A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Planejamento Integrado de Recursos Energéticos no Oeste do Estado de São Paulo Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Planejamento Integrado de Recursos Energéticos no Oeste do Estado de São Paulo Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento."— Transcrição da apresentação:

1

2 Planejamento Integrado de Recursos Energéticos no Oeste do Estado de São Paulo Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável FAPESP _ 03/ CÔMPUTO E VALORAÇÃO DE RECURSOS ENERGÉTICOS DO LADO DA OFERTA, DIMENSÃO SOCIAL Setembro de 2009 Rafael Augusto Possari Juliano Mario Fernandes Biague

3 Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável 1ª CONFERÊNCIA SOBRE PLANEJAMENTO INTEGRADO DE RECURSOS ENERGÉTICOS REGIONAL Em Foco o Desenvolvimento Sustentável para o Oeste Paulista DATA: 28, 29 e 30 de setembro de 2009 LOCAL: Araçatuba – SP

4 Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável CÔMPUTO E VALORAÇÃO DE RECURSOS ENERGÉTICOS - DIMENSÃO SOCIAL A valoração da Dimensão Social busca determinar as inter-relações entre o Recurso Energético e os Envolvidos e Interessados de uma dada região. Tal Dimensão leva em consideração o nível da geração de emprego, a percepção de tais inter-relações sob o ponto de vista dos En-In, influência dos Recursos Energéticos no desenvolvimento econômico da região e o Impacto Humano decorrente do espaço utilizado. Devido a grande abrangência dos atributos a serem levantados, a Dimensão Social se baseia tanto em atributos subjetivos como objetivos. Sendo que: Ao se trabalhar com atributos subjetivos (qualitativos), deve-se identificar os diferentes elementos que caracterizam o RE para assim estabelecer a base de valoração para a aplicação da metodologia dos Custos Completos (BOARATI, 2003) Atributos mais objetivos (quantitativos) são mais fáceis de trabalhar, visto que podem ser calculados a partir de metodologias usuais de avaliação técnico-econômica, desagregando assim qualquer tipo de parcialidade na valoração

5 Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável Dimensão Social Geração de Empregos Percepção de Conforto Geração de Empregos Percepção de Conforto Geração de Empregos Percepção de Conforto Geração de Empregos Percepção de Conforto Desequilíbrio ambiental no Meio Social Impacto Humano decorrente do espaço ocupado Influência no Desenvolvimento Geração de Empregos Percepção de Conforto Durante Construção Durante Operação Atividades Econômicas Infra- Estrutura Pessoas Deslocadas ou Lesadas Existência de Sítios Arqueológicos Poluição Sonora Impactos na Saúde Pública Impactos na Agricultura Impactos nas Edificações Durante Construção Durante Operação Atividades Econômicas Durante Construção Durante Operação Infra- Estrutura Atividades Econômicas Durante Construção Durante Operação Pessoas Deslocadas ou Lesadas Infra- Estrutura Atividades Econômicas Durante Construção Durante Operação Existência de Sítios Arqueológicos Pessoas Deslocadas ou Lesadas Infra- Estrutura Atividades Econômicas Durante Construção Durante Operação Impactos nas Edificações Existência de Sítios Arqueológicos Pessoas Deslocadas ou Lesadas Infra- Estrutura Atividades Econômicas Durante Construção Durante Operação Impactos na Agricultura Impactos nas Edificações Existência de Sítios Arqueológicos Pessoas Deslocadas ou Lesadas Infra- Estrutura Atividades Econômicas Durante Construção Durante Operação Impactos na Saúde Pública Impactos na Agricultura Impactos nas Edificações Existência de Sítios Arqueológicos Pessoas Deslocadas ou Lesadas Infra- Estrutura Atividades Econômicas Durante Construção

6 Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável Atributo: Geração de Empregos Sub-Atributo: Durante a Construção Mensura a quantidade de empregos gerados durante a fase de construção de um empreendimento energético. Sub-Atributo: Durante a Operação Mensura a quantidade de empregos gerados durante a fase de operação de um empreendimento energético. Geração de Empregos Durante Construção Durante Operação

7 Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável

8 Atributo: Geração de Empregos Para a valoração da geração de empregos, foram utilizados dados coletados no EIA-RIMA da Usina Termoelétrica Piratininga com seus dados extrapolados à realidade da Região Administrativa de Araçatuba. Com relação às faixas de potencia de estudo, a consideração realizada foi de que as duas pontas teriam maior eficiência na mão de obra, sendo que nas potências mais baixas isto ocorre devido à simplicidade de projeto, e nas potências mais altas ocorre devido ao ganho de escala.

