A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

2) Elementos de Rede e Cabeamento 1 Ciência da Computação – Redes de ComputadoresEmissão 2005 Prof. C. Magno 2.10) Os elementos básicos de uma Rede São.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "2) Elementos de Rede e Cabeamento 1 Ciência da Computação – Redes de ComputadoresEmissão 2005 Prof. C. Magno 2.10) Os elementos básicos de uma Rede São."— Transcrição da apresentação:

1 2) Elementos de Rede e Cabeamento 1 Ciência da Computação – Redes de ComputadoresEmissão 2005 Prof. C. Magno 2.10) Os elementos básicos de uma Rede São blocos funcionais que proporcionam a conectividade entre os vários hosts e, dependendo de suas funcionalidades, operam em determinados níveis dentro do modelo RM/OSI. Interface de Rede

2 2) Elementos de Rede e Cabeamento 2 Ciência da Computação – Redes de ComputadoresEmissão 2005 Prof. C. Magno 2.10.1) Interface de Rede É implementada através da utilização de um cartão eletrônico que efetua a interface com a rede, chamado genericamente de NIC (Network Interface Card), instalado em cada um dos hosts das extremidades do enlace e que proporciona um endereço físico ao host que é único na rede; É uma unidade semi-autônoma, ou seja, pode desempenhar certas funções sem consulta ao nó que está ligado (Descarte de quadros com defeito, armazenamento de quadros antes de repassá-los ao host, etc); Implementa os protocolos de acesso ao meio de acordo estabelecido na camada de Enlace; Implementa os processos de detecção de erros (n° de seqüência, temporizações e reconhecimentos), conforme definido na camada de Enlace; Interface de Barramento Interface de Enlace Barramento E/S do host Enlace de Rede Cartão de Interface de Rede

3 2) Elementos de Rede e Cabeamento 3 Ciência da Computação – Redes de ComputadoresEmissão 2005 Prof. C. Magno 2.10.2) Concentrador (Hub) O hub é um dispositivo que implementa o barramento para conexão dos hosts e opera como um ponto de concentração de cabeamento; Transmite os dados enviados por um host de origem para todos os hosts a ele conectados, operando na camada física do modelo RM/OSI; Possui várias portas de entrada (12 ou 24 por exemplo) onde são conectados os hosts ou servidores, e pode permitir interligação através de cabo UTP (par trançado) ou fibra óptica; É possível monitorar a situação de cada host através de um painel de leds que sinaliza a situação de cada uma das portas (ativa, em operação, etc). HUB Porta Serial de Serviço (RS-232) (Conexão de console para configuração) Conector para Fibra Óptica

4 2) Elementos de Rede e Cabeamento 4 Ciência da Computação – Redes de ComputadoresEmissão 2005 Prof. C. Magno 2.10.3) Repetidor (Repeater) Dispositivo com função de detecção e regeneração elétrica do sinal transmitido em longos trechos de cabeamento onde o sinal se degrada e interfere na qualidade da transmissão; Retransmite as informações para todos os hosts a ele conectado, operando na camada física do modelo RM/OSI; Não tem conhecimento do significado dos bits e não possibilita armazenamento dos dados transmitidos/recebidos; Não pode ser endereçado individualmente, pois não possui funções lógicas agregadas; COPIA TUDO

5 2) Elementos de Rede e Cabeamento 5 Ciência da Computação – Redes de ComputadoresEmissão 2005 Prof. C. Magno 2.10.4) Comutador (Switch) Dispositivo o qual permite que vários hubs possam comunicar-se ao mesmo tempo, podendo controlar várias conexões simultaneamente e compartilhar a banda total; Opera na camada de enlace de dados, funcionando como uma matriz de comutação de alta velocidade, implementada através de hardware; Divide uma rede em vários segmentos, para evitar congestionamentos; Deve armazenar a posição de cada host na rede, identificando seu endereço através da Placa de Interface de Rede (NIC); Cada conexão dentro do switch é um circuito dedicado com características full-duplex, permitindo implementação de tecnologias de rede local tais como a Ethernet. SWITCH Servidor 1Servidor 2Servidor 3 HUB

