A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 Introdução Ligações inter-redes. 2 Introdução Motivação: – As lans foram projetadas para oferecer uma rede de comunicação local de alta velocidade;

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 Introdução Ligações inter-redes. 2 Introdução Motivação: – As lans foram projetadas para oferecer uma rede de comunicação local de alta velocidade;"— Transcrição da apresentação:

1 1 Introdução Ligações inter-redes

2 2 Introdução Motivação: – As lans foram projetadas para oferecer uma rede de comunicação local de alta velocidade; – As WANs por outro lado, foram projetadas para permitir uma rede de alta capacidade para distâncias muito grandes; – Uma empresa pode ter mais de um tipo de rede, por ex. uma LAN baseada em Ethernet, uma rede Novell, conexão FDDI ou serviço de frame relay para conectar a um computador de uma outra cidade.

3 3 Introdução Isolamento x Serviço Universal – A idéia é permitir que um usuário possa através de qualquer computador acessar o serviço desejado; – Vantagem: Produtividade.

4 4 Ligações Inter-Redes As ligações Inter-Redes oferecem um esquema para interconectar os diferentes tipos de redes (Serviço Universal) A solução é baseada em hardware e software: – Hardware, trata das questões da rede física: Ex: sinais elétricos, temporização, etc; – Software, trata das questões dos protocolos;

5 5 Ligações Inter-Redes Componente básico de uma inter-rede é o Roteador: – A tarefa básica do Roteador é inter conectar redes como uma ponte (bridges). um roteador tem um processador e memória convencional e interfaces separadas de E/S para cada rede que conecta.

6 6 Ligações Inter-Redes Um Roteador pode, por exemplo, conectar: – Duas LANs, uma LAN e uma WAN, duas WANs; – Uma LAN e uma LAN FDDI; – Uma LAN e uma conexão frame relay.

7 7 Arquitetura de Inter-Redes Na verdade um único Roteador pode interligar várias redes. A razão para não fazer isso é: – Eficiência; – Redundância; O Roteador deve ser capaz de: – Processar cada pacote de recebe, traduzir os sinais elétricos, formatos de quadros e protocolos utilizados para encaminhar a outras redes. – Oferecer a ilusão de operar em uma única rede.

8 8 Redes Virtuais Na verdade, a rede oferecida é virtual, porque ela não existe de verdade. E o mais importante, os usuários e os aplicativos não sabem que estão operando em uma rede virtual. O software de protocolo ed inter-redes esconde os detalhes de conexão de rede física, endereçamento e informações de roteamento.

9 9 TCP/IP O TCP/IP foi o primeiro conjunto de protocolos desenvolvidos para uso em uma inter-redes. O Trabalho com TCP/IP começou nos anos 70. Onde o exército dos EUA estavam interessados em inter-redes e fundamentou boa parte da pesquisa do TCP/IP. Resultados: – O conceito de inter-rede é revolucionária; – A maioria das organizações usa uma inter-rede como rede primária; – Possibilitou a Internet, interligando escolas, universidades, empresas e milhões de pessoas ao redor do mundo; – Muitos projetos tiveram que adaptar suas soluções de rede para trabalhar com ligações de inter-redes.

10 10 TCP/IP O modelo da camada do TCP/IP – Camada 1: Física – Corresponde a camada física; – Camada 2:Interface de Rede – Especifica como organizar os dados em quadros e como o computador transmite quadros através de uma rede; – Camada 3: Inter-Redes – especifica o formato dos pacotes enviados através de uma inter-rede como também os mecanismos usados para encaminhar pacotes a partir de um computador através de um ou mais roteadores até um destino final; – Camada 4: Transporte – assegura uma transferência confiável; – Camada 5: Aplicativo – especifica como um aplicativo utiliza a inter-rede;

11 11 TCP/IP As 5 camadas da pilha TCP/IP


Carregar ppt "1 Introdução Ligações inter-redes. 2 Introdução Motivação: – As lans foram projetadas para oferecer uma rede de comunicação local de alta velocidade;"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google