9 Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável

10 Atributo: Geração de Empregos Na comparação dos valores na mesma faixa de potência (acima de 200 MW), podemos verificar a diferença na geração de empregos nas diferentes etapas dos Recursos Energéticos. Como era de se esperar, é possível verificar que Recursos Energéticos de processos industriais mais sofisticados tenham uma maior demanda na fase de operação.

11 Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável Atributo: Percepção de Conforto Enumera o quão funcional a aplicação de determinado recurso energético é, sem desprezar a estética, e o quanto as pessoas se sentem confortáveis devido a aplicação de determinado recurso energético.

12 Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável

13 Atributo: Percepção de Conforto Para a valoração da Percepção de Conforto, foi-se levado em consideração o tamanho do empreendimento e a sua interação com a população que mora em seu entorno. Em todas as faixas de potência, uma importante preocupação é com relação com a qualidade do ar. Quanto maior a potência do recurso, maiores são as emissões. Outro fator levado em consideração é a poluição sonora, que em determinado nível pode ser altamente prejudicial à saúde humana, impactando negativamente a população ao entorno do Recurso. Por fim, quando o empreendimento passa de um Recurso Energético pontual, sendo usado apenas como complemento, e passa para uma planta industrial propriamente dita, temos problemas principalmente com a infra-estrutura necessária para suprir os processos industriais. O aumento do fluxo de veículos, dependendo de como esta a malha viária da região, pode impactar muito negativamente na percepção de conforto da população local.

14 Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável Atributo: Impacto Humano Decorrente do Espaço Ocupado Para a valoração da Impacto Humano Decorrente do Espaço Ocupado, foi-se levado em consideração o tamanho do empreendimento e a sua interação com o meio em seu entorno. O objetivo principal deste atributo é determinar como a demanda por espaço físico pelo Recurso Energético pode impactar de maneira negativamente a população bem como os sítios arqueológicos e culturais ao entorno do Recurso. Impacto Humano decorrente do espaço ocupado Pessoas Deslocadas ou Lesadas Existência de Sítios Arqueológicos Pessoas Deslocadas ou Lesadas Existência de Sítios Arqueológicos Pessoas Deslocadas ou Lesadas Existência de Sítios Arqueológicos Pessoas Deslocadas ou Lesadas Existência de Sítios Arqueológicos Pessoas Deslocadas ou Lesadas

15 Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável Atributo: Impacto Humano Decorrente do Espaço Ocupado Sub-Atributo: Pessoas Deslocadas ou Lesadas Determina o potencial de impacto de pessoas que deverão ser deslocadas para construção e/ou operação do recurso energético. Impacto Humano decorrente do espaço ocupado Pessoas Deslocadas ou Lesadas Existência de Sítios Arqueológicos Pessoas Deslocadas ou Lesadas Existência de Sítios Arqueológicos Pessoas Deslocadas ou Lesadas Existência de Sítios Arqueológicos Pessoas Deslocadas ou Lesadas Existência de Sítios Arqueológicos Pessoas Deslocadas ou Lesadas

16 Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável

17

18 Atributo: Impacto Humano Decorrente do Espaço Ocupado Sub-Atributo: Existência de Sítios Arqueológicos Deverão ser considerados no estudo os níveis e tipos de impactos causados pelo recurso em possíveis sítios existentes nos locais de implantação do recurso energético. Impacto Humano decorrente do espaço ocupado Pessoas Deslocadas ou Lesadas Existência de Sítios Arqueológicos Pessoas Deslocadas ou Lesadas Existência de Sítios Arqueológicos Pessoas Deslocadas ou Lesadas Existência de Sítios Arqueológicos Pessoas Deslocadas ou Lesadas Existência de Sítios Arqueológicos Pessoas Deslocadas ou Lesadas

19 Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável

20 Conclusão Dificuldades na real mensuração dos atributos de alta carga subjetiva, onde nem sempre é possível a determinação de valores quantitativos. Dificuldades na construção da valoração relativa de alguns RE, onde a falta de dados impõe algumas considerações a serem feitas para a construção da Tabela de Valores Relativos. As inferências realizadas para a Tabela de Valores Relativos se provou útil e acurada para a realização do ranqueamento dos RE, ainda que alguns atributos não permitissem uma resposta quantitativa, provando assim a importância do uso da ACC.

21 Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento Sustentável


Carregar ppt "Planejamento Integrado de Recursos Energéticos no Oeste do Estado de São Paulo Novos Instrumentos de Planejamento Energético Regional visando o Desenvolvimento."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google