A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Prof. Vanderlei LUCÍOLA JOSÉ DE ALENCAR. Prof. Vanderlei ROMANTISMO Idealização da paixão / caráter Passionalidade Linguagem > adjetivação Relações sociais.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Prof. Vanderlei LUCÍOLA JOSÉ DE ALENCAR. Prof. Vanderlei ROMANTISMO Idealização da paixão / caráter Passionalidade Linguagem > adjetivação Relações sociais."— Transcrição da apresentação:

1 Prof. Vanderlei LUCÍOLA JOSÉ DE ALENCAR

2 Prof. Vanderlei ROMANTISMO Idealização da paixão / caráter Passionalidade Linguagem > adjetivação Relações sociais da Corte

3 Prof. Vanderlei Nota inicial: AO AUTOR: Reuni as suas cartas e fiz um livro. Eis o destino que lhes dou; quanto ao título, não me foi difícil achar. O nome da moça, cujo perfil o senhor desenhou com tanto esmero, lembrou-me o nome de um inseto. Lucíola é o lampiro noturno que brilha de uma luz tão viva no seio da treva e à beira dos charcos. Não será a imagem verdadeira da mulher que no abismo da perdição conserva a pureza dalma? G.M. Paulo enviara as cartas contando a trajetória de Lúcia > ouvira a senhora G.M. falar mal das prostitutas > não respondera na hora em função da presença da neta da mulher História seria real

4 Prof. Vanderlei Paulo - pernambucano > província x Corte - bacharel > sem muitas posses - vê Lúcia na festa da Glória > senhora > dá esmolas aos pobres > ingenuidade / não reconhece uma prostituta - primeira visão > anterior > Como deve ser pura a alma que habita aquele rosto mimoso > alcança um lenço a ela > pureza - não acredita que ela é uma prostituta, mesmo após visitá-la (sem sexo) > pede confirmação a Sá

5 Prof. Vanderlei Sá: - solteiro - amigo de infância de Paulo - oferecia festas particulares com prostitutas - faz questão de deixar claro quem era Lúcia / o que a sociedade pensava da união entre eles - espécie de representação do olhar da sociedade > discriminação

6 Prof. Vanderlei Lúcia: - uma das mais disputadas cortesãs do Rio de Janeiro - comportamento moral > Laura (recebe dinheiro para o aluguel, mesmo tendo criticado Lúcia numa oportunidade anterior) / nunca destruíra uma família - ambiguidade de comportamento: A noite a vira bacante infrene, calcando aos pés lascivos o pudor e a dignidade, ostentar o vício na maior torpeza do cinismo, com toda a hediondez de sua beleza. A manhã a encontrava tímida menina, amante casta e ingênua, bebendo num olhar a felicidade que dera, e suplicando o perdão da felicidade que recebera. -visitas de Paulo a Lúcia > ela: Como daquela vez (primeira) não me verá mais nunca. > fim da inocência - leituras: Bíblia / A dama das camélias

7 Prof. Vanderlei Festa na casa de Sá: - quadros que representam Lesbos > ilha grega habitada somente por mulheres - Couto > descrito por Paulo como deplorável / age como um jovem > influência dele na trajetória de Lúcia - Rochinha > jovem byroniano / age como um velho - dança > Paulo: não x Lúcia: É preciso pagar a conta da ceia. / Sá insinua que não era a primeira apresentação / Lúcifer (Rochinha) > anjo decaído / outras prostitutas: não se rebaixariam (Nina) / Paulo sai da sala - noite dos amantes na rua / promessas (Quero-te para sempre. Quero que sejas minha e minha só.) > oposição ao mundo de luxúria simbolizada pelos outros presentes

8 Prof. Vanderlei Paulo > calcula os gastos que poderia ter > situação social x paixão pela cortesã de luxo / presentes a Lúcia: um conjunto de azeviche simples (mais admirado) + uma cara pulseira (ela controlara a emoção) Sá: Queres te divertir: é justo, e mesmo necessário; porém não tomes Lúcia ao sério. Paulo dá $ a Lúcia: Cometi então a indiscrição de abrir uma vez por semana essa gaveta, e deitar a soma que comportava com a minha fortuna e com o luxo em que ela vivia. Mudanças de comportamento: véus / permanência em casa / sem joias Dilema: Sá fala que as pessoas comentavam que ele sacrificava Lúcia com suas posses escassas

9 Prof. Vanderlei Paulo: não poderia mantê-la x Lúcia: teria amantes para satisfazê-lo > moral / honra x paixão / doação Lúcia x Couto > não se encontram / Paulo x Nina > não se encontram x imaginação de ambos (Lúcia dará a pulseira que ganhara de Paulo a Nina) > explicações = retomada da relação Viagem a São Domingos > passado puro Jacinto > Paulo o vê dando dinheiro a Lúcia > verdade do ato: arrendara e comprara a casa / mobília de Lúcia > ela iria para uma casa simples

10 Prof. Vanderlei Trajetória de Lúcia > Processo de purificação: - Lúcia > fria no sexo / branca - presença de Jesuína na casa > cuidaria de Lúcia - Paulo = descontente > impõe a saída dela da casa > Lúcia confessa: desculpa para não ficarem a sós - sexo > Lúcia se oferece bêbada > Paulo: não - Lúcia: Quando me lembro que um filho pode gerar de minhas entranhas... - Maria da Glória - febre amarela - Couto - expulsa pelo pai

11 Prof. Vanderlei - Jesuína - Jacinto vende seus presentes - Lúcia > troca de nomes - Europa - Ana > colégio Paulo: Tu és um anjo, minha Lúcia! Novo tratamento: Maria Casa em Santa Teresa > retomada do paraíso Vizinhas > evitam a família de Lúcia/Maria > Couto a difamara

12 Prof. Vanderlei Lúcia > sugere uma ligação Paulo x Ana: Formaremos uma só família; os filhos que ela te der serão meus filhos também; as carícias que lhe fizeres, eu as receberei na pessoa dela. > Paulo: não Gravidez > nega-se a tomar uma medicação > Paulo insiste > ela toma > inútil Sua mãe lhe servirá de túmulo. Morte > solução conservadora 6 anos Ana > casada há 2 anos / Paulo = pai

13 Prof. Vanderlei Final: Estas páginas foram escritas unicamente para a senhora. Vazei nelas toda a minha alma para lhe transmitir um perfume da mulher sublime que passou na minha vida com sonho fugace. Creio que não o consegui; por isso fecho aqui alguns fios da trança de cabelos, que cortei no momento de dizer o último adeus à sua imagem querida. Há nos cabelos da pessoa que se ama não sei que fluído misterioso, que comunica com o nosso espírito. A senhora há de amar Lúcia, tenho certeza; talvez pois aquela relíquia, ainda impregnada de seiva e fragrância da criatura angélica, lhe revele o que eu não pude exprimir.


Carregar ppt "Prof. Vanderlei LUCÍOLA JOSÉ DE ALENCAR. Prof. Vanderlei ROMANTISMO Idealização da paixão / caráter Passionalidade Linguagem > adjetivação Relações sociais."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google