A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO PIR – PLANEJAMENTO INTEGRADO DE RECURSOS 02-08-2006 TEMA 4 – BALANÇO ENERGETICO DE ARAÇATUBA Leonardo Granada Midea PLANEJAMENTO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO PIR – PLANEJAMENTO INTEGRADO DE RECURSOS 02-08-2006 TEMA 4 – BALANÇO ENERGETICO DE ARAÇATUBA Leonardo Granada Midea PLANEJAMENTO."— Transcrição da apresentação:

1 UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO PIR – PLANEJAMENTO INTEGRADO DE RECURSOS TEMA 4 – BALANÇO ENERGETICO DE ARAÇATUBA Leonardo Granada Midea PLANEJAMENTO INTEGRADO DE RECURSOS

2 UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO PIR – PLANEJAMENTO INTEGRADO DE RECURSOS Definição Resultado da diferença entre os recursos e os requisitos energéticos de um sistema.

3 UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO PIR – PLANEJAMENTO INTEGRADO DE RECURSOS Processo Básico - Levantamento de todos recursos energéticos disponíveis (+) importados. - Levantamento da demanda de energia. - Alinhamento da base de dados, transformando para uma mesma base de dados (kcal, TEP, etc.).

4 UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO PIR – PLANEJAMENTO INTEGRADO DE RECURSOS A unidade básica adotada na composição do Balanço Energético é a tonelada equivalente de petróleo - tep, uma vez que a mesma: a) está relacionada diretamente com um energético importante; b) expressa um valor físico; Exemplo ENERGIA HIDRELÉTRICA E ELETRICIDADE O coeficiente de equivalência utilizado foi de 0,086 tep/MWh, decorrente de uma equivalência calórica de 860 kcal/kWh. Este coeficiente foi determinado pela equivalência da energia potencial da água (energia mecânica) em calor. Tranformação de base – Unidade TEP

5 UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO PIR – PLANEJAMENTO INTEGRADO DE RECURSOS Fonte. MME

6 UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO PIR – PLANEJAMENTO INTEGRADO DE RECURSOS Fonte. MME

7 UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO PIR – PLANEJAMENTO INTEGRADO DE RECURSOS Fonte. MME

8 UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO PIR – PLANEJAMENTO INTEGRADO DE RECURSOS BALANÇO ENERGETICO MUNDIAL

9 UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO PIR – PLANEJAMENTO INTEGRADO DE RECURSOS OFERTA DE ENERGIA POR FONTE Fonte. MME

10 UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO PIR – PLANEJAMENTO INTEGRADO DE RECURSOS Fonte. MME CONSUMO DE ENERGIA POR FONTE

11 UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO PIR – PLANEJAMENTO INTEGRADO DE RECURSOS Fonte. MME

12 UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO PIR – PLANEJAMENTO INTEGRADO DE RECURSOS BALANÇO ENERGETICO NACIONAL

13 UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO PIR – PLANEJAMENTO INTEGRADO DE RECURSOS Fonte. BEN 2006

14 UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO PIR – PLANEJAMENTO INTEGRADO DE RECURSOS Fonte. BEN 2006 OFERTA INTERNA DE ENERGIA - OIE mil tep FONTES /04 % NÃO RENOVÁVEL ,99 PETRÓLEO ,75 GÁS NATURAL ,43 CARVÃO MINERAL ,00 URÂNIO (U3O8) ,97 RENOVÁVEL ,36 ENERGIA HIDRÁULICA ,13 LENHA ,30 PRODUTOS DA CANA-DE-AÇÚCAR ,86 OUTRAS RENOVÁVEIS ,43 TOTAL ,47 % PRODUTO INTERNO BRUTO - PIB2,30