6 2) Elementos de Rede e Cabeamento 6 Ciência da Computação – Redes de ComputadoresEmissão 2005 Prof. C. Magno 2.10.5) Ponte (Bridge) Dispositivo que opera na camada de enlace, copiando quadros de uma rede para outra; Tem a capacidade de segmentar uma LAN em sub-redes com o objetivo de reduzir tráfego ou converter diferentes padrões de topologia; Filtra quadros de forma que somente aqueles endereçados à ponte sejam tratados; Armazena quadros quando o tráfego é intenso (buffer); Funciona como uma matriz de comutação de alta velocidade implementada através de software; Utiliza tabela de roteamento para encaminhamento de cada um dos quadros recebidos. SWITCH PONTE Rede Ethernet Rede Token Ring

7 2) Elementos de Rede e Cabeamento 7 Ciência da Computação – Redes de ComputadoresEmissão 2005 Prof. C. Magno 2.10.6) Roteador (Router) Dispositivo que opera na camada de rede e não somente move pacotes de uma rede a outra, mas também toma decisões sobre como encaminhar (rotear) os pacotes da melhor maneira possível; Só se preocupa em transmitir a informação para as redes certas e não para o host final certo; Tem a capacidade de filtrar e isolar o tráfego, conectar segmentos de rede; Reconhece não somente um endereço (como faz a ponte) mas também cada tipo de protocolo de camada de Rede; Pode identificar endereços de outros roteadores e determinar quais pacotes transmitir para quais roteadores; Decide qual o melhor caminho que a mensagem deve seguir, baseado em protocolos de roteamento:. OSPF (Open Shortest Path First) - Caminho Aberto mais curto primeiro, que utiliza o algoritmo Dijkstra dos caminhos mínimos;. RIP (Routing Information Protocol) - Protocolo de Informações de Roteamento, que utiliza algoritmos de vetor de distância para escolher rotas;. NLSP (Netware Link Services Protocol) - Algoritmo de Estado de Vínculo para uso com IPX (protocolo alternativo ao IP, desenvolvido pela Netware); Basicamente existem 02 tipos de roteamento:. Estático : o administrador instala e configura manualmente a tabela de roteamento;. Dinâmico : a rede realiza reconfigurações automáticas da tabela de roteamento, em função de informações trocadas entre roteadores adjacentes;

8 2) Elementos de Rede e Cabeamento 8 Ciência da Computação – Redes de ComputadoresEmissão 2005 Prof. C. Magno 2.10.7) Conversor (Gateway) Dispositivo genérico que pode operar em qualquer camada do modelo OSI, utilizado para interconectar duas ou mais redes distintas, oferecendo tradução entre protocolos incompatíveis: São dois tipos básicos:. Media-Conversion-Gateway - Gateway conversor de meio (roteador);. Protocol-Translation-Gateway - Gateway tradutor de protocolos;

9 2) Elementos de Rede e Cabeamento 9 Ciência da Computação – Redes de ComputadoresEmissão 2005 Prof. C. Magno 2.10.8) Elementos básicos para interconexão de redes locais Roteador Switch Hub 7 6 5 4 3 2 1 Roteador Switch Hub 7 6 5 4 3 2 1 Host LAN 1 LAN 2 Hub – Camada 1 (Implementa o barramento de interligação dos Host na Camada Física: Ethernet); Switch – Camada 2 (Interliga segmentos de Rede Local e distribui a banda entre as conexões). Roteador – Camada 3 (Encaminha tráfego através da rede WAM, utilizando ambientes como PPP ou Frame Relay);. Aplicação Apresentação Sessão Transporte Rede Enlace Física WAN NIC


Carregar ppt "2) Elementos de Rede e Cabeamento 1 Ciência da Computação – Redes de ComputadoresEmissão 2005 Prof. C. Magno 2.10) Os elementos básicos de uma Rede São."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google