A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O reino vegetal, seus grupos principais, características e reprodução.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O reino vegetal, seus grupos principais, características e reprodução."— Transcrição da apresentação:

1 O reino vegetal, seus grupos principais, características e reprodução

2 Características dos grupos das plantas BRIÓFITAS: BRIÓFITAS: Sua estrutura é bastante simples. As plantas se fixam no solo por meio de rizóides e apresentam seu corpo em forma de talo. Não possuem vasos condutores, por esse motivo, formam alguns tapetinhos verdes com alguns milímetros de altura e são extremamente dependentes da água para reprodução. Exemplo: musgos. PTERIDÓFITAS: PTERIDÓFITAS: Também apresentam estrutura bastante simples, com caule subterrâneo chamado rizoma, de onde partem as raízes e as folhas. Este grupo apresenta vasos condutores o que proporciona um tamanho um pouco maior que os musgos. Produzem pontos escuros chamados soros que apresentam em seu interior esporos responsáveis por originar uma nova planta. Dependem da água para reprodução. Exemplo: samambaias.

3 Características dos grupos das plantas GIMNOSPERMAS: GIMNOSPERMAS: Neste grupo surgiram as sementes, que são consideradas um fortaleza biológica, pois sua casca protege o embrião, o qual fica localizado dentro da semente. Quando caem no solo ou são dispersas por aves e pequenos mamíferos, germinam e dão origem a uma nova planta. Este grupo também apresenta vasos condutores. Exemplo: pinheiros. ANGIOSPERMAS: ANGIOSPERMAS: Grupo mais abundante e mais completo, apresentam vasos condutores e todas as estruturas vegetais, inclusive flores e frutos. Possuem íntima relação de dependência com alguns animais pois através deles ocorre a polinização, processo pelo qual o grão de pólen é transportado até outra flor garantindo a fecundação. Exemplo: todas as árvores frutíferas.

4 As estruturas reprodutivas das angiospermas se encontram nas flores, que apresentam algumas estruturas em comum: carpelo (estrutura feminina composta por estigma, estilete e ovário) estames (estrutura masculina composta por antera e filete). as pétalas, as sépalas, o carpelo (estrutura feminina composta por estigma, estilete e ovário) e os estames (estrutura masculina composta por antera e filete). receptáculo Todas essas estruturas que compõem uma flor estão apoiada sobre uma base chamada receptáculo

5 Carpelo (estrutura feminina composta por estigma, estilete e ovário) Estames (estrutura masculina composta por antera e filete).

6 Presença (+) e ausência (-) das estruturas vegetais nos grupos das plantas FloresFrutosSementesRaízesCauleFolhas Angiospermas Briófitas Gimnospermas Pteridófitas

7 O principal destino da água e dos nutrientes

8 As folhas são a sede da fotossíntese. São compostas basicamente de duas partes: -Pecíolo: por onde passam os vasos condutores que se ramificam pelas nervuras da folha; -Limbo (lâmina): extensão da folha

9 Folha simples Folha simples: constituídas por um único limbo (que pose ser inteiro, denteado, lobado ou partido)..

10 .

11 Folhas compostas: Folhas compostas: constituídas por um limbo dividido em folíolos. As folhas compostas podem ser: Paripenadas -Paripenadas: número par de folíolos. Imparipenadas -Imparipenadas: número ímpar de folíolos. Palmadas -Palmadas: apresentar pecíolo ramificado em forma de dedos..

12 .

13 . Exemplos de folhas compostas

14 Folhas Brácteas: Folhas Brácteas: são folhas coloridas, cuja função é de chamar a atenção às flores. Folhas modificadas: Folhas modificadas: em forma de espinhos, como é o caso dos cactos. Os espinhos apresentam menor superfície de exposição ao sol, permitindo uma menor perda de água pela transpiração.

15 epiderme Na parte superior e inferior da folha, existe uma película muito fina chamada epiderme, que protege e auxilia na prevenção a perda excessiva de água pela planta. estômatos Nas epidermes localizamos os estômatos, pequenas aberturas por onde a planta transpira e capta o gás carbônico (utilizado na fotossíntese) e o oxigênio (utilizado na respiração). Os estômatos abrem e fecham conforme a disponibilidade de água no ambiente (umidade do ar).

16 mesófilo cloroplasto As células que se situam entre as epidermes formam um tecido chamado mesófilo, onde encontraremos o cloroplasto. Dentro do cloroplasto estão a clorofila, a água proveniente da raiz e o gás carbônico do ar, que, na presença de luz solar, se transformam em glicose, gerando como subproduto, o gás oxigênio (liberado para o ar).

17 LEMBRANDO... -Seiva bruta: água e sais minerais absorvidos pela raiz. -Seiva elaborada: glicose, solução orgânica provinda da fotossíntese. -Xilema (ou lenho): pequenos tubos que levam a seiva bruta através da raiz, passando pelo caule, até as folhas. Percorrem o caminho raiz-folha. -Floema (ou líber): conjunto de tubos (menores que os do xilema), que percorrem o caminho folha-raiz.

18 A comunicação entre a folha e a raiz

19 amido (carboidrato formado pela união de muitas moléculas de glicose). Parte da glicose fabricada pela fotossíntese chega até as raízes, sendo acumulada na forma de amido (carboidrato formado pela união de muitas moléculas de glicose). É o caso da mandioca e da cenoura. Algumas plantas acumulam amido no caule (batata-iglesa).

20 função primordial de sustentação O caule possui função primordial de sustentação dos ramos, folhas,flores, frutos e sementes. função de proteger Externamente, o caule possui uma casca (mais ou menos espesso, dependendo da espécie) com a função de proteger a porção interna do vegetal. Basicamente, o caule é formado por: -Pela casca, que é a porção externa do caule; -Pelo floema, vaso condutor da seiva elaborada; -Alburno, porção ativa do xilema, vaso condutor de seiva bruta; -Cerne, porção inativa do xilema (perdeu a função de transportar seiva bruta ao longo do processo de crescimento da planta.


Carregar ppt "O reino vegetal, seus grupos principais, características e reprodução."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google