A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 Localizações (Mercado Internacional) Desenvolvimento - 22/08/2011.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 Localizações (Mercado Internacional) Desenvolvimento - 22/08/2011."— Transcrição da apresentação:

1 1 Localizações (Mercado Internacional) Desenvolvimento - 22/08/2011

2 2 Localizações (Mercado Internacional) I)Apresentação II)Introdução à Localizações O que é um produto localizado? Elementos da Localização II)Estrutura e Ambiente III)Compras IV)Faturamento V)Fiscal VI)Financeiro VII)Dicas Parâmetros/LP Suporte e Desenvolvimento IX) Contato ÍNDICE

3 Apresentação 3 Camila da Silva Januário, nascida em São Paulo em Março na década de Formada em Ciência da Computação pela Universidade Guarulhos em Dez/2008. Trabalho na TOTVS há mais de 6 anos nas atividades de suporte e desenvolvimento: Atuei 2 anos no suporte da GDP Controladoria na localização Brasil. Atuação de 1 ano no suporte da GDP Framework para localização Brasil. Atuei também no suporte nível 1 e nível 2 do Suporte Internacional (HDMI) por 2,5 anos. Suporte para todos os módulos ERP e clientes internacionais. Desde de Outubro de 2010 atuo na equipe de Desenvolvimento na GDP Fiscal, nas atividades de levantamento, especificação e desenvolvimento de novas localizações e legislações para localizações já existentes. Participei da estruturação de suporte internacional dedicado nos anos de 2008, 2009 e Atuei diretamente de projetos de desenvolvimento de Portugal, Argentina, República Dominicana e Austrália. Somos o que pensamos. Tudo o que somos surge com nossos pensamentos. Como nossos pensamentos, fazemos o nosso mundo. (Buda)

4 Introdução à Localizações Localizações 4 O que é um produto localizado? A localização adiciona novos elementos de um país ao sistema, como processos, aspectos legais, regras de negócio. Sendo assim, o sistema se torna adaptável ao cenário de determinado país, considerando sempre suas particularidades. O Desenvolvimento de um produto localizado é realizado com base em informações legais sobre o país, suas premissas e restrições. Exemplo: No Brasil temos o cálculo de ICMS, IPI, já na Argentina temos cálculo de outros impostos como IVA (Imposto de Valor Agregado) e Ingresos Brutos provinciais. Tais impostos são exigências legais de seus respectivos países, e desta forma são desenvolvidos de formas diferentes. No caso do software TOTVS encontra-se similaridades de processos em alguns países, com isto tornamos determinado recurso do sistema localizado, como um recurso global, ou parcialmente global. Exemplo: Cadastro de Clientes, Cadastro de Tipos de Entrada e Saída.

5 Introdução à Localizações Localizações 5 Elementos da Localização No resumo do processo de desenvolvimento de uma nova localização, os elementos abaixam se combinam para gerar o novo software aplicável ao país: O processo de manutenção da localização ocorre após a entrega, sendo realizado pelo processo de desenvolvimento e manutenção do produto por fichas de não conformidade FNC (melhorias e não conformidades). Estudo de Mercado Levantamento de Requisitos Desenvolvimento Tradução / Documentação Qualidade Treinamento Entrega, Implantação

6 6 Localizações I)Apresentação II)Introdução à Localizações O que é um produto localizado? Elementos da Localização II)Estrutura e Ambiente III)Compras IV)Faturamento V)Fiscal VI)Financeiro VII)Dicas Parâmetros/LP Suporte e Desenvolvimento IX) Contato ÍNDICE

