A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Angiospermae Plantas que produzem flores. Gametófitos pequenos dependentes do esporófito. Sementes incluídas num ovário que depois se transforma num fruto.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Angiospermae Plantas que produzem flores. Gametófitos pequenos dependentes do esporófito. Sementes incluídas num ovário que depois se transforma num fruto."— Transcrição da apresentação:

1 Angiospermae Plantas que produzem flores. Gametófitos pequenos dependentes do esporófito. Sementes incluídas num ovário que depois se transforma num fruto. Fruto

2 FLOR A FLOR, UM CONJUNTO DE FOLHAS MODIFICADAS 1. Cálice e corola, formando o perianto; 2. Estames, cujo conjunto é denominado androceu, onde serão formados os grãos de pólen. 3. Carpelos, cujo conjunto é denominado gineceu, onde estão contidos os óvulos. 4. Peças florais estão inseridas no ápice do eixo, o receptáculo, estando sustentadas pelo pedicelo.

3 O PERIANTO Conjunto de folhas modificadas, os antófilos que rodeiam ao androceu e/ou ao gineceu nas flores. O nome designa ao conjunto de cálice e corola de cores diferentes.

4 FLORES APERIANTADAS DAS GIMNOSPERMAS Os estróbilos masculinos ( amentos ) e os estróbilos femininos ( cones ) formados por microsporófilos (estames) e megasporófilos ( carpelos ).

5 DA FLOR AO FRUTO O rudimento seminal duplamente fecundado originará a semente. As paredes do ovário hipertrofiadas originarão ao pericarpo. Semente (s) + pericarpo = Fruto.

6 CORMÓFITAS COM FLORES PERIANTADAS, SEMENTES E FRUTOS ANGIOSPERMAS

7 FLORES DicotiledôneasMonocotiledôneas Dímeras e tetrâmeras pentâmeras trímeras

8 MONOCOTILEDÔNEAS

9 SEMENTE DE MONOCOTILEDÔNEA O albúmem, de cor amarela(milho), mas esbranquiçada no contacto com o embrião; o embrião formado por um cotilédone, que possui duas expansões, as quais revestem a radícula e a gêmula.

10 EMBRIÃO NAS MONOCOTILEDÔNEAS Destacam-se: a parede, constituída pelo pericarpo e pelo tegumento; o albúmem, de cor amarela(milho), mas esbranquiçada no contacto com o embrião; o embrião formado por um cotilédone, que possui duas expansões, as quais revestem a radícula e a gêmula. EMBRIÃO DE MONOCOTILEDÔNEA COTILÉDONE

11 RAIZ DAS MONOCOTILEDÔNEAS Fasciculada ou em cabeleira - a raiz primária degenera logo no início do desenvolvimento da planta dando lugar a várias raízes adventícias que surgem da base do caule. Comum nas monocotiledôneas.

12 AS MONOCOTILEDÔNEAS Raízes fasciculadas.Raízes fasciculadas. Folhas paralelinérveas.Folhas paralelinérveas. Caule sem câmbio e sem crescimento em espessura.Caule sem câmbio e sem crescimento em espessura. Flores trímeras e, geralmente, homoclamídeasFlores trímeras e, geralmente, homoclamídeas.

13 FOLHAS PARALELINÉRVEAS * As nervuras correspondem aos vasos condutores que passam pelo mesófilo.. Paralelinérveas, quando possuem mais ou menos o mesmo diâmetro, e se dispõem, lado a lado, desde a base até o ápice do limbo. Paralelinérveas: com nervuras secundárias paralelas à principal, quando esta existe. Ex. gramíneas.

14 TRIGO E MILHO : DUAS MONOCOTILEDÔNEAS A ESPIGA É UMA INFRUTESCÊNCIA E CADA GRÃO É UM FRUTO TAMBÉM CHAMADO DE CARIOPSE, COM O PERICARPO ADERIDO A ÚNICA SEMENTE, COM UM ÚNICO COTILÉDONE, EM TODA SUA SUPERFÍCIE.

15 FLOR DE MONOCOTILEDÔNEA Íris. TRÍMERAS.

16 LÍRIO : FLOR DE UMA MONOCOTILEDÔNEA ESTIGMA ESTILETE OVÁRIO

17 OVÁRIO DE UMA MONOCOTILEDÔNEA Composto por 3 carpelos, folhas modificadas que formaram ao gineceu, do qual o ovário é uma das regiões.

18 MONOCOTILEDÔNEAS A CEBOLA É IDENTIFICADA PELAS FOLHAS EMBAINHADAS, PARALELINÉRVEAS, E AS FLORES TRÍMERAS.

19 MONOCOTILEDÔNEAS Não cresce em diâmetro. Sem câmbio e os vasos são dispersos. Caule que não crescerá em diâmetro. seg. Sônia Lopes.

20 AS PALMEIRAS : AS ÚNICAS MONOCOTILEDÔNEAS QUE SÃO ÁRVORES. FOLHAS EMBAINHADAS,SEM PECÍOLO,PARALELINÉRVEAS, QUE PARTEM DE UMA GEMA TERMINAL DO CAULE(ESTIPE).

21 O BAMBU: UMA MONOCOTILEDÔNEA SEU CAULE É UM COLMO, COM NÓS E ENTRENÓS NÍTIDOS, DOS QUAIS PARTEM FOLHAS COM BAINHAS EM FORMA DE UM ANEL E UM LIMBO PARALELINÉRVEO.

