A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Antes de sermos filhos uns dos outros, somos todos filhos de um só Pai. LE 205 a Reencarnação amplia os laços de afeição e os deveres de fraternidade,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Antes de sermos filhos uns dos outros, somos todos filhos de um só Pai. LE 205 a Reencarnação amplia os laços de afeição e os deveres de fraternidade,"— Transcrição da apresentação:

1

2 Antes de sermos filhos uns dos outros, somos todos filhos de um só Pai. LE 205 a Reencarnação amplia os laços de afeição e os deveres de fraternidade, pois no vosso vizinho ou no vosso criado pode encontrar-se um Espírito que foi do vosso sangue. Todo aquele que faz a vontade de Deus, este é meu irmão, minha irmã e minha mãe.

3 Trazem em si todo um passado mais ou menos longo de experiências, equívocos, conquistas realizações e conseqüentemente, um programa a executar na vida que reiniciam junto de nós. São espíritos adultos, inteligentes, experimentados, aprisionados em um corpinho físico que ainda não lhes proporcionam as condições mínimas de que precisam para expressar todo o seu potencial. Nós temos o privilégio e a responsabilidade de ajudá-los a expressarem novamente como ser humano.

4 LE132 Qual a finalidade da encarnação? Deus a impõe com fim de leva-los à perfeição: para uns é uma expiação; para outros uma missão. Mas, para chegar a essa perfeição, eles devem sofrer todas as vicissitudes da existência corpórea: nisto é que está a expiação. A encarnação tem ainda outra finalidade, que é a de por o Espírito em condições de enfrentar a sua parte na obra de criação.

5 Que importância há em ter nascido na família que nasci? Qual é meu papel na minha família? Ser feliz e trabalhar o máximo em favor do grupo familiar. Não nascemos onde merecemos, mas onde temos necessidade de evoluir. Nem sempre a família será ideal, mas nós poderemos ser ideais para a família..

6 Pelas nossas ligações com outros seres... para procurar melhor entrosamento, reparar faltas cometidas contra essa gente no passado, ou doar alguma coisa de si a alguém ou a humanidade, estabelecer um novo relacionamento com pessoas a quem devo. Nascer traz consigo um componente de incerteza, de melancolia, de inquietação ou franco desgosto.

7 Por que muitos pais têm tanta dificuldade para entenderem os filhos? Porque os pais deles também tiveram....Porque o adulto que não evoluiu emocionalmente pensa que tudo é contra ele e como cada geração tem uma conduta diferente pensa que tudo é desafio ou rebelião. há jovens que também pensam que tudo é contra ele, insegurança

8 O jovem deve ter mais paciência com os pais, que têm muitas preocupações para os educar além de ter muitos problemas pessoais para resolver... às vezes não são bons pais por ignorância, por não saber como fazer e não por má vontade, muitos pensam que a melhor maneira de educar é fazer como eles foram educados. E o filho que sempre se sente incompreendido, não ama os pais vêem os pais só como fornecedores. Compreender não é dar tudo nem fazer tudo o que o filho quer.

9 Como lidar com o choque de opiniões? conversando e conversando. O diálogo é a arte mais sabia da humanidade. O filho expõe o que quer fazer, os pais estabelecem regras, limites e devem esclarecê-los, discordar sem brigar, vale para ambos. Conversar é uma ato de amor.

10 Como se formam as famílias? LE 204 desde que tivemos muitas existências, o parentesco remonta às anteriores? Não poderia ser de outra maneira. A sucessão das existências corpóreas estabelece entre os Espíritos liames que remontam às existências anteriores; disso decorrem freqüentemente as causas de simpatia entre vós e alguns Espíritos que vos parecem estranhos.

11 Tem jovem que pensa que sabe tudo. Os hormônios estão aflorados e as ansiedades se multiplicam, quem sabe lidar com a situação... Técnica do irritar... Educar é criar hábitos, para isso precisamos de disciplina. Ter uma conduta saudável. Conselho ao jovem hist. Divaldo. Janelas

12 Os Espíritos que a semelhança dos gostos, a identidade de progresso moral e a afeição levam a se reunirem, formam famílias; daí nascem as famílias unidas e homogêneas. Deus permite que Espíritos menos avançados venham se encarnar entre eles para aí haurir conselhos e bons exemplos, no interesse do seu adiantamento; eles causam, por vezes, perturbações, mas aí está a prova, aí está a tarefa. Acolhei-os, pois como irmãos, vinde em sua ajuda e, mais tarde, no mundo dos Espíritos, a família se felicitará de haver salvo do naufrágio os que a seu turno, poderão salvá-la de outros. ESE XIV

13 LE 209 Por que pais bons e virtuosos têm filhos perversos? Ou seja: por que as boas qualidades dos pais não atraem sempre, por simpatia, bons Espíritos como filhos? Um mal Espírito pode pedir bons pais, na esperança de que os seus conselhos o dirijam por uma senda melhor, e muitas vezes Deus o atende. LE 260 É necessário ser enviado ao meio em que possa sofrer a prova pedida. LE 258 o Espírito escolhe o gênero de prova que deseja sofrer; nisto consiste o seu livre arbítrio.

