A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Modelo de referência OSI. Modelo OSI Open Systems Interconnection Baseado em proposta desenvolvida pela ISO; Modelo para padronização de protocolos; Modelo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Modelo de referência OSI. Modelo OSI Open Systems Interconnection Baseado em proposta desenvolvida pela ISO; Modelo para padronização de protocolos; Modelo."— Transcrição da apresentação:

1 Modelo de referência OSI

2 Modelo OSI Open Systems Interconnection Baseado em proposta desenvolvida pela ISO; Modelo para padronização de protocolos; Modelo de 7 camadas;

3 Princípio das Camadas Cada camada deve executar uma função bem definida; Os limites entre as camadas devem ser escolhidos, de modo a reduzir o fluxo de informações transportadas entre as interfaces; Cada camada deverá oferecer serviços a camada imediatamente superior; Cada camada deverá utilizar os serviços da camada imediatamente inferior;

4 Considerações O modelo OSI não é uma arquitetura de rede; Não especifica os serviços e protocolos que devem ser usados em cada camada; Apenas informa o que cada camada deve fazer;

5 Modelo OSI

6 Camada Física Trata da transmissão de bits através de um canal de comunicação; As questões de projetos dizem respeito às interfaces mecânicas e elétricas do meio de transmissão: –Quantidade de volts usados para representar os bits 0 e 1; –Quantidade de milisegundos que o bit deve durar; –Se a transmissão pode ser feita em duas direções;

7 Camada de Enlace de Dados Transformar um canal de transmissão bruta de dados em uma linha que pareça livre dos erros de transmissão não detectados na camada física; Os dados de entrada são divididos em quadros; Adiciona endereços das placas de rede (origem e destino); Adiciona o CRC; Responsável por resolver problemas causados pelos quadros repetidos, perdidos e danificados; Controle de fluxo;

8 Camada de Rede Controla como os pacotes da rede são roteados da origem para o destino; Controle de congestionamento devido a presença de vários pacotes dividindo o mesmo caminho; Nesta camada são resolvidos problemas do tipo: –endereçamento; –tamanho do pacote; –permite a interconexão de redes heterogêneas;

9 Camada de Transporte Aceita dados da camada de sessão, dividindo- os em unidades menores, caso necessário, e passa-os para camada de rede garantindo que as unidades cheguem corretamente a outra extremidade; Controle de fluxo: – De modo que, um host rápido não possa carregar um host lento; – Coloca os pacotes recebidos em ordem, caso necessário.

10 Camada de Sessão Permite que os usuários de diferentes máquinas estabeleçam sessões entre eles; Uma sessão pode ser usada para permitir que um usuário transfira um arquivo entre duas maquinas; Gerenciar o controle de tráfego; Serviços de sincronização: –Pontos de sincronização para que quando ocorra uma falha, apenas os dados transferidos depois do ponto tenham de ser repetidos.

11 Camada de Apresentação Se preocupa com a sintaxe e semântica das informações transmitidas Converte a representação de dados utilizada na aplicação para a representação padrão da rede, e vice-versa; Executa determinadas funções que são solicitadas com freqüência, pois é necessário encontrar uma solução geral para todas elas, em vez de deixar a cargo de cada usuário;

12 Camada de Aplicação Contém uma série de protocolos que são comumente necessários; Diferentes sistemas de arquivos têm diferentes formas de representação de linhas de texto entre outras coisas e para transferi-los de um sistema para outro é necessário tratar essas e outras incompatibilidades;

13 Transmissão de Dados no OSI

14 Considerações O modelo OSI pode ser aplicado tanto para WANs como para LANs; As distancias limitadas da LAN permitem que o seu protocolo de nível físico possa utilizar um meio de alta velocidade e baixa taxa de erros; Tal característica irá interferir bastante nos demais níveis do modelo;

15 Aplicabilidade do Modelo OSI para Redes Locais Redes locais possuem características que afetam principalmente os níveis mais baixo de protocolo; Não devem deixar de levar em consideração: –o elevado desempenho; –o baixo retardo; –a baixa taxa de erros; –o roteamento simples;

16 Modelo de Referência TCP/IP Surgiu devido a problemas enfrentados com os protocolos existentes na predecessora da Internet, a ARPANET; ARPANET : Rede de pesquisa criada pelo departamento de defesa dos EUA; Objetivo de conectar várias redes ao mesmo tempo;

17 Modelo de Referência TCP/IP

18 Camada Host-Rede Encontra-se um grande vácuo abaixo da camada de inter-redes; O modelo TCP/IP não especifica coisa alguma para essa camada; Um host tem que se conectar com a rede utilizando um protocolo para que seja possível o envio e recebimento de pacotes IP; Varia de host para host e de rede para rede --> Protocolo não definido.

19 Camada Inter-Redes Permitir que os hosts injetem pacotes em qualquer rede garantindo que serão transmitidos independentemente do destino; É possível que os pacotes cheguem ao destino numa ordem diferente da que foram transmitidos, obrigando as camadas superiores a organizá-los; Define um formato de pacote oficial e um protocolo chamado IP; IP - Internet Protocol;

20 Camada Inter-Redes A tarefa desta camada é entregar pacotes IP; Roteamento é uma tarefa importante nesta camada; Função de evitar congestionamentos; Função semelhante a da camada de rede do modelo OSI;

21 Camada de Transporte Finalidade de permitir que os hosts de origem e destino mantenham uma conversação; São definidos dois protocolos: –TCP - Transmission Control Protocol –UDP - User Datagram Protocol

22 TCP Protocolo confiável orientado a conexão; Permite a entrega sem erros de um fluxo de bytes originado de uma determinada máquina em qualquer computador da inter-rede; Cuida do controle de fluxo, impedindo que um transmissor rápido sobrecarregue um receptor lento com volume de mensagens muito grande;

23 UDP Protocolo sem conexão; Não confiável e utilizado em aplicações que: –Não necessitem de controle de fluxo; –Não necessitem de manutenção da seqüência de mensagens enviadas; Amplamente usado em aplicações onde a entrega imediata é mais importante que a entrega precisa;

24 Modelo TCP/IP

25 Camada de Aplicação Não foi percebida a necessidade de utilizar as camadas de sessão e apresentação; Contém protocolos de alto nível como TELNET, SMTP, FTP, DNS, HTTP. Aplicações que utilizam TCP: –TELNET,FTP,SMTP,HTTP Aplicações que utilizam UDP: –SNMP, NFS


Carregar ppt "Modelo de referência OSI. Modelo OSI Open Systems Interconnection Baseado em proposta desenvolvida pela ISO; Modelo para padronização de protocolos; Modelo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google