A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Universidade Federal do Espírito Santo Centro de Ciências da Saúde Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva Núcleo de Estudos em Saúde Coletiva Prefeitura.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Universidade Federal do Espírito Santo Centro de Ciências da Saúde Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva Núcleo de Estudos em Saúde Coletiva Prefeitura."— Transcrição da apresentação:

1 Universidade Federal do Espírito Santo Centro de Ciências da Saúde Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva Núcleo de Estudos em Saúde Coletiva Prefeitura Municipal de Vitória Secretaria de Saúde Gerência de Formação e Desenvolvimento em Saúde Unidade Básica de Saúde da Família de Fonte Grande Especialização em Estratégia Saúde da Família

2 Diagnóstico Situacional do Território de Fonte Grande Alunas: Anna Nery Zaché Segóvia Claudia Bonaccorsi Vieira

3 Mapa Regiões de Saúde

4 TERRITÓRIO DA UBS FONTE GRANDE

5 HISTÓRICO DE FUNDAÇÃO HISTÓRICO DE FUNDAÇÃO Fonte Grande Nome: Relaciona-se ao aspecto do relevo. Relevo: cadeia de montanhas, vegetação remanescente da Mata Atlântica e inúmeras fontes de água mineral. Ocupação Início do SÉC. XVII - abrigo para escravos e índios predominância de afro descentes. na parte baixa foram tomando conta do morro. Início do SÉC. XIX – Barracos na parte baixa foram tomando conta do morro. SÉC. XX, Décadas de 60 e 70 Imigração de Minas Gerais, Bahia e Rio de Janeiro e do interior do próprio estado. Ocupação espontânea e pacífica, porém de forma desordenada.

6 HISTÓRICO DE FUNDAÇÃO HISTÓRICO DE FUNDAÇÃO Piedade Nome: Chácara Piedade, posteriormente comprada pela Prefeitura; Morro do Quartel; Querosene; Piedade. Relevo: significativa presença de penhascos e pedras. Ocupação: Década de 40 migração da Bahia, Minas Gerais e interior do estado (ocupação das partes mais altas do morro) Década de 70 novo processo de migração (ocupação desordenada).

7 A Capixaba é uma comunidade existente no Bairro Centro; Sua história de ocupação mistura-se à ocupação do Centro da Cidade. HISTÓRICO DE FUNDAÇÃO HISTÓRICO DE FUNDAÇÃO Capixaba

8 Indicadores Demográficos População do Município de Vitória: População da Região de Saúde: População da área de abrangência da UBS: % da população em relação à Região de Saúde: 7.69% Fonte: IBGE – 2000 (projeção 2010)

9 PIRÂMIDE POPULACIONAL Fonte: SEMUS/CIS - Cálculos realizados a partir dos dados do IBGE (Censo 2000 e estimativas 2009) e estimativas da SEDEC para bairro de Vitória (2000)

10 Tabela II: Distribuição do número de nascimentos e coeficiente de natalidade da área da UBS – Fonte Grande, da Região de Saúde do Centro e do Município de Vitória (2005 – 2009) Local Ano USRegião de SaúdeVitória N.º Nasc. Coef.Nº Nasc.Coef.Nº Nasc.Coef , , , , , , , , , , , , , ,61 Coeficiente de Natalidade

11 Equipamentos Públicos 1 CEMEI – Carlita Correia Pereira 1 EMEF – Anacleta Schneider Lucas 1 USF – Dr. Affonso Schwab

12 Organizações Religiosas: o Piedade - 2 igrejas católicas e 2 evangélicas; o Capixaba - 1 igreja evangélica; o Fonte Grande - 1 Centro Espírita, 4 igrejas evangélicas, 1 igreja católica. Fonte: ACS

13 Organização social Fonte Grande Associação de Moradores; Movimento comunitário; Representantes no CLS. Piedade Movimento comunitário Representação no CLS. Capixaba Associação de Moradores Representação no CLS.

14 Organização Social Casa Sagrada Família

15 CAPELA DA PIEDADE PASTORAL DA SAÚDE

16 CONDIÇÕES SÓCIO-CULTURAIS-LAZER Fonte Grande e Piedade 1ª Escola de Samba do Estado do Espírito Santo, a Escola de Samba Unidos da Piedade (Grêmio Recreativo Cultural, Social e Esportivo), Fundada em 15/01/1955; N° DE BARES NO TERRITÓRIO: 13. Praças da Capixaba e da Fonte Grande (inaugurada em 08/07/2010); Quadra da Piedade.

