A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO BÁSICA SUPERINTENDÊNCIA DE EDUCAÇÃO INFANTIL E FUNDAMENTAL DIRETORIA DE ENSINO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO BÁSICA SUPERINTENDÊNCIA DE EDUCAÇÃO INFANTIL E FUNDAMENTAL DIRETORIA DE ENSINO."— Transcrição da apresentação:

1 SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO BÁSICA SUPERINTENDÊNCIA DE EDUCAÇÃO INFANTIL E FUNDAMENTAL DIRETORIA DE ENSINO FUNDAMENTAL TODA A ESCOLA PODE FAZER A DIFERENÇA PLANO DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA CONSOLIDADO DA AVALIAÇÃO DOS TRABALHOS DESENVOLVIDOS NO ANO DE 2007, REALIZADA EM DEZEMBRO DE 2007 QUESTIONÁRIOS RESPONDIDOS PELOS COORDENADORES REGIONAIS E DIRETORES DE 45 SRE

2 A - QUANTO A INTERAÇÃO DOS ANALISTAS E INSPETORES ESCOLARES COM AS ESCOLAS AFIRMATIVA 1 As visitas em duplas de Analistas e Inspetores Escolares às escolas foram fundamentais para o acompanhamento e avaliação da elaboração, implantação e implementação do PIP nas escolas. AFIRMATIVA 2 As reuniões realizadas pela equipe da SRE com a Direção das Escolas e Especialistas foram essenciais para orientar o processo e estabelecer uma relação de confiança entre SRE e Escolas. AFIRMATIVA 3 A análise dos PIP elaborados pelas escolas, com apresentação de sugestões pela equipe da SRE, foi muito importante para garantir a qualidade dos Planos elaborados.

3 AFIRMATIVA 4 As visitas às escolas, mais freqüentes, a partir do roteiro sugerido pela SEE, com foco na gestão pedagógica, foram muito importantes para o desenvolvimento do processo de implementação do PIP e superação das dificuldades evidenciadas. AFIRMATIVA 5 As Equipes das Escolas se sentiram à vontade para contactar com o Analista e o Inspetor Escolar para sanar suas dúvidas e resolver problemas e dificuldades. AFIRMATIVA 6 Os Analistas e Inspetores Escolares assumiram com competência e garra o papel de orientadores de todo o processo de implementação do PIP, atuando como mediadores entre SRE / SEE / ESCOLAS.

4 AFIRMATIVA 7 A Direção das Escolas e os Especialistas sempre atendiam com presteza às solicitações dos Analistas e Inspetores no que se referia ao processo de implementação do PIP, apresentando com clareza e fidedignidade a real situação de suas escolas. AFIRMATIVA 8 As orientações sobre a implementação do PIP chegaram até o Professor e fizeram a diferença na melhoria do trabalho na sala de aula e no desempenho escolar dos alunos.

5 B - QUANTO À INTERAÇÃO DOS COORDENADORES REGIONAIS COM A EQUIPE DE COORDENAÇÃO DO PIP NA SEE AFIRMATIVA 10 A organização de todo o trabalho de orientação, acompanhamento e avaliação do PIP pela SEE, desde o Congresso de Alfabetização, a realização do dia Toda a escola pode fazer a diferença, os Encontros Regionais e Centrais, foi fundamental para garantir a qualidade dos trabalhos desenvolvidos. AFIRMATIVA 11 A atuação da Equipe da SEE na orientação dos trabalhos de acompanhamento e Avaliação do PIP trouxe maior segurança à Equipe Regional para desempenhar, com eficiência, o seu papel junto às escolas. AFIRMATIVA 12 A equipe da SEE procurou esclarecer dúvidas, estabelecer relação de confiança e diminuir ansiedades dos Coordenadores Regionais no seu papel de multiplicadores das ações do PIP junto a toda equipe da SRE. AFIRMATIVA 13 A equipe da SEE procurou sensibilizar, motivar e incentivar a realização de um trabalho conjunto SRE/SEE, colocando-se como parceira no enfrentamento dos desafios na educação. AFIRMATIVA 14 A Equipe da SEE trabalhou de forma integrada e competente e se empenhou na busca de soluções para os problemas e dificuldades evidenciados.