7 Estrutura e Ambiente Localizações 7 Dicionários: a geração de dicionário é feita para cada país exclusivamente, sendo construído sobre um “dicionário base”. Ex: sxsbra.txt, sxsarg.txt, sxschi.txt, sxsuru.txt, etc. Diretório “systemload”. Menus: são gerados nos idiomas inglês, português e espanhol. Ex: Fornecedores Proveedores Suppliers. Diretório “system”. Help de Produto: são gerados os helps do sistema nos idiomas inglês, português e espanhol. Ex: hlpeng.txt, hlppor.txt, hlpspa.txt. Diretório “systemload”. Arquivo.CH: arquivos includes são gerados nos idiomas inglês, português e espanhol, onde dentro do arquivo é verificado a linguagem utilizada no produto para definir a impressão de uma string em determinado idioma. Diretório “include”. Repositório de Objetos: é gerado nos idiomas inglês, português e espanhol além do tipo de base de dados. Para definir a linguagem do Repositório, se define também no arquivo.ini a instrução Ex: RpoLanguage=spanish. MV_PAISLOC: parâmetro que define a regra de localização que será aplicada para uma determinada empresa. Ex: “ARG”, “CHI”, “URU”, etc. A variável “cPaisloc” atribui o conteúdo do MV_PAISLOC, e é utilizada na construção dos fontes para saber qual determinado bloco de instrução será feito para determinada localização. Ex. If cPaisloc == “ARG”, então...

8 8 Localizações I)Apresentação II)Introdução à Localizações O que é um produto localizado? Elementos da Localização II)Estrutura e Ambiente III)Compras IV)Faturamento V)Fiscal VI)Financeiro VII)Dicas Parâmetros/LP Suporte e Desenvolvimento IX) Contato ÍNDICE

9 Compras Localizações 9 O módulo de Compras Microsiga Protheus abrange seus principais recursos para todas as localizações, sendo adaptado para alguns processos específicos, dependendo da regra de negócio do país. O que difere principalmente no processo de Compras para as localizações diferente de Brasil é a utilização de um documento chamado “Remito”, “Remisión”, “Guia de Despacho”, “Conduce” ou “Pack-list”. Este documento existe fisicamente e normalmente é utilizado para transporte de mercadoria, transporte entre filiais, etc. O que diferencia principalmente de uma nota de entrada, é que no momento de geração deste documento, não se gera títulos financeiros nem cálculo de impostos. Atualmente no produto Microsiga Protheus, as possibilidades de geração deste documento são: PedidoRemitoFacturaTítulos Impostos

10 Compras Localizações 10 Form. de Despacho (Remito, Remisión, Conduce ou Pack-list) Factura de Entrada

11 Compras Localizações 11 Associa um pedido de compra Não gera títulos Espécie

12 Compras Localizações 12 Associa um pedido de compra ou Form. de Despacho Gera títulos e calcula Impostos Espécie

13 Compras Localizações 13 IVA calculado

14 14 Localizações I)Apresentação II)Introdução à Localizações O que é um produto localizado? Elementos da Localização II)Estrutura e Ambiente III)Compras IV)Faturamento V)Fiscal VI)Financeiro VII)Dicas Parâmetros/LP Suporte e Desenvolvimento IX) Contato ÍNDICE

15 Faturamento Localizações 15 O módulo de Faturamento Microsiga Protheus abrange seus principais recursos para todas as localizações, sendo adaptado para alguns processos específicos, dependendo da regra de negócio do país. O que difere principalmente no processo de Faturamento para as localizações diferente de Brasil é a utilização de um documento chamado “Remito”, “Remisión”, “Guia de Despacho”, “Conduce” ou “Pack-list”. Este documento existe fisicamente e normalmente é utilizado para transporte de mercadoria, transporte entre filiais, etc. O que diferencia principalmente de uma nota de saída, é que no momento de geração deste documento, não se gera títulos financeiros nem cálculo de impostos. No processo de saída, é possível gerar vários remitos e faturas de uma só vez. Atualmente no produto Microsiga Protheus, as possibilidades de geração deste documento são: PedidoRemitoFacturaTítulos Impostos

16 Faturamento Localizações 16 Geração de Guia de Despacho Guia de Despacho Manual

17 Faturamento Localizações 17 Geração de Faturas Faturas Manuais Notas de Crédito e Débito

18 Faturamento Localizações 18

19 Faturamento Localizações 19 Espécie

20 Faturamento Localizações 20 Espécie

21 Faturamento Localizações 21 IVA calculado

22 22 Localizações (Mercado Internacional) I)Apresentação II)Introdução à Localizações O que é um produto localizado? Elementos da Localização II)Estrutura e Ambiente III)Compras IV)Faturamento V)Fiscal VI)Financeiro VII)Dicas Parâmetros/LP Suporte e Desenvolvimento IX) Contato ÍNDICE