17 CONDIÇÕES SÓCIO-ECONÔMICAS Fonte Grande e Piedade Tipo de trabalho predominante: o Doméstica; o Auxiliar de serviços gerais; o Auxiliar de pedreiro Fonte: ACS

18 CONDIÇÕES SÓCIO-ECONÔMICAS Fonte Grande e Piedade Tabela 1- Responsáveis pelos domicílios particulares permanentes por rendimento nominal mensal, segundo bairros do território. Fonte:IQU 2004 *Adaptada pelas alunas para este trabalho. Bairros Rendimento nominal mensal em salários mínimos Sem rendimento Até ½½ a 11 a 22 a 33 a 55 a 1010 a 1515 a 20Mais de 20 Centro Fonte Grande Piedade TOTAL

19 Maior IQU RankingIQUBairros 10,84Santa Helena 20,83Mata da Praia 30,81Ilha do Frade 40,8Praia do Canto 50,8Ilha Bela 60,79Jardim da Penha 70,78Barro Vermelho 80,77Santa Lúcia 90,75Enseada do Suá 100,75Bento Ferreira Menor IQU RankingIQUBairros 700,37Jesus de Nazareth 710,37Resistência 720,36Gurigica 730,36Nova Palestina 740,34Santos Reis 750,34Fonte Grande 760,3Piedade 770,29Ilha das Caieiras 780,22Conquista 790,2São Benedito Ranking IQU

20 Indicadores Sociais do SIAB IndicadorNº absoluto% Nº de famílias cadastradas920 Famílias com casa de alvenaria86093,47% Famílias com abastecimento público de água91299,13% Famílias que recebem coleta pública de lixo91299,13% Famílias que possuem ligação à rede de esgoto90498,26% Famílias que possuem energia elétrica89296,95% Taxa de alfabetização (pessoas > 15 anos)239576,6% Taxa de escolarização (pessoas 7-14 anos)41693,27% Pessoas cobertas por plano de saúde42913,72% Fonte: SEMUS/CAB/SIAB - 1º tri/09

21 Pontos Viciados de Lixo

22 UBS FONTE GRANDE Acesso Principal

23 UBS FONTE GRANDE Garagem

24 Estrutura Física SalaQuantidadeProfissionaisFinalidade Consultório Clínico 24Consultas médicas e de enfermagem Consultório Odontológico 1 (2 equipos) 5Consultas Odontológicas Sala Multi14Atendimento Psico/Social, reuniões, sanitarista Farmácia12Armazenamento e dispensação de medicamentos Recepção/ Fichário 14Arquivo de prontuários, agendamento, folheteria Preparo/ Nebulização 14Pré-consulta, nebulização, classificação de risco Coleta/ Curativo 14Coleta de exames laboratoriais, realização de curativos, repouso de pacientes Administração14Direção, Sanitarista, SISREG, procedimentos administrativos Escovário13Escovação Orientada Copa1todosCafé/refeições - preparo Garagem1todosAtividades dos ACS, reuniões, refeitório.

25 Quantidade de Profissionais por Cargo Fonte: SEMUS/GTES/CGP

26 Quantidade de Profissionais por Vínculo Fonte: SEMUS/GTES/CGP – 2009.

27 Quantidade de Profissionais por carga-horária semanal. Fonte: SEMUS/GTES/CGP – 2009.

28 Serviços Oferecidos

29 Mapa Território Fonte Grande Microáreas Fonte Grande

30 Tabela de Classificação de Risco Situação ScorePontuação Domicílio em área de risco ambiental3 Falta de acesso à rede de serviço de água e esgoto3 Renda familiar baixa < 800,00 reais per capita0 500,00 reais per capita1 300,00 reais per capita2 < 200,00 per capita3 Desemprego na família3 Relação morador cômodo >13 =12 <10 Menor de 6 meses1 Criança com baixo peso ao nascer ou prematuridade2 Crescimento ou desenvolvimento inadequado2 Criança ou adolescente fora da escola2 Mãe adolescente1 Idoso Risco de Fragilidade1 Frágil2 Mobilidade Restrito ao leito3 Restrito ao lar2 Dificuldade de deambular1 Nutrição Desnutrição1 Obesidade1

31 SituaçãoScorePontuação Transtorno Neurológico3 Deficiência física3 Familiar com transtorno psíquico3 Tabagismo na família2 Alcoolismo na família2 Drogadição na família3 Violência doméstica/negligência3 Tuberculose ou Hanseníase1 Doença cardio vascular1 Doença endócrina1 Outras doenças relevantes2 PONTUAÇÃO TOTAL DE RISCO CLASSIFICAÇÃO DO RISCO* * R0: até 4 pontos R1: 5- 6 pontos R2: 7- 8 pontos R3: 9 ou mais

32 Classificação de Risco das Famílias MICRO ÁREA (MA) N° DE FAMÍLIAS % DE FAMÍLIAS EM RISCO % DE FAMÍLIAS DE RISCO POR MA R 0R 1R 2R 3 M113216%17% 50%84% M212223%37%18%22%77% M315040%15%11%34%60% M416055%13%06%26%45% M517925%15%12%48%75% M619840%20%14%26%60% TOTAL (34%) 177 (19%) 124 (13%) 316 (34%) 617 (66%) Fonte: Levantamento feito pelos ACS, a partir do Instrumento de Classificação de Risco das Famílias construído pela Equipe de Fonte Grande.

