A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Era uma vez um castanheiro cheio de ouriços com castanhas lá dentro.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Era uma vez um castanheiro cheio de ouriços com castanhas lá dentro."— Transcrição da apresentação:

1

2

3 Era uma vez um castanheiro cheio de ouriços com castanhas lá dentro.

4 Um dia os ouriços caíram do castanheiro e de dentro de um saiu uma castanha e o castanheiro começou a dizer: _ Oh! Uma castanha saiu do ouriço, acho que te vou chamar Carolina.

5 Assim dito, assim feito a castanha chamou-se Carolina. No dia seguinte disse a Carolina ao castanheiro: -Castanheiro, vou - até à cidade - para descobrir - coisas novas.

6 Carolina, vais assim sem mais nem menos? Não, eu levo comida para várias semanas e se chover acolho-me numa árvore. Não há problema.

7 E a Carolina lá foi. Caminhou, caminhou até anoitecer e acolheu-se num sobreiro porque estava a chover e disse para si triste: Pobre do castanheiro deve estar preocupado.

8 Ha…ha… eu sou a Carolina e tu quem és? Olá quem és tu?

9 Estás mesmo em cima de mim e não sabes quem eu sou?! Eu sou o sobreiro. Á, eu não sabia quem estava a falar. Mas se quiser eu saio de cima de si. Não, não saias Carolina está a chover muito, podes apanhar muito frio e constipar-te.

10 A Carolina ficou com o sobreiro de noite enquanto choveu. Mas logo de manhã seguiu para a cidade. O sobreiro ainda a avisou: -Tem cuidado Carolina, anda por aqui um lobo e uma raposa, e o que eles gostam é de comer castanhas.

11 A correr a caminho para a cidade a Carolina gritou: Terei cuidado amigo sobreiro. E volto para visitar-te

12 E a Carolina continuou a caminhar sem se aperceber que estava a ser vigiada pela raposa e pelo lobo.

13 Que belo almoço vamos ter nós e eu que estou cheio de fome Vamos pensar numa armadilha para a comer, já me está a crescer água na boca.

14 Já sei, vamos disfarçar-nos de meninos, ela vem perguntar o caminho para a cidade e nós apanhamo-la, é uma boa ideia? Sim é, raposa vamos lá tentar apanhá-la.

15 Já disfarçados de meninos o lobo e a raposa correram silenciosos para não despertar atenção da Carolina. Mal os viu a Carolina foi ter com eles e disse: Desculpem podem dizer-me o caminho mais curto para a cidade? Claro, caminhas mais um pouco e vês dois caminhos, segues pelo da direita.

16 A Carolina agradeceu. O lobo ia quase para apanha-la mas não conseguiu e chocou com a raposa.

17 A Carolina chegou finalmente à cidade. Bateu à porta de uma casa, abriram a porta e a Carolina viu uma pessoa.

18 Quem é que está aqui? Não vejo ninguém. Ah… senhora, eu estou aqui em baixo

19 Mas… és uma castanha. Entra, como te chamas? Carolina, e a senhora como se chama?

20 Eu chamo-me Docelinda Nunca ouvi tal nome. Docelinda, eu vim a esta cidade conhecer coisas novas.

21 Eu tenho três filhas, queres conhecê-las? Sim, por favor.

22 Raquel…, Lisa…, Mariana…. Quem és tu? Eu sou a castanha Carolina

23 Vem brincar connosco.

24 Depois de brincarem toda a tarde…. Tenho de ir para casa Fica Não posso. Tenho o meu pai castanheir o que deve estar preocupado comigo

25 A Docelinda e as três filhas despediram-se da Carolina e ela lá foi a correr, tão depressa que quase ninguém a via. Chegou, e o castanheiro perguntou- lhe: Gostaste de estar na cidade? Sim, gostei. Mas gosto, mais ainda, de estar aqui.

26 AUTORA: BEATRIZ MELO (1º ciclo de Paus) Ilustrações: alunos do Jardim de Infância de Paus (pesquisa na Net)


Carregar ppt "Era uma vez um castanheiro cheio de ouriços com castanhas lá dentro."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google