14 Tipos de famílias: ESE XIV -... todo aquele que faz a vontade de Deus, este é meu irmão, minha irmã e minha mãe. (parentesco corporal e o parentesco espiritual ) Os verdadeiros laços de família não são, pois, os da consangüinidade, mas os da simpatia e da comunhão de pensamentos que unem os Espíritos antes, durante e após sua encarnação. Filhos de pais diferentes e podem ser mais irmãos pelo Espírito do que se o fossem de sangue. As famílias pelos laços espirituais, e as famílias pelos laços corporais; as primeiras, duráveis, se fortalecem pela depuração, e se perpetuam no mundo dos Espíritos, através de diversas migrações da alma; as segundas, frágeis como a matéria, se extinguem com o tempo e, freqüentemente, se dissolvem moralmente desde a vida atual.

15 Que características herdamos de nossos pais? LE 207 Os pais transmitem aos filhos, quase sempre, semelhança física. Transmitem também semelhança moral? Não, porque se trata de almas ou Espíritos diferentes. O corpo procede do corpo, mas o Espírito não procede do Espírito. Os Espíritos simpáticos entre si são atraídos pela afinidade de suas inclinações, disso decorrem as semelhanças morais que existem às vezes entre os pais e os filhos. As crianças não herdam características psicológicas, como inteligência, dotes artísticos, temperamento, bom ou mal gosto, simpatia ou antipatia, doçura ou agressividade. Cada ser é único, em sua estrutura psicológica, preferências, inclinações e idiossincrasias. Somente características físicas são geneticamente transmissíveis.

16 LE 203 Os pais transmitem uma porção de sua alma, ou nada mais fazem do que lhes dar a vida animal, a que uma nova alma vem juntar depois a vida moral? Somente a vida animal, porque a alma é indivisível. Um pai estúpido pode ter filhos inteligentes, e vice-versa. LE 210 Os pais podem melhorar o Espírito da criança a que deram nascimento e que lhes foi confiada. Esse é o seu dever; filhos maus são uma prova para os pais. LE 208 O Espírito dos pais não exerce influência sobre o filho, após o nascimento? Exerce, e muito, pois como já dissemos, os Espíritos devem concorrer para o progresso recíproco. Pois bem: o Espírito dos pais tem a missão de desenvolver o dos filhos pela educação: isso é para ele uma tarefa, Se nela falhar será culpado.

17 Qual deverá ser a conduta na família? ESE XIV o mandamento: Honrai a vosso pai e a vossa mãe é uma conseqüência da lei geral da caridade e de amor ao próximo, porque não se pode amar o próximo sem amar pai e mãe, mas a palavra honrai encerra um dever a mais a seu respeito o da piedade filial. Honrai a seu pai e a sua mãe, não é somente respeitá-los: é assisti-los na necessidade, proporcionar-lhes o repouso na velhice, cercá-los de solicitude como fizeram por nós em nossa infância. É sobretudo para com os pais sem recursos que se mostra a verdadeira piedade filial. Ai! Pois, daquele que esquece o que deve aos que o sustentaram em sua fraqueza, e que, freqüentemente, se impuseram duras privações para assegurar seu bem-estar!

18 Certos pais, é verdade, menosprezam seus deveres, e não são para os filhos o que deveriam sê-lo; mas cabe a Deus puni-los e não aos seus filhos; não cabe a estes censurá-los, porque talvez eles próprios merecessem que fosse assim. ESE XIV Pais: Colocai todo vosso amor em aproximar essa alma de Deus, é a missão que vos está confiada e da qual recebereis a recompensa se a cumprirdes fielmente. Vossos cuidados, a educação que lhes derdes, ajudarão seu aperfeiçoamento e seu bem estar futuro. Pensai que a cada pai e a cada mãe Deus perguntará: que fizestes do filho confiado à vossa guarda?ESE XIV LE 258a Nada acontece sem a permissão de Deus, porque foi ele quem estabeleceu todas as leis que regem o universo. Dando ao Espírito a liberdade de escolha, deixa-lhe toda a responsabilidade dos seus atos e das suas conseqüências; nada estorva o futuro; o caminho do bem está à sua frente, como o do mal.

19 As fortes provas, entendei-me bem, são quase sempre o indício de um fim de sofrimento e de um aperfeiçoamento do Espírito, quando aceitas por amor a Deus. É um momento supremo, e nele, sobretudo, importa não falir murmurando, se não se quer perder-lhe o fruto e ter de recomeçar. Em lugar de vos lamentardes, agradecei a Deus que vos oferece ocasião de vencer para vos dar o Prêmio da vitória.

20 Ingratidão é fruto do egoísmo e revolta os corações honestos; mas a dos filhos com relação aos pais, tem um caráter ainda mais odioso. O contato incessante dos seres que odiou é uma prova terrível sob a qual sucumbe, às vezes, se sua vontade não é bastante forte. Assim, segundo triunfe a boa ou a má resolução, será amigo ou inimigo daqueles no meio do qual foi chamado a viver. Deus não faz a prova acima das forças daquele que a pede; não permite senão aqueles que podem ser cumpridas; se não se triunfa, não é, pois, a possibilidade que falta, mas a vontade.

21 Bibliografia: Nossos Filhos são Espíritos, Herminio Miranda O Livro dos Espíritos, Allan Kardec O Evangelho Segundo o Espiritismo, Allan Kardec Palestra feita por Claudina Isele no CEEAK, , Suíça.


Carregar ppt "Antes de sermos filhos uns dos outros, somos todos filhos de um só Pai. LE 205 a Reencarnação amplia os laços de afeição e os deveres de fraternidade,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google