33 10 Primeiros Motivos de Procura dos Usuários no Território de Fonte Grande – nos anos 2008 e 2009, segundo FPA. Causas Número 1ª Cárie Dentária (K 02) ª Outras Doenças dos Tecidos Dentários Duros (K03) ª Exame Geral e Investigação de Pessoas sem Queixas (Z00) 999 4ª Hipertensão Arterial Sistêmica (I10)728 5ª Doença da Polpa e dos Tecidos Periapicais (K04) 399 6ª Nasofaringite Aguda (J00)235 7ª Anticoncepção (Z30)225 8ª Gengivite e Doenças Periodontais (K05) 217 9ª Dorsalgia (M54)196 10ª Outros Exames e Investigações Especiais de Pessoas sem Queixas (Z01) 174 Total Demais2.810 Total Geral Causas Número 1ª Cárie Dentária (K 02) ª Outras Doenças dos Tecidos Dentários Duros (K03) ª Exame Geral e Investigação de Pessoas sem Queixas (Z00) 962 4ª Hipertensão Arterial Sistêmica (I10)762 5ªNasofaringite Aguda (J00)327 6ªDoença da Polpa e dos Tecidos Periapicais (K04) 305 7ª Anticoncepção (Z30)212 8ª Gengivite e Doenças Periodontais (K05) 194 8º Supervisão de Gravidez Normal (Z34)194 9ª Abscesso Cutâneo, Furúnculo e Antraz (L02) ª Cistite (N30)181 Total9.989 Demais2.706 Total Geral Fonte: SEMUS/CIS/FPA -2008Fonte: SEMUS/CIS/FPA -2009

34 Prevalência de Cárie nos anos 2009 e Fonte: Registros do programa SORRIA VITÓRIA

35 Escovação Supervisionada

36 Agravos mais notificados na UBS Fonte Grande nos anos de Agravo Notificado Atendimento Anti rábico1311 Dengue2144 Esquistossomose1 Gestante HIV1 Meningite1 Tuberculose1 Varicela4 Acidente de Trabalho com exposição a materiais perfuro cortantes 1 Outras14 Total4262

37 Série Histórica dos óbitos no território da UBS Fonte Grande – 2005 – CAUSAS TOTAL Nº Algumas doenças infecciosas e parasitárias 1 23 Neoplasias (tumores) D Sangue e Org Hemat e Alguns Trans Imunit 11 Transtornos mentais e comportamentais 11 D Endócrinas, Nutricionais e Metabólicas 1113 Doenças do sistema nervoso 22 Doenças do aparelho circulatório Doenças do Aparelho Respiratório 145 Doenças do aparelho digestivo 2222 Doenças do aparelho geniturinário 11 Malf cong deformid e anomalias cromossômicas 11 Algumas afec originadas no período perinatal 11 Sint, Sin e Ach Anorm Clin e Lab, NCOP 11 Causas externas de morbidade e mortalidade Total

38 Gráfico Linear das 3 primeiras causas de mortalidade no território de Fonte Grande nos anos de

39 Principais Problemas de Saúde do Território Apontado Pelos Profissionais Verminoses Escabiose Hipertensão Doenças bucais Alergias respiratórias Resfriados Lombalgia Anemia Alcoolismo Tabagismo Drogadição Impetigo Erupções cutâneas

40 Opinião dos Usuários e Funcionários a respeito dos serviços oferecidos pela UBS Entrevistados 16 pessoas o 9 trabalhadores; o 7 usuários do sistema; Período: 16/06 – 02/07; Sexo predominante: feminino; Idade média: 50 anos;

41 Principais problemas de saúde na Percepção do entrevistado. Resultados da Entrevista 1º- Hipertensão Arterial Sistêmica – 14; 2º- Diabetes Mellitus - 6; 3º- Doenças Cardíacas - 3; 4º- Saúde Mental (depressão) – 3. Resolutividade da Unidade de Saúde Todos os problemas são resolvidos na Unidade de Saúde – 13.

42 Fatores que facilitam a utilização Bom atendimento - 7; Envolvimento dos ACS- 2; Resolutividade – 3. Fatores que dificultam a utilização Acesso geográfico -10; Acolhimento/recepção – 4; Violência -2; Demora no agendamento de exames e consultas especializadas -2. Resultados da Entrevista

43 Conclusão Renda Escolaridade Lazer Adoecimento/mortalidade Condições ambientais Movimentos Sociais Acesso a serviços Infra estrutura

44 OBRIGADA! Anna Nery Zaché Segóvia Claudia Bonaccorsi Vieira


Carregar ppt "Universidade Federal do Espírito Santo Centro de Ciências da Saúde Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva Núcleo de Estudos em Saúde Coletiva Prefeitura."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google