6 C - QUANTO ÀS ESTRATÉGIAS DE ORIENTAÇÃO ÀS EQUIPES REGIONAIS NO ACOMPANHAMENTO E AVALIAÇÃO DO PIP AFIRMATIVA 16 Os encontros presenciais de orientação com os Coordenadores Regionais foram ricos e esclarecedores, contribuindo positivamente para o melhor desenvolvimento dos trabalhos das Equipes das SRE. AFIRMATIVA 17 Os encontros atenderam satisfatoriamente às questões de infra-estrutura quanto à localização e instalações físicas oferecidas. AFIRMATIVA 18 As dificuldades encontradas pelos Analistas e Inspetores Escolares para realizar o trabalho de visitas às escolas, em conjunto, para o acompanhamento da gestão pedagógica foram superadas ao longo do segundo semestre de AFIRMATIVA 19 A elaboração dos Relatórios pelos Analistas e Inspetores Escolares, conforme modelo disponibilizado, permite`à Coordenação da SEE conhecer a real situação da implementação do PIP nas escolas. AFIRMATIVA 20 O material de orientação elaborado pela SEE (cartilha, Manual, textos, CD, etc) e repassado nos Encontros Centrais e Regionais foi de qualidade e muito significativo para a orientação de todo o trabalho das Equipes Regionais e Escolas.

7 AFIRMATIVA 21 A elaboração pela SEE, de um Cronograma de Atividades constante do Manual de Acompanhamento e Avaliação do PIP, foi essencial para nortear a realização do trabalho pela Equipe Regional. AFIRMATIVA 22 A análise pela SEE, dos relatórios enviados pelos Analistas e Inspetores Escolares, deve ser feita e discutida individualmente com cada SRE. AFIRMATIVA 23 A elaboração de modelos de Avaliação Diagnóstica Coletiva para os alunos e disponibilizada pela SEE é positiva e deve continuar como uma das estratégias de orientação.

8 D- QUANTO À ELABORAÇÃO E IMPLEMENTAÇÃO DO PIP, SUPERAÇÃO DE DIFICULDADES E IMPACTOS POSITIVOS AFIRMATIVA 26 O PIP foi efetivamente elaborado e implementado em todas as Escolas Estaduais e contribuiu para melhorar o processo ensino-aprendizagem e o desempenho escolar dos alunos. AFIRMATIVA 27 As escolas estão conseguindo quebrar resistências de alguns professores e superar conflitos instalados com as propostas do PIP. AFIRMATIVA 28 A análise de resultados das avaliações externas do PROALFA e PROEB pelas escolas teve impacto positivo nos alunos e professores, contribuindo para enfatizar a necessidade de maior atenção da escola para com o processo ensino-aprendizagem e o desempenho dos alunos. AFIRMATIVA 29 A SRE tem dado importância e ênfase ao trabalho de acompanhamento e avaliação da gestão pedagógica das escolas, com foco na alfabetização e no desempenho dos alunos.

9 AFIRMATIVA 30 A SRE orientou e incentivou as Secretarias Municipais de Educação a participar da elaboração e implementação do PIP, conseguindo a quase totalidade da adesão dos municípios. AFIRMATIVA 31 De modo geral, os professores, pedagogos e diretores das escolas se envolveram em torno das ações do PIP, criando clima de estudos, comprometimento e mudanças. AFIRMATIVA 32 O acompanhamento das ações das escolas pela SRE, com orientação e cobrança dos resultados é fundamental para garantir a melhoria do desempenho escolar dos alunos. AFIRMATIVA 33 A atuação dos Diretores das Escolas foi determinante para o sucesso da elaboração e implementação do PIP nas escolas. AFIRMATIVA 34 Os especialistas assumiram seu papel de coordenadores e articuladores do processo pedagógico de suas escolas, contribuindo eficazmente para a implementação das ações do PIP.


Carregar ppt "SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO BÁSICA SUPERINTENDÊNCIA DE EDUCAÇÃO INFANTIL E FUNDAMENTAL DIRETORIA DE ENSINO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google