A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Comunicação de Dados por Fernando Luís Dotti

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Comunicação de Dados por Fernando Luís Dotti"— Transcrição da apresentação:

1 Comunicação de Dados por Fernando Luís Dotti

2 Prof. Fernando Luís Dotti - Faculdade de Informática - PUCRS Redes de Computadores Nível de Rede Fonte principal: Redes de Computadores - das LANs, MANs e WANs às Redes ATM. Luiz Fernando G. Soares, Guido Lemos, Sérgio Colcher. Editora Campus.

3 Prof. Fernando Luís Dotti - Faculdade de Informática - PUCRS Nível de Rede - Ligações entre Redes n Gateways (passarelas) –classificados conforme maior nível do protocolo convertido –nível físico: gateway é um repetidor –nível de enlace: gateway é uma ponte –nível de rede em diante: gateway de rede, transporte, sessão, apresentação, aplicação –gateways de rede podem ainda ser roteadores e conversores

4 Prof. Fernando Luís Dotti - Faculdade de Informática - PUCRS Nível de Rede - Ligações entre Redes n Repetidores –Utilizados para a ligação de duas ou mais redes idênticas –atuam a nível físico –recebem pacotes de cada uma das redes que interligam e repetem nas demais redes sem qualquer tratamento –em redes em anel: repetidor deve retirar os quadros enviados das redes em que atua como transmissor em anéis onde a retirada é feita pela estação destino: um repetidor não pode retirar o pacote pois podem haver mais repetidores no anel que devem repetir o pacote para outros anéis solução -> estação monitora diminuição do desempenho da rede aumento de custos R R

5 Prof. Fernando Luís Dotti - Faculdade de Informática - PUCRS Nível de Rede - Ligações entre Redes –Repetidores em redes baseadas em contenção repetidor detecta colisão e a sinaliza nos demais segmentos em CSMA/CD o cálculo do tamanho mínimo do pacote deve levar em conta o retardo introduzido pelo repetidor - limitação do número de repetidores em série –Evitar ciclos entre repetidores: quadro poderia ser indefinidamente repetido nos segmentos –Fator desempenho: repetição de quadros inúteis a outros segmentos

6 Prof. Fernando Luís Dotti - Faculdade de Informática - PUCRS Nível de Rede - Ligações entre Redes n Pontes –atua a nível de enlace –só repetem os pacotes destinados às redes que interligam –interligação de redes com diferentes tamanhos de pacotes de enlace: no caso de LANS IEEE802 - não há facilidade de remontagem de pacotes a nível de enlace - não se pode fragmentar --> quadros grandes demais são descartados ! –Redes com esquemas de prioridades: conversão pode ser impossível -> perda da noção de prioridade –vantagem: isolamento de falhas e pacotes - desempenho de uma rede pode ser aumentado

7 Prof. Fernando Luís Dotti - Faculdade de Informática - PUCRS Nível de Rede - Ligações entre Redes n Pontes entre redes IEEE 802 –Transparentes e com roteamento na origem –Transparentes: LANs não sofrem nenhuma modificação pontes tem várias portas, cada uma com um endereço MAC Tabela de Rotas com pares: endereço destino / porta de saída ao receber um quadro: - ponte verifica a tabela e manda oquadro na porta de saída associada - se endereço não está na tabela: quadro transmitido em todas portas no início -> tabela vazia quadro chega -> endereço origem é atualizado na tabela de rotas problema: ciclos –pontes p1 e p2 conectando as mesmas redes r1 e r2; –x, em r1, manda um pacote para y em r2; –p1 manda o pacote de r1 para r2; –em r2, p2 recebe o pacote com originador x, e adiciona este originador como estando em r2

8 Prof. Fernando Luís Dotti - Faculdade de Informática - PUCRS Nível de Rede - Ligações entre Redes n Pontes entre redes IEEE Transparentes problema: ciclos –pontes p1 e p2 em ciclo; –x em rede1 manda um pacote para y; –p1 não sabe onde y está, repete o pacote nas portas de saída, e coloca x na tabela de rotas como sendo da rede1; –p2 recebe o pacote com originador x de um segmento repetido, digamos rede2, e adiciona x como originador estando na rede2, p2 repete o pacote em suas portas de saída por não saber onde y está –tabela está incorreta –pacote será copiado desnecessariamente até que y mande uma mensagem e as portas aprendam em que rede ele está solução: uso de protocolo entre pontes para calcular a spanning tree - manter a contectividade e evitar caminhos fechados

9 Prof. Fernando Luís Dotti - Faculdade de Informática - PUCRS Nível de Rede - Ligações entre Redes n Pontes entre redes IEEE Roteamento na Origem –estação origem escolhe o caminho que o quadro deve seguir e inclui a informação de roteamento no cabeçalho do pacote –uso de algoritmos de roteamento distribuído no contexto das redes conectadas por um conjunto de pontes: nó origem (que quer enviar um pacote) envia em difusão um pacote contendo o endereço destino e um campo contendo o caminho, inicialmente com seu endereço nó intermediário verifica se caminho contém seu endereço se contiver: difunde pacote senão: adiciona e difunde o pacote destino recebe vários pacotes: o primeiro é o caminho de menor retardo destino envia ao origem (pela rota reversa) um pacote resposta com esta rota os nós periodicamente enviam pacotes de difusão para descobrir rotas e atualizar suas tabelas : –quanto menor o período: maior a adaptabilidade à rede porem maior é o tráfego gerado pelo algoritmo - ajuste é um compromisso destas variáveis

10 Prof. Fernando Luís Dotti - Faculdade de Informática - PUCRS Nível de Rede - Ligações entre Redes n Gateways de rede –dois tipos: conversores de meio e tradutores de protocolo –conversores de meio: roteadores funções já vistas –tradutores: traduzem mensagem de uma rede em outra, mantendo a semântica: por exemplo: um open pode ser traduzido em um call request nem todos protocolos podem ser mapeados semanticamente: subconjunto formado pela intersecção dos serviços comuns é oferecido


Carregar ppt "Comunicação de Dados por Fernando Luís Dotti"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google