HÍDRICOS nº 9.433/97 BACIAS HIDROGRÁFICAS ANA – AGÊNCIA NACIONAL DA ÁGUA

16 16 RESPONSABILIDADE INTERNACIONAL PATRIMÔNIO DA HUMANIDADE PARLAMENTO INTERNACIONAL DA ÁGUA NEGÓCIO OU VIDA

17 17 QUESTÕES FUNDAMENTAIS QUE SUBSISTEM O QUE FAZER? CONTINUIDADE? PRINCÍPIOS ECONÔMICOS? PARTICIPAÇÃO SOCIAL? E A SITUAÇÃO MUNDIAL?

18 18 SEGUNDA PARTE JULGAR

19 19 INTRODUÇÃO ÁGUA, FONTE DE VIDA ÁGUA, FONTE DE SUSTENTO

20 20 ÁGUA NAS TRADIÇÕES RELIGIOSAS UMBANDA POVOS INDÍGENAS HINDUÍSTAS

21 21 PERSPECTIVAS BÍBLICAS IMPORTÂNCIA DA ÁGUA A LUTA CONTRA A DOMINAÇÃO CONSTRUÇÃO DE NOVAS RELAÇÕES PURIFICAÇÃO

22 22 A ÁGUA E O BATISMO INÍCIO DA VIDA CRISTÃ INÍCIO DA CAMINHADA VOCACIONAL PARTICIPAÇÃO NA MISSÃO DE CRISTO ATO DE COMPROMISSO

23 23 EXIGÊNCIAS ÉTICAS DIREITO À VIDA DIGNA GARANTIA DO DIREITO À ÁGUA CONDENAÇÃO DO MERCANTILISMO ECONOMIA RACIONAL LUTA CONTRA A POLUIÇÃO

24 24 TRÊS PRINCÍPIOS ÉTICOS O PRINCÍPIO DO CUIDADO O PRINCÍPIO DA SOLIDARIEDADE O PRINCÍPIO DA CO-RESPONSABILIDADE

25 25 APLICAÇÃO PARA O NOSSO TEMPO 1º lugar: Revolução na maneira de considerar a água 2º lugar: Despertar a consciência ética 3º lugar: Garantia de seu acesso com qualidade 4º lugar: Gerenciamento democrático da água 5º lugar: Contrato Mundial da Água

26 26 TERCEIRA PARTE AGIR

27 27 CONHECIMENTO DA REALIDADE HÍDRICA QUESTIONAMENTOS SOBRE A REALIDADE LOCAL DA REALIDADE LOCAL PARA A NACIONAL RESPONDER AO QUESTIONÁRIO

28 28 MÍSTICA DA ÁGUA VISITA DE MANANCIAIS CELEBRAÇÃO DA ÁGUA NOS LOCAIS MOTIVAR A BUSCA DAS ADESÕES PARA OS PROBLEMAS LOCAIS ENCAMINHAMENTO DE SOLUÇÕES GLOBAIS ROMARIA DA TERRA E DA ÁGUA MAIOR USO DA ÁGUA NA LITURGIA MOTIVAR CÍRCULOS BÍBLICOS E CELEBRAÇÕES DIVERSAS

29 29 APOIO A INICIATIVAS JÁ EXISTENTES CONVIVÊNCIA COM O SEMI-ÁRIDO POLÍTICA DE CAPTAÇÃO DE ÁGUA DE CHUVA PRESERVAÇÃO DOS LAGOS PARA REPRODUÇÃO NA AMAZÔNIA ACORDOS DE PESCA E REPRODUÇÃO DE PEIXES PASTORAL DOS PESCADORES APOIAR ÁREAS DE PRESERVAÇÃO AMBIENTAL PROJETOS DE REVITALIZAÇÃO DOS RIOS PROJETOS DE APROVEITAMENTO DE ÁGUA

30 30 PROVOCAR E ALIMENTAR A SOLIDARIEDADE SENSIBILIZAÇÃO SOBRE A REALIDADE URBANA CONTROLE DA QUALIDADE DA ÁGUA LOCAL SENSIBILIZAÇÃO SOBRE A SITUAÇÃO MUNDIAL DA CARÊNCIA DA ÁGUA RUMO LIVRE PARA PESCADORES, RESPEITANDO OS CICLOS DA NATUREZA

31 31 POLÍTICA HÍDRICA APOIAR OS FÓRUNS DE DISCUSSÃO EXISTENTES INCENTIVAR NOVOS FÓRUNS MAIOR PARTICIPAÇÃO NO FÓRUM SOCIAL MUNDIAL ACOMPANHAMENTO DOS COMITÊS DE BACIAS HIDROGRÁFICAS ABAIXO ASSINADO APOIO AOS MOVIMENTOS DE RESISTÊNCIA CONTRA A PRIVATIZAÇÃO DAS ÁGUAS APOIO AOS ATINGIDOS POR BARRAGENS

32 32 GESTO CONCRETO É A COLETA DA SOLIDARIEDADE EM ÂMBITO NACIONAL REALIZADO EM TODAS AS COMUNIDADES CRISTÃS, PARÓQUIAS E DIOCESES. AS AÇÕES SÃO DIRECIONADAS AOS SEGMENTOS EXCLUÍDOS DA SOCIEDADE QUE ESTÃO EM SITUAÇÃO DE RISCO. É REALIZADA NO DOMINGO DE RAMOS. 40% FUNDO NACIONAL DE SOLIDARIEDADE (FNS) 60% FUNDO DIOCESANO DE SOLIDARIEDADE (FDS)

33 33 CAMPANHA DA FRATERNIDADE SECRETARIA EXECUTIVA DA CF Fone: (61) Fax: (61) Data Show elaborado por: Secretário Executivo da CF F I M CONFERÊNCIA NACIONAL DOS BISPOS DO BRASIL

34 34 Fonte:


Carregar ppt "1 CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2004 FRATERNIDADE E ÁGUA Água, fonte de vida Conferência Nacional dos Bispos do Brasil."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google