A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CARACTERISRICAS E REPRODUÇÃO DAS BACTÉRIAS As bactérias apresentam uma estrutura celular bastante simples. Diferente do que ocorre com as células animais.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CARACTERISRICAS E REPRODUÇÃO DAS BACTÉRIAS As bactérias apresentam uma estrutura celular bastante simples. Diferente do que ocorre com as células animais."— Transcrição da apresentação:

1 CARACTERISRICAS E REPRODUÇÃO DAS BACTÉRIAS As bactérias apresentam uma estrutura celular bastante simples. Diferente do que ocorre com as células animais e vegetais, elas nem sempre apresentam as mesmas características, com isso, apresentam variações em sua forma, tamanho, virulência, etc. Muitas bactérias possuem estruturas extracelulares como flagelos ou cílios, organelas de locomoção presentes nas bactérias móveis. Muitas delas podem possuir esporos (formações que conferem resistência às bactérias), devido ao meio ambiente inadequado à sua condição de vida. Há ainda aquelas que não possuem esporos, estas são chamadas de vegetativas.

2 De forma geral, as bactérias aprestam entre suas organelas: cápsula, membrana plasmática, ribossomos, parede celular, DNA, flagelo e pílus.

3 Elas podem ser classificadas em dois grupos: gram-positvas ou gram- negativas. As bactérias são os seres vivos mais simples do ponto de vista estrutural, e de menor tamanho, podendo ser conhecidas também como micróbios. As bactérias são microorganismos unicelulares, procariontes, e algumas causam doenças. São abundantes no ar, no solo e na água e na sua maioria inofensivas para o ser humano, sendo algumas até benéficas. Por serem microrganismos procariontes, não apresentam um núcleo definido, estando o seu material genético compactado e enovelado numa região do citoplasma chamada de nucleóide. O tamanho das bactérias pode variar de 0,2 a 5,0 micrômetros. Na membrana encontramos uma estrutura típica, uma invaginarão da membrana plasmática, denominada de mesossomo.

4 Na membrana encontramos uma estrutura típica, uma invaginação da membrana plasmática, denominada de mesossomo. As bactérias se reproduzem por divisão celular ou fissão binária Durante este processo ocorre a duplicação do DNA seguido da divisão da célula bacteriana em duas células filhas as bactérias causadoras de doenças denominam-se patogênicas. A parede celular das bactérias é uma estrutura rígida e é formada por um complexo muco peptídico, que dá a forma à bactéria.

5 Formas das bactérias: Arredondadas: Cocos Alongadas em forma de bastonetes: Bacilos Onduladas em forma de espiral: Espiroquetas Em forma de vírgula: Vibrião e entre outros que se pode observar na figura abaixo:

6 As mudanças de forma podem ser consideradas como: Involução - mudança de forma devido à condições desfavoráveis, presença ou ausênciade oxigênio, pH, ou por produtos tóxicos, entre outros. Pleomorfismo - a bactéria não apresenta uma morfologia única, mesmo que se encontre em condições favoráveis à sua sobrevivência. Infecção - as bactérias podem produzir toxinas, que são nocivas para as células humanas. As bactérias podem penetrar no corpo humano, através dos pulmões, por meio da inalação de partículas expulsas pela respiração, tosse ou espirros de uma pessoa infectada.

7 Classificação Corante de Gram: Christian Gram, desenvolveu o procedimento em 1884, a coloração de Gram classifica as bactérias em Gram-positivas ou Gram-negativas São exemplos de bactérias Gram-positivas várias espécies de: Estreptococos; - Estafilococos; - Enterococos. São exemplos de bactérias Gram-negativas: - Vibrão Colérico; - Colibacilo; - Salmonelas.

8 Reprodução das Bactérias: A reprodução mais comum nas bactérias é assexuada por bipartição ou cissiparidade. Ocorre a duplicação do DNA bacteriano e uma posterior divisão em duas células. A separação dos cromossomos irmãos conta com a participação dos mesossomos, pregas internas da membrana plasmática nas quais existem também as enzimas participantes da maior parte da respiração celular. Repare que não existe a formação do fuso de divisão e nem de figuras clássicas e típicas da mitose. Logo, não é mitose.

9 Esporulação Algumas espécies de bactérias originam, sob certas condições ambientais, estruturas resistentes denominadas esporos ao encontrar um ambiente adequado, o esporo se reidrata e origina uma bactéria ativa, que passa a se reproduzir por divisão binária.

10 Reprodução sexuada Para as bactérias considera-se reprodução sexuada qualquer processo de transferência de fragmentos de DNA de uma célula para outra A transferência de DNA de uma bactéria para outra pode ocorrer de três maneiras: por transformação, transdução e por conjugação. Transformação Na transformação, a bactéria absorve moléculas de DNA dispersas no meio e são incorporados à cromatina.

11 Transdução Na transdução, moléculas de DNA são transferidas de uma bactéria a outra usando vírus como vetores (bactériófagos). Estes, ao se montar dentro das bactérias, podem eventualmente incluir pedaços de DNA da bactéria que lhes serviu de hospedeira.

12 Conjugação Na conjugação bacteriana, pedaços de DNA passam diretamente de uma bactéria doadora, o "macho", para uma receptora, a "fêmea". Isso acontece através de microscópicos tubos protéicos, chamados pili, que as bactérias "macho" possuem em sua superfície. O fragmento de DNA transferido se recombina com o cromossomo da bactéria "fêmea", produzindo novas misturas genéticas, que serão transmitidas às células-filhas na próxima divisão celular.

13 Conjugação bacteriana mostrando o pilis sexual.

14 Escola Estadual Dr. Martinho Marques Taquarussu,07 de Junho de 2011 PROJETO DE BIOLOGIA CARACTERISRICAS E REPRODUÇÃO DAS BACTÉRIAS Professor: Ailtom Professora da STE: Aparecida Crivelli Alunos (as) : Gleicy,Mayara,Juliano,Beatriz,Dhara e Cíntia


Carregar ppt "CARACTERISRICAS E REPRODUÇÃO DAS BACTÉRIAS As bactérias apresentam uma estrutura celular bastante simples. Diferente do que ocorre com as células animais."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google