A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Aulas 8 e 9 – Fotografia aérea e foto-interpretação Fotografias aéreas e foto-interpretação são elementos e técnicas de trabalho fundamentais para um conhecimento.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Aulas 8 e 9 – Fotografia aérea e foto-interpretação Fotografias aéreas e foto-interpretação são elementos e técnicas de trabalho fundamentais para um conhecimento."— Transcrição da apresentação:

1 Aulas 8 e 9 – Fotografia aérea e foto-interpretação Fotografias aéreas e foto-interpretação são elementos e técnicas de trabalho fundamentais para um conhecimento aprofundado do território e para a elaboração ou actualização de cartografia de grande escala. fotografia aérea a preto & branco de Boston (EUA) fotografia aérea a falsa cor (IV próx ) de Boston (EUA) fotografia aérea a cores de Santarém

2 ortofotocartografia imagens de satélite Vila Real de Stº António

3 Fotografias aéreas são fotografias tiradas do ar, a partir de aviões ou, eventualmente, balões. Podem ser fotografias independentes ou coberturas fotográficas organizadas e sistematizadas. Neste caso há fiadas de fotografias, com sobreposição de fotografias na mesma fiada (sobreposição longitudinal) sobreposição de fiadas na mesma cobertura aérea (sobreposição lateral) Para o estudo pormenorizado do território, as fotografias aéreas são realizadas ao longo de uma linha de vôo, com exposições sucessivas em intervalos regulares, de forma a que haja uma sobreposição de 60% entre duas fotografias adjacentes (sobreposição longitudinal). Assim, cada ponto do terreno fica registado pelo menos duas vezes, condição necessária para a obtenção da imagem tridimensional ou estereoscópica. Ao conjunto de fotografias de cada linha de vôo é comum chamar-se fiada. A cobertura total do território é efectuada com um varrimento em bandas ou faixas (fiadas paralelas), que se sobrepõem entre si de 10 a 25% (sobreposição lateral).

4 Características relevantes das fotografias aéreas tipo de emulsão fotográfica preto e branco (P&B ou B&W) película a preto e branco, com espectro semelhante ao da visão humana tem bom contraste, permite boa resolução e amplo leque de exposição preto e branco infra-vermelho (BIR) película a preto e branco, para espectro entre 0,4 e 0,9 micron colorido natural película com três camadas de emulsão (vermelho, verde e azul), correspondentes às três cores primárias (RGB) do espectro visível; reproduz as imagens de forma muito semelhante à da visão humana, com todos os gradientes de tom das cores, muito úteis para a foto-leitura infra-vermelho próximo (Iv próx ou CIR) ou falsa-cor película inicialmente designada como de anti-camuflagem, pelo seu uso militar três camadas de emulsão, para o verde, vermelho e infra-vermelho próximo (0,5 a 0,9 micron) por vezes são utilizados filtros durante a aquisição das imagens, como os amarelos para absorver o azul, aumentando a nitidez e contraste, e permitindo ver através da neblina ou nevoeiro e em altitude fotografias verticais, oblíquas e panorâmicas verticais, quando o eixo óptico da câmara é perpendicular à superfície da Terra (são admitidos desvios até 10º) oblíquas, quando o ângulo formado é superior a 10º panorâmica, se o ângulo é tal que se chega a ver a linha de horizonte

5 distorções e variações na escala das fotografias aéreas inclinação ou tilt numa fotografia vertical o tilt ou inclinação é a variação ângular entre a direcção do eixo da câmara fotográfica e a direcção da força de gravidade, no momento de exposição deriva e desvio resolução das fotografias aéreas as imagens fotográficas são compostas de pontos, os quais, em vocabulário informático, se designam por pixels a resolução das imagens é o número de pixels por unidade de área (pixels or dots per inch, ppi or dpi) quanto maior a resolução, maior é também o detalhe da informação, ou seja, menor é o mínimo objecto que pode ser identificado na imagem fotográfica paralaxe estereoscópica a observação de um mesmo ponto nas duas fotografias de um estereopar permite a percepção do relevo, através de um efeito óptico designado por paralaxe estereoscópia

6 Utilizar fotografias aéreas elementos de identificação das fotografias aéreas marcas fiduciais ponto principal par estereoscópico área útil de trabalho das fotografias aéreas área efectiva quando se interpretam fotografias adjacentes (a) ou alternadas (b) preparação das fotografias aéreas

7 Estereoscópios estereoscópio directo, de bolso ou de campo estereoscópio de espelhos ou prismas estereopar em software para foto- interpreta- ção Estereoscópios são instrumentos ópticos que tornam possível a visão tridimensional nas fotografias aéreas. Existem estereoscópios directos e estereoscópios de espelhos. Estes últimos, comparativamente com os anteriores, possibilitam um campo de visão mais alargado e um posicionamento mais afastado (4 X) das fotografias do estereopar, o que simpli- fica a foto-interpretação e a marcação de atributos na zona útil de cada fotografia. Para além da foto-interpretação convencional, feita com instrumentos ópticos e à mão, há já soluções informáticas muito potentes.

8 FOTO-INTERPRETAÇÃO vantagens das fotografias aéreas ponto de tomadas de vistas permanência, imobilidade e fidelidade geométrica ampla gama de comprimentos de onda utilidade histórica critérios gerais de foto-interpretação conhecimento do contexto geográfico resolução da imagem fotográfica mínimos detalhes observáveis tamanho relativo dos objectos observação comparativa contorno dos objectos projecção do perímetro dos objectos contorno de objectos simples contorno de objectos complexos padrão distribuição e arranjo espacial dos objectos no território tom / cor textura pequena variação de tom / cor dentro de um contorno sombra chaves de foto-interpretação

9

10 Trabalhos práticos 1.


Carregar ppt "Aulas 8 e 9 – Fotografia aérea e foto-interpretação Fotografias aéreas e foto-interpretação são elementos e técnicas de trabalho fundamentais para um conhecimento."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google