A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Avaliação dos Níveis de Cargas nas Bacias Aéreas Região de Araçatuba Autor: Eduardo Caldas Cardoso Planejamento Integrado dos Recursos Energéticos (PIR)

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Avaliação dos Níveis de Cargas nas Bacias Aéreas Região de Araçatuba Autor: Eduardo Caldas Cardoso Planejamento Integrado dos Recursos Energéticos (PIR)"— Transcrição da apresentação:

1 Avaliação dos Níveis de Cargas nas Bacias Aéreas Região de Araçatuba Autor: Eduardo Caldas Cardoso Planejamento Integrado dos Recursos Energéticos (PIR) - PEA 5730 Escola Politécnica Universidade de São Paulo (USP) São Paulo – São Paulo – Brasil Setembro de 2006

2 Tópicos Introdução Metodologia Utilizada Apresentação dos Dados Conclusões

3 Introdução Bacias Aéreas – Dados Meteorológicos – Topografia da região Poluentes – CO 2 – CO – NOx – SOx – MP 10

4 Introdução Fontes

5 Introdução Carga da bacia aérea = quantidade dos poluentes emitidos X condições meteorológicas reinantes Fatores de Emissão por Fonte

6 Metodologia Utilizada Fatores de Emissões por Tipo de Fonte. – Moveis (Automóveis) – Industrias – Agricultura Levantamento dos Dados da Região estudada. – Numero de Fontes – Histórico das Fontes – Projeção do Crescimento das Fontes

7 Apresentação dos Dados Características Econômicas da Região – Predomínio da Agropecuária – Agricultura Abacaxi Cana de Açúcar – Álcool – Predomínio de industria de alimentos e bebidas e confecção de artefatos de couro. Características Climáticas – Região com clima favorável a dispersão de poluentes – Região sujeita aos padrões de inversão climáticas do estado – Fator que favorece a concentração de poluentes

8 Apresentação dos Dados Levantamento dos Dados da RA Araçatuba Atuais – Área Total = 8.766,6m² – População = 685 mil – Frota de Veículos = – Industrias Emissoras = Não Considerada – Agricultura (Cana de Açúcar) = Ton Fonte: DENATRAN Fonte: UDOP

9 Apresentação dos Dados Fatores de Emissão – Moveis – Foi considerado a média de emissão por veiculo de outros estudos realizados no estado de SP – Industrial – Fator não facilmente calculado, em outros estudos os valores de emissões foram medidos nas fontes – Agricultura de Cana de Açúcar Balanço de CO 2 Favorável. Emissão de Outros Gases do Efeito Estufa devido a queima para colheita Fatores Baseados em outras estudos realizados no Brasil.

10 Apresentação dos Dados Emissões por Fontes Móveis Taxa de Crescimento das Fontes Móveis – Taxa de Crescimento Médio de Veículos na região sudeste entre 1990 e 2003 = 5% – Será aplicado a mesma taxa para estimação futura. Emissão (1000 T/Ano) CO2COHCNOxSOxMP 1101,6260,7914,1011,550,481,08 Fonte: DENATRAN Fontes: CETESB

11 Apresentação dos Dados

12 Emissões na Agricultura de Cana de Açúcar Atual Crescimento da Fonte: ~ 50% em 10 Anos. Emissão (1000 T/Ano) CO2Gases do Efeito Estufa -2,860,04 Fontes: iea.sp

13 Apresentação dos Dados

14 Conclusões A Região Administrativa de Araçatuba não apresenta alto índices de Carga da Bacia Aérea. As estimativas futuras apontados podem ser mais favoráveis considerando o desenvolvimento tecnológico. O crescimento de emissões no setor industrial é de difícil analise considerando pois depende diretamente a atividade da insdustria. O potencial de utilização de Gás Natural proporciona um crescimento econômico industrial com menor carregamento da Bacia Aérea da Região.


Carregar ppt "Avaliação dos Níveis de Cargas nas Bacias Aéreas Região de Araçatuba Autor: Eduardo Caldas Cardoso Planejamento Integrado dos Recursos Energéticos (PIR)"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google