23 Fiscal Localizações 23 O módulo de Fiscal Microsiga Protheus abrange seus principais recursos para todas as localizações, sendo adaptado para alguns processos específicos, dependendo da regra de negócio do país. O que difere principalmente no processo Fiscal para as localizações diferente de Brasil é a configuração de impostos, as rotinas de impostos, relatórios legais e apurações. Atualmente no produto Microsiga Protheus, as possibilidades de geração deste documento são: Tipo de Entrada e Saída Imp. VariáveisOutros Cadastros Produto Relatórios Apurações Faturas de Entrada Saída

24 Fiscal Localizações 24 Tipos de Entrada e Saída Impostos Variáveis Outros Cadastros (Conceitos)

25 Fiscal Localizações 25 Impostos Variáveis

26 Fiscal Localizações 26 Fórmula de Saída/Entrada (M460IVA) Campo Livro Fiscal BASIMP(X) Alíquota padrão

27 Fiscal Localizações 27 Imposto Variável Alíquota

28 28 Localizações (Mercado Internacional) I)Apresentação II)Introdução à Localizações O que é um produto localizado? Elementos da Localização II)Estrutura e Ambiente III)Compras IV)Faturamento V)Fiscal VI)Financeiro VII)Dicas Parâmetros/LP Suporte e Desenvolvimento IX) Contato ÍNDICE

29 Financeiro Localizações 29 O módulo de Financeiro Microsiga Protheus abrange seus principais recursos para todas as localizações, sendo adaptado para alguns processos específicos, dependendo da regra de negócio do país. O que difere principalmente no processo Financeiro para as localizações diferente de Brasil é a geração de alguns impostos de retenção (que ocorrem somente no Financeiro), rotina de baixas de Pagamento – Ordem de Pago, ou baixas a Receber – Recebimentos Diversos. Atualmente no produto Microsiga Protheus, as possibilidades de geração deste documento são: Contas a Pagar Contas a ReceberRetenções a Pagar Retenções a Receber Ordem de Pago Recebimento Diversos Compensações Relatórios

30 Financeiro Localizações 30 Contas a Pagar Orden de Pago

31 Financeiro Localizações 31 Contas a Receber Recebimentos Diversos/Planilla

32 Financeiro Localizações 32 Pago Automático Gerar PA

33 Financeiro Localizações 33 Pago Diferenciado Dados da OP

34 Financeiro Localizações 34

35 Financeiro Localizações 35 Pagamentos

36 Financeiro Localizações 36 Recebimentos

37 Financeiro Localizações 37

38 38 Localizações (Mercado Internacional) I)Apresentação II)Introdução à Localizações O que é um produto localizado? Elementos da Localização II)Estrutura e Ambiente III)Compras IV)Faturamento V)Fiscal VI)Financeiro VII)Dicas Parâmetros/LP Suporte e Desenvolvimento IX) Contato ÍNDICE

39 Parâmetros/LP Localizações 39 Lançamentos padronizados no Financeiro: para a rotina de Ordem de Pago (FINA085A) é utilizado o LP 570, posicionando na tabela “SEK”. Na rotina de Recebimento Diversos (FINA087A) é utilizado o LP 575, e o posicionamento é na tabela “SEL”. Alguns Parâmetros: Ordem de Pago (FINA085A): MV_LIBORD (Se há tratamento de liberação de OP, S = Sim, N = Não) Recebimentos Diversos (FINA087A): MV_VLMINRA (valor mínimo para gera título de crédito) Anulação de Ordem de Pagamento (FINA086): MV_DELRET (D = deleta, E= estorna) Outros parâmetros de outras rotinas: MV_AGENTE (informa se a empresa é agente de percepção ou retenção de impostos). Obs. Não são todas as localizações que utilizam este parâmetro. No caso da Argentina é informado S ou N para cada posição, ou seja: 1 – Ganancias, 2 – IVA, 3 – IIB, 4 e 5 - Não usado, 6 – SUSS, 7 – SLI, 8 – ISI. Desta forma se configura no conteúdo do parâmetro: SSSNNSNS (S para agente de retenção e N para não agente). * Verificar documentação nos helps sobre a operação detalhada.

