A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Ferramentas de Auditoria Prof.: Cheila Bombana Ferramentas de Auditoria Instrumentos informatizados utilizados para realizar uma atividade de auditoria.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Ferramentas de Auditoria Prof.: Cheila Bombana Ferramentas de Auditoria Instrumentos informatizados utilizados para realizar uma atividade de auditoria."— Transcrição da apresentação:

1

2 Ferramentas de Auditoria Prof.: Cheila Bombana

3 Ferramentas de Auditoria Instrumentos informatizados utilizados para realizar uma atividade de auditoria. Auxiliam na extração, sorteio, seleção de dados e transações, atentando para discrepâncias e desvios. Auxiliam nas atividades de planejamento, documentação e geração de relatórios da auditoria.

4 Ferramentas de Auditoria Exemplos de ferramentas para realizar atividades de auditoria. Uma ferramenta pode substituir o parecer do Auditor?

5 Tipos de Ferramentas de Auditoria Software generalista de auditoria de Tecnologia da Informação. Softwares especialistas de Auditoria. Programas utilitários.

6 Software Generalista Envolve o uso de software aplicativo em ambiente batch, que pode processar, além de simulação paralela, uma variedade de funções de auditoria de forma automatizada e nos formatos que o auditor desejar.

7 Software Generalista - Exemplos ACL (Audit Command Language) : é um software de extração e análise de dados desenvolvido no Canadá; IDEA (Interactiva Data Extraction & Analysis) software para extração e análise de dados também desenvolvido no Canadá; Audimation: é a versão norte-americana do IDEA, da Caseware- IDEA, que desenvolve consultoria e dá suporte para o produto;

8 Software Generalista - Exemplos Galileo: software integrado de gestão de auditoria. Inclui gestão de riscos de auditoria, documentação e emissão de relatórios para auditoria interna; Pentana: software de planejamento estratégico da auditoria, sistema de planejamento e monitoramento de recursos, controle de horas, registro de checklists e programas de auditoria, inclusive de desenho e gerenciamento de plano de ação.

9 Software Generalista - Exemplos SE Audit (Gestão de Auditorias): software que realiza o gerenciamento de todas as etapas do processo de auditoria, desde o planejamento e aprovação, até o monitoramento, seja ela interna de fornecedores, e/ ou de organismos certificadores. O SE Audit é um sistema 100% web, multiusuário e multi- departamental, que incorpora ferramentas de: organização, classificação e pesquisa. (demonstração)

10 Software Generalista - Segurança Snort: é uma ferramenta NIDS, "open-source" bastante popular por sua flexibilidade nas configurações de regras e constante atualização frente às novas ferramentas de invasão. Outro ponto forte desta ferramenta é o fato de ser leve, pequeno, fazer escaneamento do micro e verificar anomalias dentro de toda a rede ao qual seu computador pertence. A utilização do Snort é indicada para monitorar redes TCP/IP pequenas, onde pode detectar uma grande variedade do tráfego suspeito, assim como ataques externos e então, fornece argumento para as decisões dos administradores. Os módulos que compõe o Snort são ferramentas poderosas, capazes de produzir uma grande quantidade de informação sobre os ataques monitorados.

11 Software Generalista - Segurança Nessus: é uma ferramenta de auditoria muito usada para detectar e corrigir vulnerabilidades nos PCs da rede local. Ele realiza uma varredura de portas, detectando servidores ativos e simulando invasões para detectar vulnerabilidades. Era um aplicativo Open-Source, hoje continua sendo de uso gratuito, mas o código fonte passou a ser fechado, para evitar a concorrência predatória de outras empresas. Existem versões do Nessus para diversos sistemas, incluindo o Linux, Windows, FreeBSD e MacOS X. Ao usar a versão Windows, é recomendável que você utilize o Windows 2003 ou outra versão server do sistema.

12 Software Generalista - Segurança Nmap (Network Mapper): é uma ferramenta de código aberto para exploração de rede e auditoria de segurança. Ela foi desenhada para escanear rapidamente redes amplas, embora também funcione muito bem contra hosts individuais. Determina quais hosts estão disponíveis na rede, quais serviços os hosts oferecem, quais sistemas operacionais eles estão executando e que tipos de filtro de pacotes/firewalls estão em uso. Normalmente utilizado para auditorias de segurança, mas muitos administradores de sistemas e rede consideram-no útil para tarefas rotineiras como: inventário de rede; gerenciamento de serviços de atualização agendados; monitoramento de host ou disponibilidade de serviço.

13 Software Generalista Vantagens: Pode processar vários arquivos ao mesmo tempo; Pode processar vários tipos de arquivos com formatos diferentes (bancos de dados); Poderia também fazer uma integração sistêmica com vários tipos de softwares ou hardwares; Reduz a dependência do auditor, sendo que evita o desenvolvimento de aplicativos específicos para diferentes auditorias de Sistemas de informação.

14 Software Generalista Desvantagens: Como o processamentos das aplicações envolve gravações de dados (arquivos) em separado para serem analisados, poucas aplicações podem ser feitas em ambiente on-line; O software não consegue processar cálculos complexos, pois se trata de um sistema generalista, não aprofunda na lógica e na matemática muito complexas.

15 Softwares Especialistas Consiste em programa desenvolvido especificamente para certas tarefas em certas circunstâncias. Vantagens: Pode atender sistemas ou transações não contempladas por softwares generalistas; O auditor, quando consegue desenvolver softwares específicos, pode utilizar isso como vantagem competitiva; Desvantagens: Pode ser muito caro, pois terá uso limitado e normalmente restrito a determinado cliente Atualização pode ser complicada devido a falta de recursos que acompanhem as novas tecnologias.

16 Programas Utilitários O auditor utiliza softwares utilitários para executar funções muito comuns de processamento, como sortear arquivo, sumarizar, concatenar, gerar relatórios. Pode ser editor de texto, planilhas( Excel), ou recursos de bancos de dados como o SQLServer, Dbase2, Oracle, etc. Vantagem: Pode ser utilizado como alternativa na ausência de outros recursos. Desvantagem: Sempre necessitará do auxílio do funcionário da empresa auditada para operar a ferramenta (no caso de ferramentas complexas, como bancos de dados).


Carregar ppt "Ferramentas de Auditoria Prof.: Cheila Bombana Ferramentas de Auditoria Instrumentos informatizados utilizados para realizar uma atividade de auditoria."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google