A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SIGMUND FREUD. O pai da psicanálise Breve Histórico da Psicanálise​ S. Freud - Austríaco, médico (neurologista- neuropsiquiatria) - 1856 – 1939 ​ - estudou.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SIGMUND FREUD. O pai da psicanálise Breve Histórico da Psicanálise​ S. Freud - Austríaco, médico (neurologista- neuropsiquiatria) - 1856 – 1939 ​ - estudou."— Transcrição da apresentação:

1 SIGMUND FREUD

2 O pai da psicanálise

3 Breve Histórico da Psicanálise​ S. Freud - Austríaco, médico (neurologista- neuropsiquiatria) – 1939 ​ - estudou o funcionamento da mente e desenvolvimento da personalidade.​ - descreve a personalidade – id – ego – superego​ - existência de uma vida mental – nível consciente - nível pré-consciente - nível inconsciente.

4 Estudos sobre Histeria e Hipnose Freud além da alma - hipnose e histeria

5 Id - Ego - Superego​

6 Id: pulsão inata, não respeita convenções sociais. Busca satisfação incondicional do organismo: Recém-nascido​ Ego: O “eu” que mantém contato com o ambiente. É desenvolvido de acordo com as regras sociais, sofre pressão do meio e executa ações para manter o equilíbrio do organismo e o convívio com as pessoas. ​ Superego: Internalização das regras sociais e da cultura. ​

7

8 Inconsciente Conflito entre o id e o superego em nível inconsciente.​ Paradigma da psicanálise: somos seres possuidores de um universo de desejos e necessidades que não conhecemos. Tudo o que pensamos e queremos é apenas uma parte do que somos. O restante é reprimido pelo superego, oculta no inconsciente.​

9 Freud mostra que o homem não é dono da verdade que julga conhecer sobre suas motivações, gostos, amores e ódios. O que você acha disso?​

10

11

12

13

14

15

16

17

18 A origem das neuroses As pulsões continuam a pressionar o superego para chegar ao nível consciente: sonhos, atos falhos e sublimação.​ Neurose: resultado de desejos reprimidos que chegam à consciência como sintomas. Ex: angústia, ansiedade, pensamentos e atitudes recorrentes, causando sofrimento. ​

19 Fases da evolução da libido​ Fase oral – 0 aos 2 anos​ Fase anal – 2 aos 3 anos​ Fase fálica – 4 aos 6 anos: complexo de Édipo​ Fase de latência – idade escolar​ Fase genital – adolescência e vida adulta​

20 Psicanálise e educação Para a psicanálise, as questões pedagógicas – metodologia, planejamento, conteúdo das matérias – são menos importantes do que a relação professor-aluno.​ Os fenômenos da sala de aula são mais humanos do que técnicos. ​ O conhecimento será sempre guiado pelo desejo​

21 Vivência humanizadora, compreensão do outro, busca de boas relações com o indivíduo e consigo mesmo.​ Busca os motivos ocultos que direcionaram seu relacionamento com os alunos e sua escolha profissional. ​ Formação da personalidade​ - diálogo

22 Para a psicanálise os fenômenos da sala de aula são mais humanos do que técnicos, esse paradigma abre um caminho diferente e frutífero para os professores, o caminho da vivência humanizadora, da compreensão do outro, da busca de boas relações indivíduo consigo mesmo e com os que o cercam. Menos ênfase no método, mais preocupação com a pessoa.​


Carregar ppt "SIGMUND FREUD. O pai da psicanálise Breve Histórico da Psicanálise​ S. Freud - Austríaco, médico (neurologista- neuropsiquiatria) - 1856 – 1939 ​ - estudou."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google