A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Laboratório de Ecologia Química de Insetos Vetores – ICB/UFMG 1 Instituto Federal do Norte de Minas Gerais-Campus Salinas Departamento de Biologia -Filo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Laboratório de Ecologia Química de Insetos Vetores – ICB/UFMG 1 Instituto Federal do Norte de Minas Gerais-Campus Salinas Departamento de Biologia -Filo."— Transcrição da apresentação:

1 Laboratório de Ecologia Química de Insetos Vetores – ICB/UFMG 1 Instituto Federal do Norte de Minas Gerais-Campus Salinas Departamento de Biologia -Filo Echinodermata- Filo concebido para intrigar os zoólogos Professor Filipe

2 Laboratório de Ecologia Química de Insetos Vetores – ICB/UFMG 2 1- Características gerais Echinodermata: do grego, echinos = espinho + derma = pele + ata = caracterizado; Animais estranhos, exclusivamente marinhos. São triblásticos, celomados, Deuterostômios!!!!!!! Possuem endoesqueleto composto por ossículos calcáreos Apresentam o sitema ambulacral (ou hidrovascular) Simetria bilateral nas larvas e radial nos adultos Origem séssil? Não apresentam metameria Maioria bentônica e predadora, mas podem ser filtradores, pastejadores, necrófagos…

3 Laboratório de Ecologia Química de Insetos Vetores – ICB/UFMG 3 Exemplo: Estrelas-do-mar: - Corpo composto por disco central e raios - Boca central e voltada para baixo - Ambúlacro da boca à ponta dos braços, com pés ambulacrais e madreporito - Geralmente 5 braços - Esqueleto com ossículos dérmicos - Espinhos e pedicelárias (pinças) externamente - Brânquias dérmicas se projetam na epiderme 2- Organização corporal geral

4 Laboratório de Ecologia Química de Insetos Vetores – ICB/UFMG 4 2- Organização corporal geral

5 Laboratório de Ecologia Química de Insetos Vetores – ICB/UFMG 5 3- Sistema ambulacral (hidrovascular) Formado pelo celoma Esqueleto hidráulico mais complexo da natureza Funções: locomoção, captura de alimentos, circulação, respiração, excreção...

6 Laboratório de Ecologia Química de Insetos Vetores – ICB/UFMG 6 3- Sistema ambulacral (hidrovascular) Água entra pelo madreporito – canal pétreo – canal circular – canais radiais – pé ambulacral com ampola e ventosa

7 Laboratório de Ecologia Química de Insetos Vetores – ICB/UFMG 7 4- Excreção e regulação Celoma preenchido por líquido banha os tecidos eprjeta-se para as pápulas Excreção e respiração pelas pápulas e pés ambulacrais

8 Laboratório de Ecologia Química de Insetos Vetores – ICB/UFMG 8 4- Alimentação e digestão Boca – esõfago – estômago (cardíaca) – estômago (pilórica c/ glândulas digestórias) - cecos intestinais – ânus Estômago é evertido – digestão extra e intracelular. Canal hemal? Alimentam-se de bivalves, crustaceos, poliquetas..

9 Laboratório de Ecologia Química de Insetos Vetores – ICB/UFMG 9 5- Sistema nervoso Constituído por: - Sistema oral com anel nervoso ao redor da boca. Daí aprtem nervos radiais - Órgãos de sentido pouco desenvolvidos - Percebem luz com ocelos nos braços, toque, temperatura e mediadores químicos.

10 Laboratório de Ecologia Química de Insetos Vetores – ICB/UFMG Reprodução Maioria dióica Fecundação externa, no início do verão Desenvolvimento larval no plâncton Grande Capacidade de regeneração

11 Laboratório de Ecologia Química de Insetos Vetores – ICB/UFMG Taxonomia Principais classes: AsteroideaEquinoideaOfiuroidea HoloturoideaCrinoidea


Carregar ppt "Laboratório de Ecologia Química de Insetos Vetores – ICB/UFMG 1 Instituto Federal do Norte de Minas Gerais-Campus Salinas Departamento de Biologia -Filo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google