15 UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO PIR – PLANEJAMENTO INTEGRADO DE RECURSOS

16 UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO PIR – PLANEJAMENTO INTEGRADO DE RECURSOS Fonte. BEN 2006

17 UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO PIR – PLANEJAMENTO INTEGRADO DE RECURSOS Fonte. BEN 2006

18 UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO PIR – PLANEJAMENTO INTEGRADO DE RECURSOS MATRIZ DE OFERTA DE ENERGIA ELÉTRICA GWh FONTES /04 % TOTAL ,0 HIDRO ,1 NUCLEAR ,0 GÁS ,3 CARVÃO MINERAL ,4 DERIVADOS DE PETRÓLEO ,9 BIOMASSA ,7 IMPORTAÇÃO ,5 Nota: inclui autoprodutores Fonte. BEN 2006

19 UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO PIR – PLANEJAMENTO INTEGRADO DE RECURSOS BALANÇO ENERGETICO DO ESTADO DE SÃO PAULO

20 UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO PIR – PLANEJAMENTO INTEGRADO DE RECURSOS CONSUMO DE ENERGIA POR FONTE

21 UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO PIR – PLANEJAMENTO INTEGRADO DE RECURSOS

22 UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO PIR – PLANEJAMENTO INTEGRADO DE RECURSOS

23 UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO PIR – PLANEJAMENTO INTEGRADO DE RECURSOS BALANÇO ENERGETICO DA REGIÃO DE ARAÇATUBA

24 UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO PIR – PLANEJAMENTO INTEGRADO DE RECURSOS MAPA DA REGIÃO População = 685 mil Área = 8766,6m²

25 UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO PIR – PLANEJAMENTO INTEGRADO DE RECURSOS Produção de Álcool na Região 13 usinas são responsáveis pela produção de álcool na região. O valor total produzido e de m³ de Álcool Total (Anidro + Hidratado). A produção de todo o estado e de m³ de Álcool Total. Representa 8,1% da Produção total do Estado.

26 UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO PIR – PLANEJAMENTO INTEGRADO DE RECURSOS UNIDADES REGIÃO ARAÇATUBAMunicípiosCANA (MIL T)Açúcar (t)Álcool (m 3 ) AlcoazulAraçatuba AralcoSanto Antonio do Aracanguá BenálcoolBento de Abreu CampestrePenápólis Cosan DestivaleAraçatuba Cosan GasaAndradina Cosan MundialMirandópolis Cosan UnivalemValparaíso DianaAvanhandava EverestPenápólis 000 ClealcoClementina PioneirosSud Menucci UnialcoGuararapes Total Fonte. UDOP Cana de Açúcar - Álcool

27 UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO PIR – PLANEJAMENTO INTEGRADO DE RECURSOS

28 UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO PIR – PLANEJAMENTO INTEGRADO DE RECURSOS A região possui abundância de recursos h í dricos. As UHEs são: Promissão, Nova Avanhadava, Três Irmãos, Ilha Solteira e Jupi á (Potencia Instalada de 6413MW). As PCHs perfazem um total de 300MW. Com um total aproximado de Energia Assegurada de GWh/ano Usinas Hidroelétricas

29 UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO PIR – PLANEJAMENTO INTEGRADO DE RECURSOS A região abriga um dos maiores complexos hidrelétricos do mundo. A região e responsável pela geração de 47% da energia no Estado. O Consumo de Energia da Região aproximado e de GWh, isto e aproximadamente 2% do consumo do Estado.

30 UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO PIR – PLANEJAMENTO INTEGRADO DE RECURSOS Dificuldades Encontradas - Levantamento dos dados de Derivados de Petróleo (Petrobras respondeu não poder enviar as informações). - Levantamento do Consumo e Oferta de Gás Natural (A Gás Brasiliano não respondeu). - Dados Antigos


Carregar ppt "UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO PIR – PLANEJAMENTO INTEGRADO DE RECURSOS 02-08-2006 TEMA 4 – BALANÇO ENERGETICO DE ARAÇATUBA Leonardo Granada Midea PLANEJAMENTO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google