40 Suporte e Desenvolvimento Localizações 40 Algumas Rotinas de Manutenção: LOCXNF (rotina que centraliza todas as funções de entradas e saídas com notas fiscais) LOCXNF2 (rotina de funções utilizadas nas notas de entrada e saídas) LOCXFUN E LOCXFUNA (rotina de funções localizadas) MATA468N (rotina de geração de notas fiscais de saída automática) FINA085A (Ordem de Pago) FINA086 (Anul. Ordem de Pago) FINA087A (Receb. Diversos) M100XXXXX (rotinas de geração de impostos na entrada) Ex. M100IVA M460XXXXX (rotinas de geração de impostos na saída) Ex. M460IVA UPDFLOC (rotina de atualização de dicionários na versão 11). ARGNFE (rotina de notas fiscais eletrônicas da localização Argentina) LOCARG (rotina de geração de temporários dos arquivos de instrução normativa da Argentina). EX. SIRCAR, SILARPIB, etc. IMPGENER (rotina de processamento de impostos de algumas localizações) MATXFIS (utiliza recursos na MATXFIS para cálculo de impostos nas notas fiscais) MATA950 (geração de apurações, txt baseados na instrução normativa)

41 Suporte e Desenvolvimento Localizações 41 Dicas de Suporte Analisar o ambiente do cliente em relação a sua estrutura, entendendo como ambiente localizado foi estruturado. Ex: Repositório em Espanhol, Dicionários da Argentina e Regras de Negócio (MV_PAISLOC = “BRA”). Verificar se as rotinas localizadas estão sendo utilizadas. Ex: Cliente tem ambiente de localização argentina, mas está utilizando a rotina de notas fiscais do Brasil MATA460, etc. Cliente quer realizar baixas de pagamento, mas utiliza FINA080 (Baixas a Pagar) e não a FINA085A (que é utilizada em localizações). Cliente utiliza Nota Fiscal Eletrônica Argentina, e ocorre erros de transmissão de notas fiscais, é necessário avaliar se o problema é na transmissão, na geração do xml, com isso direcionando melhor a área de atuação, sendo Fiscal ou TSS. No cálculo de retenções de impostos, na maioria dos casos o fato gerador é o Financeiro, e a percepção é feita na nota fiscal de entrada/saída pela equipe Fiscal. É necessário verificar onde está o problema do cliente para assim direcionar melhor a área de atuação. Novas implementações referentes a legislação de qualquer país que já tenha sido feito o levantamento, deve conter embasamento legal e avaliação da equipe de Engenharia Mercado Internacional, após isto é possível o desenvolvimento da solicitação.

42 Suporte e Desenvolvimento Localizações 42 Dicas de Desenvolvimento Verificar em toda atualização, criação de campo (índices, parâmetros, etc) se é aplicável a localização, para isso sempre verificar a variável cPaisloc (MV_PAISLOC). Verificar em todo bloco de instruções de rotinas compartilhadas (MATXFIS por exemplo) se é aplicável a localização, para isso sempre verificar a variável cPaisloc (MV_PAISLOC). Para realizar o debug de um cálculo de impostos nas notas fiscais, sempre verificar as rotinas M100XXX ou M460XXX referentes a este imposto, a rotina IMPGENER (dependendo da localização) e a MATXFIS. Para realizar o debug de retenções de impostos na rotina de Ordem de Pago, verificar na própria rotina FINA085A as funções CalcRetXXX(), CheckConfIB(). Os pontos de entrada utilizados na LOCXNF estão na função MONTAPE().

43 43 Camila da Silva Januário Desenvolvimento Fiscal - MI Contato Localizações


Carregar ppt "1 Localizações (Mercado Internacional) Desenvolvimento - 22/08/2011."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google