22 Orquídeas são Monocotiledôneas Flores trímeras das orquídeas

23 AS DICOTILEDÔNEAS Embrião contido em sementes com dois cotilédones, di,tetra ou pentameria dos elementos florais. Tecidos vasculares em feixes distintos dispostos em cilindros ou círculos. Folhas com nervação reticulada; raiz geralmente axial ou pivotante.

24 AS DICOTILEDÔNEAS Raízes axiais.Raízes axiais. Folhas retinérveas ou peninérveas.Folhas retinérveas ou peninérveas. Caule com câmbio e crescimento em espessura.Caule com câmbio e crescimento em espessura. Flores dímeras ( tetrâmeras ) ou pentâmeras e, geralmente,heteroclamídeas, com um notável perianto.Flores dímeras ( tetrâmeras ) ou pentâmeras e, geralmente,heteroclamídeas, com um notável perianto.

25 AS DICOTILEDÔNEAS FLORES PENTÂMERAS OU DÍMERAS, FOLHAS COM PECÍOLOS E RETINÉRVEAS E O PRINCIPAL EXEMPLO SÃO AS LEGUMINOSAS, COMO O FEIJÃO.

26 FOLHA RETINÉRVEA OU PENINÉRVEA Nervuras ramificadas, a partir de uma nítida nervura principal. É característica das Dicotiledôneas, como o exemplar da figura, o Ficus carica.

27 FLOR DE DICOTILEDÔNEA Hibiscus. DÍMERAS OU PENTÂMERAS.

28 Tulipa Flores pentâmeras e folhas peninérveas ou retinérveas, com nervuras secundárias partindo de uma nítida nervura principal.

29 SEMENTE COM DOIS COTILÉDONES O embrião é formado, na maioria das sementes, dos órgãos seguintes: plúmula ou cotilédones, o hipocótilo, e a radícula. Na maioria das dicotiledôneas - plantas cujas sementes têm dois cotilédones - as reservas estão armazenadas nos cotilédones - sementes sem albúmem. embrião cotilédones radícula

30 SEMENTES DE DICOTILEDÔNEAS No feijão internamente, observam-se: dois volumosos cotilédones, que armazenam as reservas da semente e os esboços dos futuros órgãos da planta - a radícula(vai corresponder à raiz), o caulículo(vai corresponder ao caule) e a gêmula(vai corresponder às folhas). Na 2ª figura os cotilédones de soja estão acima da superfície do solo. soja

31 RAIZ DAS DICOTILEDÔNEAS axial ou pivotante - possui uma raiz principal (primária) da qual partem várias raízes secundárias. Comum nas gimnospermas e dicotiledôneas.

32 RAIZ AXIAL : PIVOTANTE epiderme ramificação endoderme protoderme Meristema primário procâmbio Coifa Pelos absorventes

33 CAULE COM CÂMBIO DAS DICOTILEDÔNEAS Crescerá em diâmetro,COM A ORIGEM A CADA ANO,de novas camadas de xilema e floema que irão formar os anéis de crescimento. Seg.Sônia Lopes

34 MERISTEMAS SECUNDÁRIOS FELOGÊNIO CÂMBIO

35 Crescimento em diâmetro nas Dicotiledôneas

36 O CAULE COM MAIS DE UM ANO DE VIDA

37 PERIDERME : Tecido de revestimento, que substitui a epiderme nos órgãos com crescimento secundário. É constituída pelo felogênio, súber (situado externamente) e feloderme (situado internamente ). Lenticelas 2º Ano e Seguintes

38 DETERMINAÇÃO DA IDADE XILEMA SECUNDÁRIO E A FORMAÇÃO,ANUAL,DOS ANÉIS DE CRESCIMENTO EM DICOTILEDÔNEAS IDADE = Nº DE ANÉIS + 1 ( O 1º ANO NO QUAL NÃO OCORREU ATIVIDADE DO CÂMBIO).

39 Rosa : uma dicotiledônea. Um perianto ( cálice e corola com cores diferentes) em flores pentâmeras. O cultivo em estufas e a seleção pelo homem multiplicou o número de pétalas(múltiplo de 5).

40 DICOTILEDÔNEAS : A BATATA E O TOMATE FOLHAS PECIOLADAS E RETINÉRVEAS.

41 BATATA E BETERRABA: DUAS DICOTILEDÔNEAS A BATATA POSSUI UM CAULE SUBTERRÂNEO CHAMADO TUBÉRCULO. A BETERRABA POSSUI UMA RAIZ TUBEROSA(SEM GEMAS) ONDE ARMAZENA AÇÚCARES COMO RESERVAS.

42 TESTE Dentre as características abaixo, indique a(s)que está(ão) presente(s) na maioria das plantas monocotiledôneas: I) raiz fasciculada II) flores trímeras III) endocarpo carnoso IV) caule com meristema secundário A) I, II, III e IV. B) I, II e III apenas. C) I e II apenas. D) I apenas. E) nenhuma C

43 TESTE –Um engenheiro agrônomo recomendou para um agricultor que utilizasse plantas com raízes fasciculadas para controlar a erosão. Essas plantas, que também possuem folhas com nervuras paralelas, são classificadas como: –a) briófitas. –b) pteridófitas. –c) gimnospermas. –d) monocotiledôneas. –e) dicotiledôneas d


Carregar ppt "Angiospermae Plantas que produzem flores. Gametófitos pequenos dependentes do esporófito. Sementes incluídas num ovário que depois se transforma num fruto."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google